Maceió

Postado em 03/05/2012 às 08:17 0

Delegado não descarta que atentado tenha partido do presídio


Por Redação

Facebook

Gilson Medonça, gerente geral do Cadeião

A investigação do atentado sofrido pelo gerente geral do “Cadeião”, Gilson Mendonça, está apenas no começo, mas os primeiros depoimentos e outros três que acontecem nesta quinta-feira (03), podem ajudar a polícia num possível esclarecimento do caso, uma vez que a hipótese do atentado ter sido planejado de dentro do presídio não tenha sido descartada.

Segundo o delegado do 4º Distrito Policial, Robervaldo Davino, responsável pelo caso, ainda é cedo para fazer afirmações, mas não está descartada a possibilidade da ordem do atentado ter partido do presídio.

“Os depoimentos foram importantes, mas não é possível dizer nada agora sem certeza e também porque iria prejudicar a investigação. Mas, é possível que o atentado tenha sido motivado por conta do seu trabalho”, disse Davino.

Os depoimentos prestados a Robervaldo Davino foram da própria vítima, Gilson Mendonça, gerente geral do “Cadeião”, da sua esposa, do motorista que dirigia o veículo no momento do acidente, um agente penitenciário e mais duas pessoas.

Ainda nesta quinta-feira, o delegado confirmou que mais três depoimentos serão prestados e a partir daí, junto com as outras informações preliminares e os depoimentos recentes, será possível assumir uma linha e direcionar os suspeitos pelo atentado.

O CASO

O gerente geral da Casa de Detenção de Maceió, o “Cadeião”, Gilson Mendonça da Silva, foi vítima de um atentado na manhã da última segunda-feira (30), véspera de feriado na capital alagoana, onde dois homens em uma moto efetuaram vários disparos, atingindo o funcionário público.

Gilson Mendonça saiu para trabalhar na manhã da segunda-feira, quando motorista do sistema prisional foi apanhá-lo em sua residência e ruas depois, quando reduziu a velocidade para passar em um “quebra-mola”, foi cercado por dois homens em uma moto, que efetuaram vários disparos.


Postado em 03/05/2012 às 07:45 0

Caminhão baú é "fechado" e tomba na AL-101 Norte


Por Redação

Michelle Farias

Acidente na AL 101 Norte

Um acidente por pouco não deixou feridos, mas deu um grande susto em quem passava em um dos trechos da AL-101 Norte, próximo ao bairro de Ipioca, em Maceió. Um caminhão baú foi fechado por um carro até agora não identificado e para não causar um acidente de grandes proporções, tombou e ficou atravessado na via.

De acordo com o motorista do caminhão, João Correia, que seguia para o Trapiche da Barra onde iria buscar um carregamento, um veículo Doblo de cor e placa não identificado, fez uma manobra irregular, fechando o caminhão, e para evitar um acidente maior, o condutor fez uma manobra que acabou tombando o veículo.

“Eu tenho muitos anos de carreira e isso nunca aconteceu. Tive que me virar para não causar um acidente ainda maior”, disse o condutor que saiu ileso, mas aparentava estar muito assustado com o acidente.

Viaturas do posto policial próximo ao acidente estavam no local, conduzindo o fluxo do trânsito que estava lento e aguardando um guincho para retirar o veículo da via.
 


Postado em 03/05/2012 às 06:54 0

Dengue hemorrágica: cinegrafista precisa de doações de sangue


Por Redação

O cinegrafista da TV Pajuçara, Henrique Moura, está internado no Hospital Unimed, em Maceió, e precisa de doações de plaquetas. Ele apresentou um quadro de dengue hemorrágica e a família solicita o apoio de amigos para ajudarem na recuperação do jovem.

Para isso, eles pedem doação de sangue tipo A Positivo e O Positivo. As doações podem ser feitas nesta quinta-feira (03), no Hemopac, localizado na Praça Centenário, no bairro do Farol.

Qualquer informação, entrar em contato com Ana pelos telefones 9116-5140/8871-1734/ 9921-1077.


