Pré-candidato a federal, ex-prefeito garante apoio de parlamentares

Foto: Facebook 472e2278 2702 4f2b b576 bc76d8b1eec8 De Igreja Nova, Henrique e o Alderes, além dos vereadores Nado do Povão (PRTB) e Alando Lima (PROS)

Pré-candidato a deputado federal, o presidente do Partido Social Democrático em Alagoas (PSD) e ex-prefeito de Feliz Deserto, Maykon Beltrão, recebeu - ontem (07) - mais adesões para sua candidatura à Câmara dos Deputados. 

Em busca de apoios e percorrendo o Estado de Alagoas, com o intuito de fortalecer seu nome na disputa por uma das nove vagas de federal, o ex-prefeito se reuniu com vereadores de Igreja Nova, Anadia e União dos Palmares. 

Em suas redes sociais, Maykon Beltrão publicou fotos do encontro ocorrido na sede do Partido Social Democrático (PSD), em Maceió, na noite de ontem (07). 

Nado do Povão - PRTB - e Alando Lima - PROS - (Igreja Nova), Raymi Barros (PSD - Anadia)  e Elvinho (PV - União dos Palmares) garantiram trabalhar em busca de parcerias - nos respectivos municípios - para eleger o candidato a deputado federal da família Beltrão. 

"Recebi os amigos de Igreja Nova, Henrique e o Alderes, além dos vereadores Nado do Povão e Alando Lima, tratando de assuntos de interesses do povo igreja-novense. Por Anadia, o vereador Raymi Barros também esteve em busca de parcerias para o seu município. Já de União dos Palmares, o Célio Duarte e o vereador Elvinho trouxeram demandas para que possamos - juntos - trabalhar pela cidade palmarina", escreveu MB. 

Mais apoios

No final do ano passado, dos quinze (15) vereadores que fazem parte da Câmara Municipal de Coruripe, 14 - e os suplentes - estarão "marchando" juntos do candidato a deputado federal da família Beltrão. 

Gutte Brêda, Mesaque, Ailton do Nelson, Henrique Chicão, Edinho, Hugo Beltrão, Elieser, Roberta Beltrão,  Neguinho do Newton, Laranjinha, Juarez, Zé da Ní, Di do Jazon, Maurício da Farmácia, Dalmo e Neto Mota se reuniram para dizer 'sim' ao nome indicado pelo grupo político à Câmara dos Deputados. 

No litoral sul, MB conta ainda com várias lideranças políticas, demais vereadores e prefeitas (os) de Coruripe (Joaquim Beltrão), Jequiá da Praia (Jeannyne Beltrão), Feliz Deserto (Rosiana Beltrão), Piaçabuçu (Djalma Beltrão) e Penedo (Március Beltrão).

Maykon Beltrão continua se reunindo (basta acompanhar suas redes sociais) com lideranças alagoanas para tratar assuntos referentes à política alagoana e aos municípios, bem como, visando o fortalecimento e crescimento do PSD em Alagoas. 

Por fim, vale ressaltar: o deputado estadual João Beltrão (PSD) vai - novamente -  disputar o sétimo mandato na Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE).

Redes Sociais: Kleversonlevy  

Email: kleversonlevy@gmail.com 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Ministros alagoanos dão o 'tom de despedida' dos cargos

Foto: Raul Plácido B6800277 3928 45cb b79a b87b737be560 Ministros participam da assinatura da ordem de serviço de dragagem do Porto de Maceió

No dia de ontem, 05, a assinatura da ordem de serviço de dragagem do Porto de Maceió foi em 'tom de despedida' para os ministros e deputado federais licenciados, Marx Beltrão (Turismo - MDB) e Maurício Quintella (Transportes, Portos e Aviação Civil - PR). 

O evento que contou com a participação do governador Renan Filho (MDB), além do vice-prefeito de Maceió, Marcelo Palmeira (PP),  atraiu também milhares de prefeitos, vereadores, deputados estaduais e lideranças políticas que foram prestigiar Beltrão e Quintella -  responsáveis pelos investimentos trazidos para Alagoas via Governo Federal. 

