Política

Postado em 03/05/2011 às 15:31 0

Presidente da Assembleia promete derrubar vetos do Executivo


Por Redação

Cada Minuto/ Arquivo

Fernando Toledo, presidente da ALE

Os deputados estaduais da Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE) aprovaram, por unanimidade na tarde desta quarta-feira (03), o parecer da Comissão de Constituição Justiça (CCJ) que defende a derrubada dos vetos do Executivo sobre aumento do subsídio do parlamentares e a exigência do diploma de jornalista nos cargos públicos.

“Vamos derrubar o veto nesta quarta-feira em nome da legislação, já que estamos sofrendo com a pauta trancada há muito tempo. Achar uma solução para o impasse não é fácil”, disse o presidente da ALE, Fernando Toledo (PSDB),em entrevista à imprensa.

Ainda de acordo com o presidente, o ‘confronto’ com o Executivo não criou nenhum tipo de rusga, já que as conversações continuam. “Nossa prioridade é legislar e objetivar esse entendimento, por isso procuraremos um caminho comum. Não há nenhum acordo no ‘horizonte’ que possibilite um incremento no duodécimo da Casa, já que o aumento acarretará, automaticamente, em um acréscimo no custeio da ALE”, frisou Toledo, ressaltando uma citação do deputado Ronaldo Medeiros (PT) que colocou, na sessão desta terça-feira (03),que o estado de Alagoas teve um aumento de mais de 20 % na receita bruta.

Por fim, Toledo disse que está preocupado com a situação do Plano de Cargos e Carreiras (PCC) dos servidores, e afirmou que esse ‘problema’ merece atenção especial da mesa diretora.

Bancada do PT

Em entrevista à reportagem do Cadaminuto, o líder da bancada petista na ALE, Ronaldo Medeiros, revelou que a recomendação, aos comandados, para derrubada do veto é a abstenção.

“O aumento do subsídio é uma questão de duas ópticas, já que estamos há cinco anos sem aumento e os servidores públicos receberam um reajuste de 5.91%, em duas vezes. Enquanto isso, o governador Teotônio Vilela concedeu um aumento de 100% aos secretários, baseado nisso deveremos nos abster da votação nessa próxima quarta-feira”, argumentou Medeiros.

No mês de Janeiro, o Poder Executivo vetou o projeto de lei que aumentava em 100 % o subsídio para os parlamentares, o que havia sido aprovado no fim de dezembro de 2010, que faria com que a remuneração dos parlamentares passasse de R$ 9,6 mil para cerca de R$ 20 mil.
 


Postado em 03/05/2011 às 13:59 0

Após CEI da Câmara, deputados sugerem a criação da CPI dos Combustíveis


Por Redação

Após os vereadores por Maceió terem aprovado, por unanimidade, na manhã desta terça-feira (03), a criação de uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) para apurar os preços de combustíveis em Maceió, a alta no valor cobrado pelos postos foi tema na sessão da Assembleia Legislativa de Alagoas.

Os deputados Jeferson Morais (DEM) e Antônio Albuquerque (PTdoB) se mostraram favoráveis à instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar os preços cobrados pelos postos de combustíveis em todo o estado. Os dois parlamentares falaram em “cartelização” e classificaram os preços como “abusivos”.

Albuquerque solicitou que até a próxima semana, membros da Mesa Diretora da Casa de Tavares Bastos se reúnam para acertar detalhes para que a criação da CPI possa ser votada em plenário. “Vamos avaliar essa possibilidade o mais rápido possível”, afirmou.

Morais, logo no início de seu discurso, parabenizou os vereadores pela criação da CEI. Ele colocou também que em postos localizados em cidades próximas a Maceió o preço da gasolina sofre variação e a diferença chega a mais de R$ 1 em relação à capital.
 


Postado em 03/05/2011 às 13:13 0

Edval Gaia estreia na liderança do governo e “discute” com oposição


Por Redação

Parece que o governo do Estado deixou de ser apenas ouvinte na Assembleia Legislativa, na estreia do deputado Edval Gaia como líder do governo, pela primeira vez desde o início do mandato, houve uma resposta às críticas feitas dentro do Plenário.