Postado em 03/05/2012 às 06:36 0

Melhora estado de saúde de esportista que caiu de asa delta


Por Redação

Ivan Nunes - Blog A Palavra

O jovem Márcio Sérgio de Lemos, 31 anos, internado no Hospital Geral do Estado (HGE) após sofrer um grave acidente durante um vôo de asa delta no município de União dos Palmares, interior de Alagoas, apresentou evolução em seu quadro clínico, segundo o boletim médico divulgado pelo hospital na manhã desta quinta-feira (03).

Apesar de continuar internado na ala vermelha do HGE, Márcio Sérgio apresentou melhora clínica e já respira sem a ajuda de aparelhos. O estado de saúde é considerado estável e ainda não há previsão de alta médica.

O acidente aconteceu na última terça-feira (1º). O jovem esportista, praticante de vôo livre, estava acompanhado de alguns amigos quando na região da Serra da Barriga, local onde existe uma rampa e é utilizado por várias pessoas para a prática de asa delta.

Sem o auxílio do instrutor, a vítima arriscou o vôo após ter comprado o equipamento. Instantes após o salto, Márcio Sérgio perdeu o controle da asa delta e caiu de uma altura de mais de 10 metros, ferindo-se gravemente. Ele acabou sendo socorrido por amigos e levado imediatamente ao hospital, com várias lesões pelo corpo, principalmente na cabeça.

O instrutor de vôo livre Luis Resende, que havia dado três aulas a Márcio disse ontem à imprensa que o curso não havia sido finalizado e que o jovem não tinha nenhuma experiência para saltar.
 


Postado em 03/05/2012 às 06:11 0

Municípios alagoanos conhecem projeto do Plano Estadual do Turismo

Apresentação será feita pelos técnicos do IADH e acontecerá na próxima segunda-feira, às 10h, no Centro de Convenções


Por Redação

A Secretaria de Estado do Turismo realiza na próxima segunda-feira, 7, às 10h no Centro de Convenções um seminário de apresentação do projeto do Plano Estadual do Turismo, visando a construção do documento. Este, faz parte das ações estruturantes para o desenvolvimento do turismo no Programa Alagoas Tem Pressa.

Com previsão de entrega no mês de outubro de 2012, o Plano Estadual, desenvolvido para atuação de 2013 a 2023, será coordenado pelo Instituto de Assessoria para o Desenvolvimento Humano (IADH) e terá a participação de técnicos e gestores da Setur-AL, além das lideranças que atuam no setor em cada região.

Segundo Raquel Tenório, secretária adjunta do Turismo, o documento orientará os municípios onde serão construídos programas e projetos para atender as necessidades das comunidades listadas nas oficinas regionais.

IADH - “O Instituto foi escolhido pela Setur porque além de ter desenvolvido trabalhos por todo o país e América Latina, tem bastante experiência com a pasta do turismo. Hoje sua atuação é focada nas áreas de Planejamento e Gestão do Desenvolvimento Territorial; Desenvolvimento Produtivo e Geração de Trabalho e Renda; Desenvolvimento Rural Sustentável e Agricultura Familiar; Governança e Turismo Sustentável; Desenvolvimento Cultural Comunitário; Desenvolvimento Institucional e Melhoria da Gestão Pública; Microfinanças e Serviços Financeiros de base Territorial; Formação de Agentes e Multiplicadores; Comunicação; Sistemas de Informações Gerenciais para Monitoramento e Avaliação; Agenda 21 e Desenvolvimento Ambiental”, conta a secretária adjunta.


Postado em 03/05/2012 às 02:51 0

Servidores do Judiciário Federal poderão ter os salários reajustados


Por Redação

Jonathas Maresia

Auditório da Justiça Federal

Magistrados, procuradores da República e servidores do Judiciário Federal e do Ministério Público poderão ter aumento nos salários, após o Ministério Público Federal (MPF) solicitar à presidente Dilma Roussef a inclusão do reajuste no orçamento da União, alegando o descumprimento da Constituição ao não reservar R$ 7,7 bilhões previstos para este ano.

A vice-procuradora geral da República, Déborah Duprat pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) que obrigue o Executivo a mandar essa reserva para aumentos no orçamento de 2013, o que deve ser feito até agosto. Mas, o relator do caso, ministro Joaquim Barbosa, deve levar a ação direta de inconstitucionalidade - aberta por uma associação de servidores do Judiciário - ao plenário do STF só no segundo semestre.