Contudo, o que chamou atenção foram os discursos dos ministros ao afirmarem - diante dos presentes - que estarão deixando suas pastas até o final de março, antes do prazo da desincompatibilização para quem vai concorrer aos cargos eletivos em 2018. 

Maurício Quintella, no entanto, fez um balanço - rápido - de sua trajetória à frente do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil 'desenando' os investimentos para Alagoas, a exemplo das duplicações das BRs-101 e 316, bem como, viaduto da PRF, aeroportos e tantas outras obras pelo Estado. 

Já Marx Beltrão reiterou seu compromisso com o povo alagoano destacando que o turismo cresceu significativamente no período em que comanda a pasta. De investimentos, por exemplo, o ministro fez um cálculo - junto de sua equipe -  e informou que em pouco mais de um ano Alagoas recebeu em torno de R$ 1 bilhão em obras que alavancam o turismo local.

Fora isso, o que ficou extremamente claro nas palavras do dia foi o desejo de ambos - Quintella e Beltrão - de disputarem o Senado Federal. Ou, quem sabe, no caso de Maurício Quintella, disputar à reeleição para Câmara dos Deputados.

Por fim, o "zum zum zum" dos presentes foi a de que os ministros são essenciais para construção do que avaliam - via bastidores - como a "cara da nova política alagoana".

Todavia, Beltrão e Quintella mostraram resultados positivos - em investimentos e serviços prestados para Alagoas - diante dos cargos que ocupam até o fim de Março.  

Agora, o reconhecimento maior deve vir (e sair) das urnas de outubro. 

É esperar o pleito de 2018 e suas respostas!

Redes Sociais: Kleversonlevy   

Email: kleversonlevy@gmail.com

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Arthur Lira é líder na Câmara e causa "ciúmes" em Alagoas

Foto: Facebook/Arquivo B7a38461 36a3 4c8c 9bec 909ff7a0e3b2 Deputado federal Arthur Lira (PP)

Em pleno ano eleitoral, o parlamentar que se destaca - nacionalmente - ganha holofotes midiáticos que o ajudarão em sua campanha à reeleição de outubro. 

Foi o que aconteceu esta semana com o deputado federal Arthur Lira (PP) que - agora - lidera 244 parlamentares entre os partidos PP, MDB, DEM, PSB, PDT, PODE, PCdoB, PSC, PHS, AVANTE e PEN.

Essa considerada "força" de Lira ganhou mais reforço por conta de sua sigla, o PP, ter na base aliada 45 integrantes e obtendo a terceira maior no Congresso Nacional. 

Em Brasília, Arthur Lira também ganha o reconhecimento pelo 'trânsito livre' com o Governo Federal, entre os Ministérios de Temer, e boa articulação política com os colegas de parlamento. 

Por outro lado, em Alagoas, com sua imagem positiva na Capital Federal, o pepista  causa "ciúmes" em alguns grupos políticos que não aceitam que ele - Arthur -  e o pai - o senador Biu de Lira - permaneçam com tanta força que deem sustenção para angariar votos-aliados no pleito de outubro. 

Foi o que disse uma fonte do blog ao revelar que - se Arthur e Biu - tiverem mais notoriedade, em meados de 2018 e aliado ao apoio que receberão do Governo Federal, a eleição em Alagoas ficará menos complicada para família 'De Lira'.

Sem falar, reforçou a fonte do blog, o número de Prefeituras que garantem o apoio à reeleição de pai e filho para o Congresso Nacional.  

Será? 

Contudo, para os especialistas da política alagoana Arthur Lira garante - sem dúvidas - seu retorno à Câmara dos Deputados pelas lideranças que declaram apoio à sua candidatura; prefeitas e prefeitos aliados; além do Governo Federal (o próprio Temer) que quer garantir os parlamentares governistas reeleitos em troca de apoio e aprovações (antes da eleição) na Câmara e Senado. 

Já o senador Biu de Lira... aí é uma outra história a ser contada!  

No entanto, repito: Não queiram entender os bastidores da política alagoana. Esperem a eleição chegar e vejam o resultado dos palanques formados e seus respectivos aliados. 