Tudo teve início quando o deputado Judson Cabral foi à tribuna, na tarde de hoje, para criticar o Poder Judiciário, ao dizer que os juízes têm dois pesos e duas medidas em relação aos direitos das categorias que estão em greve.

Logo depois o parlamentar começou a fazer severas críticas ao governo, dizendo que enquanto Teotônio Vilela fica no “Palácio de Vidro” a saúde fica em situação lamentável.

“O governo faz propaganda enganosa” disparou Judson.

Neste momento Edval Gaia pediu um aparte e disse que todo governo quer dar aumento ao seu servidor, mas só pode fazer o que é possível, diante do seu limite financeiro.

“Nosso estado é pobre, tem muitas limitações e desde que iniciou sua gestão a folha salarial já aumentou R$ 40 milhões, e o governo só pode fazer o que pode” explicou o deputado, fazendo a defesa do governador.

O deputado Judson voltou à palavra e criticou a situação da saúde e em um apart,e outro parlamentar do PT, Ronaldo Medeiro,s acusou o governo de ameaçar os sindicalistas que encabeçam o momento grevista.

Medeiros disse ainda que o governo irá nomear 800 cargos sem concurso público.

Edval Gaia voltou a falar em nome do governo e disse que o governador tem o maior interesse em atender os servidores, mas que Alagoas não tem dinheiro para estas reinvindicações, sobre a saúde o parlamentar também se manifestou.

“Olha deputado Judson a crise da saúde é nacional, ela não se restringe ao Estado, e o governador não é um homem que persegue ninguém, qualquer acusação neste sentido é especulação” explicou ele mais uma defendendo o governador.

Judson não aceitou os argumentos de Gaia e disse que era deputado de Alagoas e não do Brasil, terminando o pronunciamento prestando solidariedade aos servidores da Saúde.
 


Postado em 04/05/2011 às 03:35 0

Sérgio Toledo sugere criação de manual de procedimentos de catástrofes


Por Redação

A Comissão Especial das Enchentes (CEENC) se reuniu na manhã de hoje, 03, para fazer uma analise das ações que estão sendo desenvolvidas. Estiveram presentes na reunião o secretário de Assistência Social do Estado, Marcelo Palmeira, o secretário Executivo de Defesa Civil, tenente coronel Gilson Romeiro, o presidente da comissão, deputado João Henrique Caldas (PTN), o vice-presidente deputado, Joãozinho Pereira (PSDB), o relator, deputado Sérgio Toledo (PDT), deputado Judson Cabral (PT), além de prefeitos de alguns municípios atingidos.

Durante a audiência, o deputado Sergio Toledo sugeriu que a Defesa Civil fizesse um manual de procedimentos de catástrofes, para quando necessário o atendimento a população, as medidas extraordinárias e coordenadas para se manter a qualidade básica ou mínima de atendimento estejam disponíveis. “Os princípios básicos no atendimento em situações de catástrofes devem ser a triagem, tratamento e transporte, partindo desses princípios, o Estado deve estar preparado para atender a população, sem perder tempo na hora de atuação nesta situação”, disse Toledo.

Ainda de acordo com Sérgio Toledo, a população e o Estado podem trabalhar de forma pré-definida de como agir nas situações de enchentes, saber como devem e para onde se deslocar, como agir durante as primeiras horas e quais os órgãos e secretarias envolvidos para socorrer as vítimas das catástrofes.


Postado em 03/05/2011 às 09:04 0

Por unanimidade, vereadores de Maceió criam CEI dos Combustíveis

Requerimento foi apresentado pelo vereador Théo Fortes e vai apurar preços ofertados pelas distribuidores de combustíveis em Maceió


Por Redação

Jonathas Maresia

Câmara de Maceió

Em uma manhã muito movimentada na Câmara de Maceió, os vereadores aprovaram, por unanimidade, o requerimento apresentado pelo vereador Théo Fortes (PT do B) que cria a Comissão Especial de Inquérito (CEI) que vai apurar os preços ofertados pelas distribuidoras em toda Maceió.