O objetivo da entidade era declarar o orçamento inconstitucional, o que paralisaria o país, com a suspensão imediata das obras, por exemplo. Por isso, a procuradora propôs apenas que a presidenta seja obrigada a mandar a proposta de aumento no próximo orçamento.

“O que se propõe (…) é exortar a presidenta da República a incorporar, na proposta orçamentária de 2013, as propostas do Judiciário e do MPU”, escreve a vice-procuradora-geral em seu parecer à ação. Mas, segundo ela, o Legislativo pode negar o aumento ou fazer modificação nos valores apresentados pelo Executivo. A ação pode ainda, resultar na elevação dos vencimentos dos ministros do STF e do procurador geral da República dos atuais R$ 26,7 mil para R$ 32 mil.

Também seriam elevados os salários dos 120 mil servidores do MP e do Judiciário da União e haveria aumentos para magistrados e membros do Ministério Público nos estados num segundo momento. É o que lembra o coordenador jurídico do Sindicato dos Servidores do Judiciário Federal em Alagoas, Paulo Falcão.

“Existem dois projetos diferente no Congresso. O 6613 prevê aumento para os servidores do judiciário federal e Ministério Público da União. Já o 6613 para juízes e procuradores federais. Desde 2009 aguardamos um encaminhamento, mas o governo vetou o reajuste. Quando tem aumento na esfera federal os Estados também recebem um percentual”, afirmou ele.

Falcão lembrou que a categoria fez uma paralisação nacional para sensibilizar o governo. Ele disse ainda, que os servidores federais vão participar, na sexta-feira, de uma plenária nacional em São Luis do Maranhão, para definir um calendário de atividades.

“Em Alagoas ficaram 74 dias em greve, em busca desses recursos. Foi uma mobilização nacional, em alguns Estados os servidores passaram 200 dias em greve. Na próxima quarta vamos visitar os cartórios eleitorais e fazer uma mobilização com carro de som aproveitar que é o último dia para recadastrar o título”, informou.

Já o presidente da Associação Alagoana dos Magistrados, Pedro Ivens afirmou que os salários dos juízes estaduais não são reajustados há 5 anos. “A AMB vem lutando para conseguir o aumento, o interessante nesse caso é que outras carreiras do Judiciário seriam beneficiadas”, ressaltou


Postado em 03/05/2012 às 02:16 0

Precatórios: juiz diz que Alagoas “copiou” pior maneira

O CNJ quer ouvir dos Tribunais as principais necessidades


Por Redação

Assessoria

Diógenes Tenório de Albuquerque

O coordenador do Setor de precatório do Tribunal de Justiça de Alagoas, Diógenes Tenório de Albuquerque, classificou como positiva a iniciativa do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) de ouvir as principais dificuldades que os Tribunais têm enfrentado na área. Historicamente, Alagoas apresenta um grande número de jurisdicionados que buscam seus direitos. Muitas vezes, morrem e não tem acesso ao pagamento.

À reportagem, o magistrado revelou que terá o maior prazer em ser questionado pelo CNJ, já que há diversos problemas na condução dos pagamentos.

“Acredito que o direito do jurisdicionado deve ser preservado sempre. Aqui no Tribunal, garantimos esse direito. Essa deveria ser a condução de todos, mas nem sempre existe esse comportamento. São anos e mais anos emperrado na gaveta. Na verdade, deveria haver o mesmo princípio para todos. E, por diversos motivos, isso não acontece”, criticou.

Diante dos vários pontos questionados por Tenório, ele lamentou profundamente o rumo que muitos precatórios seguem.

“O principal problema é falta de recursos. Outro, é quando o jurisdicionado é enganado e tem furtado o direito de receber o valor integral do que é seu de direito. São realizados dois cálculos e nem sempre os valores são reais. Uma boa maneira de resolver essa problemática seria a unificação do pagamento. Assim, impediríamos a existência de ações externas com objetivo alheio ao direito constituído”,pontuou. ‘

Ainda segundo o magistrado, o estado de Alagoas copiou a pior maneira de efetuar o pagamento das dívidas.“Infelizmente, ainda enfrentamos sérios problemas. Acredito que com a atuação do CNJ resolveremos, em parte, essas necessidades históricas”, ponderou.