Afinal, se a união faz a força, os bastidores fazem a velha política alagoana acontecer.  

Aguardemos os proximos capítulos da eleição de 2018. 

Redes Sociais: Kleversonlevy   

Email: kleversonlevy@gmail.com 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Quando a Segurança do Estado pode se tornar a in-segurança da população

Foto: Agência Alagoas E0b48faf c464 4af8 b611 f1976437cb8d Viaturas da Força Tarefa de Segurança em Alagoas

Apesar do Governo de Alagoas se envaidecer com o Projeto "Ronda nos Bairros", e diga-se de passagem que vem dando certo no Jacintinho, é preciso que a Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP-AL) reveja alguns critérios de "mordomias" por alguns PMs de 'Patentes' superiores.

Dois fatos chamaram atenção deste jornalista para que este texto viesse a ser escrito no Blog não como críticas (factóides ou de oposição para quem assim achar) ao governo de Renan Filho (MDB), mas como forma de mostrar que o Poder Público - e o que é público - não é de estância pessoal, privado e ou particular. 

No último final de semana, em uma bar movimentado da capital alagoana, uma viatura da PM (daquelas lindas caminhonetes amarelas) parou (apesar do giroflex - luzes vermelhas - ligado) assustando até os clientes que estavam no local. Porém, a VTR - com dois militares na frente e um atrás - apenas estacionou para falar com um rapaz (família-amigo) que curtia o domingo com amigos e a namorada. 

Dessa conversa em frente ao estabelecimento, o veículo da SSP-AL ficou estático por cerca de 30 a 40 minutos, enquanto o bate-papo e 'conversa fora' entre os PMs (o carona e motorista) e o cliente do bar permanecia em gagargalhadas, gestos e risos. 

A observância desses relatos podem se tornar uma "bobagem" para alguns que leem este material, mas outros cidadão que estavam presenciando os fatos questionaram o porquê de um carro da Segurança Pública Estadual ficar parado tanto tempo, da menira que estava, sem fazer o que de fato era para ser naquele momento e horário de trabalho: a segurança da população. 

Foi quando um dos clientes falou para o amigo: "A polícia agora ganha para ficar conversando nos bares? É por isso que os 'maloqueiros' estão soltos por aí. Eles conversam com os amigos aqui [no bar]  e os meninos de bem estão roubando alguém por aí", comentou. 

Eis, entretanto, o primeiro fato presenciado pela ruas de Maceió. 

O segundo episódio, visto numa manhã da orla maceioense, por volta das 6hrs, acredito ser mais um caso de superfluidade que ocorre na Polícia Militar de Alagoas. Dois Pms corriam pelas belíssimas Praias de Ponta Verde-Pajuçara à proporção que a VTR amarela acompanhava os militares durante o percurso.

Podem até questionar se o militar deve ou não (se é obrigatório pela Patente) andar com VTR-segurança por conta da própria insegurança que as ruas trazem. Contudo, estranho é caracterizado com a caminhonete amarelinha e, além de tudo isso, fazendo suas atividades matinais - eis a questão? - usando uma proteção pública que muitos alagoanos custeiam e nunca chegarão a usufruir (a não ser - extrememente - em casos especiais).

Portanto, este não é um texto desconstrutivo ao trabalho realizado pela SSP-AL.

São casos, a exemplo dos citados aqui, que ocorrem no dia a dia (cotidianamente) e é questionável pela população, onde me incluo nessa população que paga os impostos sem retorno devido, além de pouco perceptível para quem está nas ruas do Estado de Alagoas.  

No pirmeiro caso, é inadmissível que 30 ou 40 minutos sejam desperdiçados - em conversa de bar e a serviço da população - à medida que asssaltos, roubos e mortes ocorrem em algum lugar da cidade. Já o segundo fato da corrida do PM na orla, se é permissível que uma viatura o acompanhe pela medalha de condecoração, que seja de maneira discreta e não usando o bem público (a amarelinha do Povo) para o uso particular. 