O presidente da Casa, Galba Novaes, anunciou que deverá nomear os membros da CEI nos próximos dias, garantindo a participação do propositor do grupo de trabalho.

O assunto ganhou espaço no plenário da Casa de Mário Guimarães, nesta terça-feira (03). O primeiro a questionar o aumento no preço dos combustíveis foi o vereador Oscar de Melo, que considerou abusivo para o consumidor alagoano.

Segundo ele, em viagem rápida ao município de Messias, encontrou gasolina sendo vendida por R$ 2,82, enquanto postos de Maceió, o preço já chega a R$ 3,31. O vereador pediu uma fiscalização por parte dos órgãos competentes, para proteger o consumidor local.

Já o Presidente da Câmara de Maceió, Galba Novaes (PRB), questionou os preços ofertados pelas distribuidoras de combustível em Maceió, classificando como ‘assalto a mão armada’.

“Vamos formar uma comissão para realizar uma visita ao Ministério Pública Estadual de Alagoas (MPE/AL) para cobrar uma posição firme do órgão, com o objetivo de questionar esse preço absurdo dos combustíveis e, solicitar cumprimento da lei”, esbravejou Novaes, ressaltando que não abre mão da funcionalidade da Casa.

Heloísa Helena lembrou também que os números da indústria apontam para uma frota de combustíveis no País na ordem de 80% e, apesar disso, o governo federal utiliza a Petrobrás apenas para lucro com investimentos na Bolsa de Valores.

A vereadora considera, ainda, que falta pulso do governo para controlar a produção cada vez maior do açúcar, em detrimento da população, reduzindo a produção de álcool. O vereador Galba Novaes lembrou que isso não ocorre pela primeira vez. "Até mesmo Acre e Rondônia chegaram a vender álcool mais barato que Alagoas, ou seja, estados que todos sabemos das dificuldades para se chegar até lá", considera Novaes.

Ele afirma que é necessário esclarecer à população o que está acontecendo. E lembra que a Câmara paga a gasolina a R$ 2,95, enquanto a população em geral paga mais caro que isso.


Postado em 03/05/2011 às 08:15 0

Silvania Barbosa alerta para situação de 'caos' no PAM Salgadinho

"Não se tem remédios, sequer receituário para realizar o atendimento básico aos pacientes”, questionou Barbosa


Por Redação

Arquivo CadaMinuto

A Veadora Silvania Barbosa (PT do B) criticou duramente o serviço de atendimento médico no Posto de Atendimento Médico (PAM), em Maceió. As críticas se baseiam em relatos de médicos que trabalham no posto.

“Fiquei surpresa com a coragem dos médicos em relatarem a situação de completo caos que vive o PAM Salgadinho. Não se tem remédios, sequer receituário para realizar o atendimento básico aos pacientes”, questionou Barbosa, ressaltando que um médico revelou que há vinte anos que trabalha no local e nunca presenciou uma situação tão grave.

O líder do Prefeito de Maceió na Câmara, o vereador Silvo Camelo (PV), saiu em defesa do executivo, afirmando que os remédios e os problemas estão sendo resolvidos.

“É bem verdade que existem alguns problemas, mas com relação aos remédios já estão sendo entregues. Os medicamentos já foram comprados e nesta próxima quarta-feira (03) irei citar um por um da lista”, acentuou o líder.

Não é a primeira vez que Silvania Barbosa questiona o atendimento médico no PAM. No último dia 13 de abril, a vereadora realizou um desabafo na tribuna da Casa. “Posso escrever mais de 10 páginas descrevendo a situação preocupante que encontrei nos postos de saúde de Maceió, tais como salas sem condições de funcionamento, pessoas nas filas e infelizmente sem remédios básicos”, defendeu Barbosa.