O objetivo do CNJ é coletar informações para a realização de um seminário para discussão do assunto e adoção de medidas de apoio aos Tribunais na administração dos precatórios.


Postado em 02/05/2012 às 17:48 0

Paralisação de obra provoca protesto no Feitosa


Por Redação

Gilca Cinara

Moradores tem dificuldade para passar no local

Moradores da Rua Novo Jardim, no bairro do Feitosa, bloquearam na noite desta quarta-feira (02), a Avenida Governador Lamenha Filho, principal via de acesso ao bairro. O motivo do protesto, segundo moradores, é paralisação da obra de pavimentação na rua.

A reportagem do CadaMinuto esteve no local e conversou com alguns moradores. O representante da manifestação, Carlos Jorge, disse que há mais de sete meses a obra está incompleta e um buraco foi aberto impedido à passagem de carro no local.

“Várias pessoas já tiveram dengue devido à água suja que acumula nesse buraco, além do risco que as crianças correm de cair dentro, quando estão brincando perto”, contou Carlos Jorge.

Os moradores disseram ainda, que durante esse tempo quando precisam chamar o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), eles têm que se descolar para a Avenida, pois o veículo não consegue passar no local. “Uma vez um motoqueiro caiu e tivemos a maior dificuldade para retirá-lo e prestar o socorro”, contou uma moradora.

A avenida foi interditada com galhos e pneus. Uma equipe do Gerenciamento de Crise da Polícia Militar esteve no local e conseguiu a liberação da via, após agendar uma reunião para as 9h, na sede do órgão, no bairro do Centro, com o engenheiro responsável pela obra.

“Essa semana eles (a prefeitura) deram continuidade a pavimentação de outras ruas vizinhas, mas a nossa continua parada até hoje. É preciso que se tome uma providência, antes que aconteça uma coisa pior”, afirmou Carlos Jorge.


Postado em 03/05/2012 às 04:36 0

Perícia de AL ganha reforço de profissionais enviados pela FNSP


Por Redação

O setor de perícia criminal em Alagoas vai contar com o auxílio de quatro peritos enviados pela Força Nacional de Segurança Pública, que vão atuar nos exames balísticos das mais de 1.200 armas apreendidas em todo o Estado. A equipe foi apresentada nesta quarta-feira (2) ao secretário da Defesa Social, Dario Cesar, pelo coordenador do setor de Perícia da FNSP, Silvio Garcez.

De acordo com a Seds, o volume de apreensão de armas de fogo pela Polícia Militar vem crescendo a cada mês, aumentando a demanda nos exames de balística pelo Instituto de Criminalística (IC), que possui no seu quadro funcional 39 peritos. A média de apreensão de armas pela PM chega a ser de 110 a cada mês.

“Com mais essa ajuda do Ministério da Justiça, vamos acelerar o trabalho de perícia de armas apreendidas que se encontram estocadas no Instituto de Criminalística”, disse Dário Cesar. Segundo ele, com o concurso púbico a ser promovido este ano, serão contratados 40 novos peritos, duplicando o efetivo do IC.

Na ocasião, o secretário informou que o projeto de construção do novo IC deverá ser concluído ainda esta semana. O órgão será construído na área do Complexo do CPFor (Centro de Perícia Forense), no Tabuleiro, que abrigará inicialmente o prédio do IML (Instituto Médico Legal) de Maceió. A ordem de serviço já foi autorizada pelo Governo.

“Pelas nossas estimativas, acreditamos que no período de três meses a equipe de peritos deva concluir os exames balísticos das mais de mil armas apreendidas”, disse Silvio Garcez. Ele garantiu ainda, que se for necessário, a FNSP poderá enviar outra equipe de peritos para ajudar nesse trabalho.

Dentro da parceria com o Ministério da Justiça, o Instituto de Criminalística irá receber mais um kit de comparador balístico, composto por microscópio, câmera fotográfica e computador. “Com mais esse equipamento, vamos ter condições de atender à demanda nos exames balísticos de armas de fogo”, disse a diretora do IC, Rosana Coutinho.