Quanto ao citar 'Patentes dos PMs', antes que me critiquem com asneiras, um militar é o Major bastante conhecido e, o outro, a tarja preta não se deixa enganar. 

Que tenhamos mais "Rondas nos Bairros" e a Segurança do Estado (de muitas autoridades) não se torne a in-segurança para população.

Redes Sociais: Kleversonlevy  

Email: kleversonlevy@gmail.com 

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Insatisfeito, 2º vice-presidente deixa diretoria da Uveal

Foto: Facebook 1289aab3 a400 42eb a354 ef3ac8caaebb Tayronne Henrique (MDB), vereador do Pilar, deixa diretoria da Uveal

A eleição ocorreu em setembro do ano passado, em pouco mais de seis meses, e a diretoria da União dos Vereadores de Alagoas (Uveal) está em baixa. 

Na última terça-feira, 20, o vereador e 2º vice-presidente, Tayronne dos Santos (MDB- Pilar), anunciou sua saída da diretoria da Uveal. residente da entidade,

De acordo com o parlamentar, em carta de renúncia enviada ao presidente Fabiano Leão (MDB - Arapiraca), os motivos que o levaram a deixar o cargo foram a falta de atuação de membros de forma apartidária e participação na elaboração de pautas da diretoria.

Além disso, Tayronne também explicou ao blog que os trabalhos de planejamento e ações - que aproximassem a diretoria da Uveal dos vereadores e vereadoras de Alagoas - não estão sendo colocados em práticas nesta nova diretoria. 

"Desde que fui chamado a integrar a nova Diretoria da união dos vereadores de Alagoas (Uveal) acreditei, pelas promessas daqueles que me convidaram, que estaria compondo uma nova diretoria, com uma nova visão, uma visão que buscaria a integração, o respeito e principalmente uma aproximação maior com todos os vereadores e vereadoras do Estado de Alagoas. Achei, no íntimo de minha inocência que essa nova diretoria, composta por representantes municipais de diversos municípios, buscaria renovar as energias dos integrantes dos Poderes Legislativos Municipais de forma apartidária, contra tudo e todos que atuassem contra essas premissas, mas sempre respeitando o ordenamento jurídico, a Constituição e a ética. Contudo, não nós foi dado oportunidade para participarmos ativamente na elaboração das pautas da diretoria, não me foi apresentado um plano de ação, prerrogativas que, como 2º vice presidente da Uveal, pensávamos ter", descreveu o vereador em sua renúncia. 

O pilarense havia sido eleito na chapa "Unidos Pela Uveal" formada pelos vereadores Fabiano Leão (MDB - Arapiraca), presidente; Alando Lima (PROS - Igreja Nova), vice-presidente; 2º vice-presidente; Tereza Nelma (PSDB - Maceió), secretária Geral; e José Edson dos Santos, o Edinho (MDB - Coruripe), tesoureiro geral.   

Depois de tantas brigas e confusões, idas e vindas, além da interferência da Justiça alagoana, a disputa pela cadeira de presidente e seus membros foi decidida nos bastidores da política alagoana. A intenção de 'mudar e inovar' os trabalhos da entidade no Estado, entretanto, parece que não ocorreu. 

A união entre Diomedes Rodrigues (PSDB - Pão de Açúcar), Tayrone dos Santos (PMDB- Pilar) e Tereza Nelma (PSDB - Maceió) findou na chapa de apoio ao nome do arapiraquense Fabiano Leão (MDB).

Contudo, quem saiu ganhando foi o MDB (Palácio República dos Palmares) e o prefeito de Cacimbinhas e presidente da Associação dos Municípios Alagoanos (Ama), Hugo Wanderley (MDB), influentemente comandando duas importantes entidades em Alagoas. 

Por outro lado, a insatisfação e saída do 2º vice-presidente mostra que a Uveal só mudou os nomes, permaneceu o mesmo grupo político sob domínio, continua sem projetos e ações para vereadores alagoanos, mas, fazendo a política para os líderes do MDB alagoano. 

Será?