Na oportunidade, a vereadora apresentou um requerimento colocando em votação e tinha como objetivo solicitar providências do Ministério Público de Alagoas (MPE/AL) com relação aos problemas rotineiros no sistema de saúde de Maceió.

"Alguns, custam apenas 96 centavos, mas mesmo assim estava faltando. Na sessão pública da sexta-feira, não participei porque não faço parte da Comissão de Saúde, mas procurei saber in loco, porque quem sabe a necessidade de encontrar esses remédios nos postos é quem precisa. Não peço investigação contra ninguém, apenas que sejam tomadas providências. O que mais acontece é o descaso da prefeitura e a prefeitura continua praticando o descaso contra a saúde pública", afirmou Silvania.

Durante a sessão desta terça-feira (03) a vereadora Heloísa Helena (Psol) fez coro às declarações de Barbosa manifestando o desejo de convidar o secretário municipal de saúde, Adeilson Loureiro, para apresentar a situação do PAM.


Postado em 03/05/2011 às 07:22 0

Vereadores de Maceió criticam serviço da Eletrobras


Por Redação

Jonathas Maresia

Câmara de Maceió

O vereador Oscar de Melo (PP) fez uso da tribuna na Câmara de Maceió para realizar duras críticas ao serviço da Eletrobrás em todo estado de Alagoas. Na oportunidade, o vereador relatou reclamações feitas por populares.

“Tenho recebido diversas críticas do péssimo serviço oferecido pela distribuidora em todo estado de Alagoas. Moradores da Cidade Sorriso e do bairro do Feitosa ficaram por horas e, até, dias, sem o fornecido”, relatou Melo.

A também vereadora Heloísa Helena (PSOL) acompanhou as declarações de Oscar de Melo, ressaltando que já foi solicitada na Câmara de Maceió uma sessão pública com objetivo de debater e questionar os serviços da Eletrobras.

“Minha residência fica na parte alta de Maceió. Ao faltar energia na região, a distribuidora coloca a culpa em umas árvores centenária”, relatou Helena, classificando ainda com muito grave a distribuição em todo estado de Alagoas.

Ainda de acordo com o Oscar de Melo, Eletrobrás não tem nenhum problema na hora de imprimir e enviar as contas aos respectivos usuários. “Se o fornecimento de energia fosse igual ao sistema de pagamento, estaríamos muito bem”, brincou o vereador.

Oscar de Melo lembrou ainda que os moradores dos bairros de Jatiúca e Cruz das Almas ouvem falar há pelo menos duas décadas que a subestação de energia elétrica da parte baixa está sobrecarregada e precisa de reforço. "No entanto, em 20 anos isso nunca foi feito", reforçou.


Postado em 03/05/2011 às 06:15 0

Kassab confirma vinda a Maceió. Políticos com mandatos na mira

Em Alagoas, legenda conversa com 23 prefeitos e cinco deputados estaduais


Por Redação

O prefeito de São Paulo e fundador do PSD (Partido da Social Democracia), Gilberto Kassab, confirmou sua vinda a Maceió no próximo sábado, dia 07 de Maio. Além de confirmar a legenda para o Deputado Federal, João Lyra, e o prefeito de Maceió, Cícero Almeida, que serão respectivamente presidentes dos Diretórios Estadual e Municipal, Kassab deverá conhecer o processo de filiação de vários outros políticos alagoanos.

A estratégia do PSD em todo Brasil, e principalmente em Alagoas, é arregimentar políticos que estejam com mandato. Em Alagoas, o CadaMinuto apurou que a legenda conversa com 23 prefeitos e cinco deputados estaduais.

Entre os deputados, Dudu Holanda já anunciou sua entrada na legenda. Já os deputados estaduais Sérgio Toledo e Isnaldinho Bulhões, ambos do PDT, devem ser os próximos. O deputado sertanejo nega, mas o prefeito de São Paulo deve conversar com ele.

O partido, de acordo com informações da Executiva Nacional, deverá ter o seu registro legalizado no dia 30 de junho. Pela atual legislação, qualquer político pode se mudar para uma legenda que esteja se formando sem ser acusado de infidelidade partidária.