Postado em 03/05/2012 às 04:18 0

Governo de Alagoas renegocia serviços de internet com a Oi


Por Redação

Pouca gente sabe diferenciar serviços de internet banda larga (uso doméstico) com serviços de internet corporativa, utilizada em bancos, governos e grandes empresas. Quando o assunto recai sobre os valores cobrados no Ponto de Acesso Cliente (PAC) a primeira reação é comparar os preços com a banda larga do mercado, tecnologias diferentes entre si principalmente quanto à oferta de serviços. Ao contrário do PAC, a banda larga não oferece priorização de tráfego, garantia de banda (geralmente é menos de 10% do estipulado) e segurança.
Apesar das diferenças de qualidade técnica, o Governo de Alagoas, através do Instituto de Tecnologia em Informática e Informação do Estado (Itec), iniciou um realinhamento de execução contratual com a empresa Oi, em vista a redução de custos dos links corporativos. Na última sexta-feira (27), a Oi apresentou ao Itec as diferenças entre os serviços e expôs os valores do PAC cobrados em outros estados.

“Entendemos que os valores de uma rede corporativa não podem ser comparados aos valores de banda larga. O contrato firmado entre o Governo e a Oi para os links de internet corporativa é de 2010, hoje o cenário é outro e por isto estamos conversando, objetivando renegociar os custos e a qualidade desses serviços”, comenta o diretor-presidente do Itec, Nelson Menezes.

A curto prazo, a Oi já trabalha no sentido de apresentar uma nova proposta de renegociação com o Governo. A proposta vai culminar em melhores condições para o Estado que resultem em soluções na área financeira, de demandas e na necessidade de ampliação de links.

“Quando iniciamos o contrato houve uma preocupação com a quantidade de circuitos instalados e a instalar em relação aos custos a serem despendidos pelo Governo, em função da carência de recursos e da necessidade de atender a demanda dos diversos órgãos usuários da rede”, enfatiza o assessor técnico do Itec, Denivaldo Targino.

Entenda as diferenças entre a Infovia e a banda larga comercial:
No parecer feito pelo consórcio Oi e Vectra, as empresas esclareceram que o Ponto de Acesso a Cliente (PAC) tem como característica principal interligar os órgãos estaduais (postos de saúde, delegacias, postos fiscais) de todos os municípios ao Itec, para que eles tenham acesso a sistemas, à internet e às soluções disponibilizadas pelo Governo de Alagoas (tais como o Siafem, Siplag, dentre outros) utilizando toda a infraestrutura de segurança implantada no Itec (anti-spam, firewall e antivírus), além da gerência dos serviços. Os links do Governo permitem acesso direto aos sistemas com segurança e rapidez.

Diferente de um contrato de banda larga, o PAC prevê a instalação de novos pontos de acesso em qualquer unidade do Governo, independente dos custos que acarretem para a empresa. Como exemplo recente, a Oi usou a instalação de PAC Dados em uma penitenciária na região rural de Arapiraca, cujo investimento alcançou o valor de R$ 170 mil.

O PAC é baseado na metodologia Multi Protocol Label Switching (MPLS), mecanismo de transporte de dados para a criação de redes virtuais, ou na Rede Privada Virtual (VPN). É fornecido através de conexões ou links dedicados que trafegam com a mesma velocidade que foi contratada.

A ideia da VPN é criar uma rede entre as diversas instituições do Governo de Alagoas para que todos os serviços transportados através dela tenham a sua prioridade definida de entrega. Se fosse uma rede comum de computadores nada teria prioridade e toda a informação seguiria numa fila única, por ordem de chegada e sem a devida segurança.

O MPLS traz consigo o conceito de QoS (Quality of Service), que é um conjunto de técnicas para gerenciar a qualidade dos serviços para redes de comunicação de dados. O Ponto de Acesso Cliente (PAC Dados) utiliza o conceito de QoS, ou seja, os pacotes são “etiquetados” e priorizados na entrega do serviço. A Infovia foi implantada para trafegar Dados, Voz e Vídeo de forma eficiente e cada tipo de informação recebe o correto tratamento.