"Diante de tudo isso, é com profundo pesar e consternação, e pedindo minhas desculpas a todos os vereadores(a) que confiaram seu voto na minha pessoa, que venho perante essa diretoria executiva manifestar a minha RENÚNCIA, em caráter irretratável, em relação ao meu cargo de 2º vice presidente da diretoria executiva da UVEAL", concluiu Tayronne Henrique. 

Redes Sociais: Kleversonlevy  

Email: kleversonlevy@gmail.com 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Prestadores da ALE denunciam atrasos de salários de até 4 meses

Arquivo CadaMinuto 172009183633assembleia 02 Sede da Assembleia Legislativa de Alagoas

Funcionários da empresa de limpeza - que trabalham na Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE) - denunciam que estão há meses sem receber os salários e direitos que são pertinentes aos trabalhadores. 

De acordo com a denúncia que chegou ao Blog na manhã desta quarta-feira, 21, os cerca de 25 prestadores de serviços estão há dois (2), três (3) e até quantro (4) meses sem receber os salários.

Muitos deles, inclusive, estão passando por dificuldades financeiras por conta do atraso nos pagamentos que deveriam ser feitos pela empresa.

O mais interessante ainda, ressalte-se, é que a Casa de Tavares bastos está em dia com os repasses financeiros para empresa que tem deixado seus funcionários sem dinheiro para pagar a passagem de ônibus, alimentação, contas do mês (luz, telefone, água e outras) e Pasmem!: muitos já estão há tempos sem ter o que comer em casa. 

"Tem gente que está há dois, três e até quatro meses sem receber sequer um centavo. Isso é um absurdo! Muitos pais de famílias passando fome e empresa com os repasses financeiros, por parte da Assembleia Legislativa de Alagoas, em dia. A ALE está repassando os valores, enquanto isso, os prestadores de serviços que estão todos os dias no batente permanecem com luz atrasada, água cortada e sem ter o que comer", disse um funcionário da ALE que prefere não se identificar. 

Por outro lado, os 25 funcionários da empresa também cobraram de alguns deputados um posicionamento com relação a empresa que não paga os salários dos prestadores de serviços. Sem resposta dos representantes na ALE, a maneira encontrada foi buscar ajuda da imprensa para mostrar a situação que se encontra os 25 pais e mães trabalhadores do legislativo alagoano. 

"Essas pessoas vêm trabalhar todos os dias, apesar dos salários não pagos e atrasados, e a Assembleia [leia-se os deputados] não se posicionou para ajudar em nada. Agora, quem chega na Casa de Tavares Bastos vê o local limpo, sem sujeira e impecável na limpeza, mas, não sabe que o serviço realizado pelos prestadores não estão sendo pagos pela empresa. O sofrimento é de cada pai e mãe em desespero sem ter o que comer em casa", reforçou o denunciante. 

Ainda no tocante da denúncia, a Diretoria de Comunicação da ALE relatou que a informação oficial é a de que tinha apenas um atraso na liquidação do pagamento referente ao mês de janeiro, devido à implantação do novo orçamento 2018, e afirmou que o legislativo está em dia com os repasses financeiros. 

"Acabamos de conversar com o diretor financeiro da Casa e a informação oficial é a seguinte: tinha apenas um atraso na liquidação do pagamento referente ao mês de janeiro devido à implantação do novo orçamento 2018. Porém, este mês já foi pago pela Assembleia. A Casa está em dia. Não existe outro mês em atraso. Fevereiro só será pago após o encerramento do mês. É bom deixar bem claro: da parte da Assembleia Legislativa não há pendências hoje com essa empresa prestadora de serviço", explicou a nota da Diretoria de Comunicação. 

Resposta da empresa

Em contato com o dono da empresa, Vomário Mendes, o blog foi informado que algumas informações são "fantasiosas" por parte dos funcionários. Segundo o que relatou VM, o atraso dos salários é referente aos dois meses e que serão pagos neste mês de fevereiro. 

"Não existe essa informação de quatro salários atrasados. São informações fantasiosas por parte de alguns funcionários. Inclusive, estou agora em reunião aqui na Assembleia Legislativa para definir o pagamento dos prestadores de serviços. A empresa estará pagando amanhã, 22, um mês. Provavelmente, até o fim deste mês, estaremos conluindo o restante que falta que outro um mês", explicou Vomário Mendes. 