Postado em 03/05/2011 às 02:17 0

Veto ao aumento de salário dos deputados: Dia promete ser quente na ALE


Por Redação

Assessoria - ALE

Plenário da Assembleia

Finalmente após vários dias de intensa negociação sem que houvesse sucesso deve ser lido na sessão de hoje os vetos do governador que vem trancando a pauta na Assembleia legislativa de Alagoas.

O veto que causa mais polêmica é aquele que impede o projeto de lei que reajusta os vencimentos dos parlamentares que deve ser posto em votação no máximo amanhã. Os deputados devem seguir o entendimento do relator do veto na CCJ, Sergio Toledo e derrubar o ato do governador.

Outro veto que também deve ser derrubado é o que versa sobre Projeto lei que impede que apenas jornalista com formação exerça a função no serviço público.

A ação proposta pelo deputado Judson Cabral, do PT , conta com o apoio do Sindicato dos Jornalistas do Estado, que deve estar presente hoje ao plenário da Assembleia Legislativa.

A greve deflagrada por sindicatos pertencentes a CUT também deve ser tema de debates acalorados na Casa de Tavares Bastos, é aguardar para ver.

Após análise dos pareceres, os vetos deverão ser apreciados pelo plenário, o que fará com que a pauta da Casa seja desobstruída, permitindo que os trabalhos do Parlamento voltem à normalidade.

“Estamos analisando os vetos. Acredito que nesta terça-feira apreciaremos o parecer da Comissão de Constituição e Justiça e, posteriormente, o veto propriamente dito”, informou o deputado Inácio Loiola
 


Postado em 03/05/2011 às 01:47 0

Zé Muniz confirma candidatura e dispara: O Cicero Almeida devia estar preso


Por Redação

A vez do Povo na Tv - reprodução

José Muniz

Personagem polêmico e controvertido da política alagoana, José Muniz, concedeu ontem entrevista no programa "A Vez do Povo na TV”, Na NET canal 12, apresentado por Ildo Rafael e destilou sua conhecida ironia.

Ze Muniz, como é conhecido, confirmou que será candidato a prefeitura de Maceió em 2012 e a justificativa para isto foi simples. “Os eleitores de Alagoas não me elegem, por isso não deixo de ser candidato”

O candidato falou que deve estar de volta ao PMDB, partido que ajudou a fundar em Alagoas e não deixou de tecer críticas aos políticos locais sem exceção. “Alagoas virou uma bomba de políticos corruptos e está nesta situação por conta dos que governam este Estado a tanto tempo” explicou ele.

Ele foi duro com o governador Teotônio Vilela a quem chamou de fraco e principalmente com o prefeito Cicero Almeida a quem desferiu críticas e até mesmo ofensas.

“Todos sabem que o prefeito de Maceió enriqueceu no cargo, ele roubou, é corrupto e para ele o único lugar que deveria estar é dentro de uma prisão, então vou deixar claro, o Cicero Almeida deveria estar preso” disparou ele.

José Muniz finalizou a entrevista dizendo que não está desaparecido, mas que não encontra espaço mais nos veículos de imprensa locais, pois é censurado. “Eu falo a verdade na cara, e nenhum veículo de imprensa me entrevista mais” explicou ele.
 