O ‘Acesso Banda Larga à Internet’ é um serviço que prevê apenas acesso à internet, sem SLA, sem gerência e com segurança sob responsabilidade exclusiva do usuário. É um serviço originalmente criado para o varejo, mas que também é fornecido ao mercado empresarial para um segmento de clientes que não exige alta confiabilidade, nem tampouco criticidade em suas operações.

O Service Level Agreement (SLA) deste serviço é de até 48 horas, já que o mesmo está baseado no funcionamento conjunto com a linha telefônica. Os links de ‘Acesso Banda Larga à Internet’, são links “estatísticos” de conexão à internet, os quais não garantem a velocidade contratada. Garantem somente uma porcentagem da banda contratada.

Estes links comerciais variam sua velocidade de acordo com o uso geral de tráfego de outros clientes, que também possuem o serviço. Não há fornecimento de range de endereços IP neste tipo de serviço, dificultando a implantação de servidores e aplicativos.
 


Postado em 03/05/2012 às 03:55 0

Conhecer discute novas utilidades para o girassol


Por Redação

O Programa Conhecer desta quarta-feira (2), que vai ao ar às 20h na TV Educativa, recebe o professor José Gomes Chaves, coordenador de uma pesquisa alagoana sobre o uso do girassol na agroindústria, que está repercutindo no meio acadêmico internacional e será apresentada nos Estados Unidos.

O estudo é desenvolvido no município de Santana do Ipanema e pretende conhecer o potencial máximo de produtividade desta flor, que além de ser bela, serve para a produção de óleo comestível e ração animal.

Sobre o programa

Dar visibilidade e divulgar a produção científica, tecnológica e as inovações em Alagoas. Essa é a proposta do programa semanal Conhecer, exibido sempre às quartas-feiras, às 20h, com reapresentação às quintas-feiras, ao meio dia, e aos sábados, às 15h30.

Com linguagem coloquial, objetiva e descontraída, o programa se propõe a levar a público os diferenciais e o que está acontecendo de relevante em universidades e centros de pesquisa alagoanos em termos de projetos, pesquisa e extensão, ressaltando os objetivos e os benefícios que poderão advir em benefício da coletividade.

Comportando entrevistas, reportagens, imagens e apoio gráfico, o Conhecer se propõe a divulgar o uso da ciência e da tecnologia para a solução de problemas e sua aplicação prática no dia a dia das pessoas.

Com meia hora de duração, o programa tem apresentação do jornalista Clayton Santos, produção de Vera Valério, edição de Chris Duarte e Daniel Lima e imagens do cinegrafista Samuel Limeira.
 


Postado em 03/05/2012 às 01:59 0

Ação de combate à hipertensão mobiliza população na orla marítima


Por Redação

Realizada com o objetivo de mobilizar a população para os cuidados preventivos contra os riscos da hipertensão arterial, a semana comemorativa do Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão teve, além das atividades educativas e de lazer, nas unidades de saúde, uma ação diferenciada na orla marítima da cidade.

A ação foi feita em parceria com as coordenações de Promoção e Educação em Saúde (COPES) e de Doenças e Agravos Não Transmissíveis (DANT), e beneficiou 150 pessoas com orientações, distribuição de material educativo, pesagem, medição de glicemia capilar e a aferição da pressão artérial.

Instalada na Feirinha da Pajuçara no horário das 16h às 18h30, período de grande movimentação naquela área, a equipe composta por nove profissionais, informou que a maior parte das pessoas que se submeteram aos exames não apresentaram alterações.

“A maioria estava com a pressão e a glicemia normalizadas. Mas os poucos casos que apresentaram alguma alteração, foram encaminhados e orientados a procurarem a unidade de saúde mais próxima de sua residência, para uma avaliação mais completa”, afirmou a psicóloga do Programa de Hipertensão e Diabetes (Hiperdia), Luciana Oliveira.

A coordenadora do Hiperdia, Thaís Barreto, acrescentou que o objetivo das ações, desenvolvidas durante toda a semana, foi esclarecer e alertar a população com relação aos cuidados que devem ser tomados para evitar as consequências graves que a doença pode acarretar.