Redes Sociais: Kleversonlevy  

Email: kleversonlevy@gmail.com

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Vídeo: senador Biu de Lira é vaiado e chamado de "Golpista"

Crédito: Joyce Marina 094331f8 b6b2 4b56 8f27 2663b48c7f5b Senador Benedito de Lira

Não está nada fácil para classe política do país que enfrenta manifestações de entidades que protestam por direitos pelo país afora.

Sabido é aquele político que - sabe da repressão das pessoas - foge ou passa bem longe dos protestos que acontecem pelas ruas. 

Não foi o caso do senador Benedito de Lira (PP) que foi vaiado e chamado de 'golpista' no Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares, em Rio Largo, ao embarcar para Brasília.

Manifestantes avistaram o senador alagoano, vaiaram de imediato e o chamaram de "Golpista" por conta do parlamentar ser favorável à Proposta da Reforma da Previdência que tramita no Congresso Nacional. 

O ato no Zumbi  dos Palmares foi organizado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) com a presença dos militantes de sindicatos e entidades do Estado de Alagoas. 

No vídeo, um dos manifestantes pergunta ao senador 'como é ser chamado de Golpista por tanta gente ao mesmo tempo' e ele não responde.

Biu é cercado pelos militantes que, além de gravarem os vídeos que circulam pelas redes sociais, o acompanharam com gritos de "golpista", vaias e mais vaias e alguns 'apitos' que faziam barulhos até o portão de embarque. 

O resto da história, no entanto, está no vídeo abaixo que expõe o quanto a classe trabalhadora não aguenta mais os políticos que votam em favor de si próprio e pensando no bem-estar do mandato, porém, contra quem deve ter o direito garantido pela Constituição Federal (se é que ainda podemos chamar assim no Congresso Nacional ou na Capital Federal). 

Quanto ao senador Biu de Lira, vale ressaltar, esse é um recado que nenhuma manifestação resolverá se o eleitor não se manifestar nas urnas, em outubro.

Essa sim será a maior manifestação popular das ruas de todo o Brasil:  o voto contra quem é contra o POVO! 

Já o "Fora Temer" de hoje (19) foi organizado pela CUT para pedir o apoio da população contra a tal proposta apresentada pelo governo Michel Temer (MDB) na aprovação da Previdência. 

Redes Sociais: Kleversonlevy  

Email: kleversonlevy@gmail.com 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Eleições 2018: Defensor Público "quer" uma das 27 cadeiras na ALE

Foto: Facebook Eaf6c8fa 4570 452c 9270 f276905125ca Defensor Público Othoniel Pinheiro disse que vai disputar uma vaga na ALE

Agora está decidido! O Defensor Público Othoniel Pinheiro disse a este Blog que colocará seu nome à disposição de seu partido para disputar uma das 27 vagas na Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE). 

Filiado ao Partido dos Trabalhadores (PT), Pinheiro ressaltou que está colhendo apoios de lideranças ligadas ao setor de educação, profissionais da área jurídica, estudantes, integrantes de correntes progressistas e pessoas que vislumbram a construção de novos caminhos para o Estado de Alagoas.

Em texto enviado a este espaço, o Defensor Público explicou que abrirá  o diálogo com a sociedade alagoana no sentido de construir um debate visando o exercício responsável, transparente e fiscalizador. 

“Vamos abrir o diálogo com a sociedade alagoana no sentido de construir um debate visando ao exercício responsável, transparente, fiscalizador e eficiente da função parlamentar, buscando a efetividade dos direitos das pessoas, especialmente em épocas de uma Assembleia Legislativa tão desacreditada”, destacou Othoniel.

Professor da Unit, Doutor em Direito pela UFBA, mestre em Direito pela UFAL e autor da coleção Curso de Direito Constitucional publicada em 3 volumes, o petista - antes no Psol -  ainda falou com este jornalista sobre o cenário político que se desenha para 2018.