Postado em 03/05/2011 às 08:40 0

Dilma muda agenda e recebe dois ministros durante repouso


Por Redação

A presidente Dilma Rousseff, que teve pneumonia diagnosticada, se reuniu com pelo menos dois ministros nesta segunda-feira no Palácio da Alvorada, apesar de oficialmente ter cancelado os compromissos de sua agenda, informou uma fonte do governo. Apesar da recomendação médica de repousar por alguns dias antes de retomar a agenda, Dilma terá encontros com o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, e com o ministro da Casa Civil, Antônio Palocci.
Palocci vai tratar com Dilma da questão dos aeroportos. Esse encontro constava na agenda oficial de Dilma para esta segunda-feira, antes de ela ser internada no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, quando foi confirmado o diagnóstico de pneumonia leve. Nessa reunião, segundo a fonte que não quis se identificar, ela pretende discutir como o governo levará adiante a concessão dos terminais de Campinas, Guarulhos e Brasília, anunciada sem detalhes por Palocci na semana passada, durante reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES).
Dilma não requisitou cuidados médicos especiais desde que retornou de São Paulo a Brasília, no fim da manhã desta segunda. A presidente aproveitou o período em que ficou no hospital para fazer exames de rotina, que estavam agendados para o final desta semana. A mesma equipe médica que sempre a acompanha está de prontidão no Palácio da Alvorada, residência oficial.
Segundo a fonte, a presidente está bem disposta a planeja inclusive retomar os despachos no Palácio do Planalto na terça-feira, dependendo da evolução do tratamento por antibióticos.
Em 2009, Dilma passou, com sucesso, por um tratamento contra um câncer no sistema linfático, detectado em estágio inicial. Na semana passada, por causa de uma gripe, a presidente cancelou duas vezes viagem ao Rio de Janeiro para participar da edição latino-americana do Fórum Econômico Mundial. Dilma chegou a realizar reuniões no Palácio da Alvorada, residência oficial, em vez de usar o Palácio do Planalto


Postado em 02/05/2011 às 10:29 0

Convenção Estadual do PSDB mantém Claudionor Araújo na presidência

Governador Teotonio Vilela Filho é o presidente de honra dos tucanos


Por Redação

Cerca de 300 pessoas prestigiaram no último sábado, dia 30, a Convenção Estadual do PSDB, realizada na sede do Partido, no bairro do Farol, em Maceió. O evento, que reuniu tucanos de todo o Estado, líderes comunitários, integrantes da Juventude PSDB e filiados de vários bairros da capital e caravanas de municípios, teve clima de festa na, pois foram eleitos por aclamação, além de efetivos e suplentes da Executiva, os integrantes dos Conselhos Fiscal e de Ética e delegados.

Para o novo Diretório Estadual do PSDB, eleito e empossado ontem, foram nomeados 51 membros efetivos, mantendo-se o presidente Claudionor Araújo no comando da legenda e o governador Teotonio Vilela Filho como presidente de honra dos tucanos. Além dos efetivos, foram empossados cinco suplentes e os 16 integrantes da Comissão Executiva Estadual do PSDB Alagoas.

A chapa tem como vice-presidentes o secretário Estadual da Saúde, Alexandre Toledo, o secretário chefe do Gabinete Civil Álvaro Machado e o deputado federal Rui Palmeira. Também compõem a Executiva Estadual os seis parlamentares tucanos da Assembleia Legislativa do Estado: Fernando Toledo, Edival Gaia Filho, Joãozinho Pereira, Nelito Gomes de Barros , Gilvan Barros e Inácio Loiola Damasceno. Outros líderes tucanos fazem parte da chapa, que vai comandar o partido pelos próximos dois anos.

Na ocasião, o presidente Claudionor Araújo foi homenageado por conta de suas ações à frente do PSDB, principalmente por popularizar o partido, buscando atender a demanda das comunidades. O presidente recebeu como homenagem uma placa ofertada em nome dos segmentos que hoje compõem a militância do PSDB: O PSDB Mulher, PSDB Comunidade e Juventude PSDB, e agradeceu, emocionado. “Esta homenagem não é mérito do presidente, mas de um conjunto de forças, de lideranças e ações que têm contribuído com o crescimento do partido”, disse o presidente reeleito, compartilhando a homenagem com todos os presentes. “O PSDB e o governo de Alagoas fizeram Secretário de Estado um ex-operário de Usina”, destacou, emocionado, ao lembrar sua trajetória como sindicalista e sua militância política, que contou com vários aliados.

O governador Teotonio Vilela Filho e o vice-governador José Thomaz Nonô prestigiaram a Convenção, fazendo um rápido balanço do início da segunda gestão de Vilela e destacando a importância do PSDB na história política de Alagoas.