Indaguei também qual seria a opinião dele sobre a atual legislatura na Casa de Tavares Bastos, diante de tantos fatos negativos que envolvem parlamentares e o nome da ALE em atos de corrupção. 

"A imensa maioria dos deputados estaduais não está sintonizada com os anseios da população. Há muitos gabinetes que escondem os detalhes dos gastos do dinheiro público, há muita troca de favores e relações espúrias. Não podemos esquecer também que a função do Poder Legislativo, além de legislar, é a de fiscalizar os atos do poder público, seja em que poder e lugar for. Isso deve ser feito com independência. Outra premissa de suma importância na condução dos trabalhos diz respeito ao preparo de cada deputado para analisar os projetos que tramitam na Assembleia, a fim de evitar a aprovação de projetos esdrúxulos e que, posteriormente, possam ser anulados pelo Poder Judiciário, acarretando desperdício de trabalho, tempo e dinheiro público", comentou. 

Por fim, Othoniel Pinheiro enfatizou que no parlamento é preciso fazer valer a defesa da execução de programas que não saem do papel e a defesa dos investimentos para o alavanque da economia estadual. 

"Enfim, eu entendo que é sempre possível, dentro do próprio parlamento alagoano, a defesa adequada e dentro das normas constitucionais, da valorização dos funcionários públicos, de melhores condições de trabalho para os agentes da segurança, da saúde e da educação, a defesa da execução de programas que não saem do papel e a defesa dos investimentos para o alavanque da economia estadual, que devem ser conduzidas pelo parlamentar por meio de canais de negociação com os demais órgãos públicos, bem como, por meio de audiências públicas na Assembleia Legislativa", concluiu o pré-candidato. 

Portanto, a eleição de 2018 terá bons (e novos) nomes em análise para o eleitor.

Acredita-se, no entanto, que o pleito de outubro terá grandes surpresas e o povo saberá escolher seus representantes na Câmara dos Deputados (9 vagas), Senado Federal (2 vagas) e Assembleia Legislativa de Alagoas (27 vagas).

Será?

Redes Sociais: Kleversonlevy  

Email: kleversonlevy@gmail.com 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

O "Não" de Vilela ao Senado é um "Sim" para Renan Calheiros

Foto: Gustavo Miranda/ O Globo 378cca82 954a 4679 a206 4261b50af052 Senador Renan Calheiros (MDB) e o ex-governador Teotônio Vilela Filho (PSDB)

Nos bastidores da política, a decisão do ex-governador e ex-senador de Alagoas, Teotônio Vilela Filho (PSDB), foi - de fato - um verdadeiro "alívio" para o senador Renan Calheiros (MBD). 

Ao declarar a frase "que não disputarei o Senado da República agora em 2018", Vilela deixa o espaço aberto para que seu amigo-irmão busque à reeleição sem ter que enfrentar mais um adversário considerado 'forte'. 

Há de se dizer, portanto, que - por trás ou em Off - o ex-governador deve enxergar que numa próxima eleição (provavelmente a de 2022) possa disputar um cargo eletivo (se não for em 2020) com a ajuda do governador Renan Filho e do senador Renan Calheiros.

Isso seria, inclusive, o apoio de retorno pelo ocorrido em 2014 (se alguém lembrar do pleito daquele ano). 

Apesar de enfático, ao afirmar que "Depois de três mandatos de senador, dois de governador e por várias vezes presidente nacional e estadual do PSDB, continuarei a contribuir com o meu estado como cidadão", Vilela deixa "claro" que o prefeito de Maceió, Rui Palmeira (PSDB), será candidato ao Governo de Alagoas. 

"Hoje comuniquei ao prefeito Rui Palmeira, presidente do meu partido, o PSDB, que não disputarei o Senado da República agora em 2018, mas que estarei firme no apoio à sua candidatura ao Governo do Estado."

Será?

Portanto, o que vem a ser analisado pelos "experts" da política alagoana é que Teotonio Vilela Filho disse "Não" ao Senado como sendo um "Sim" para Renan Calheiros garantir seu retorno a Brasília. 

Quanto ao prefeito Rui Palmeira é aguardar o mês de Abril para vê se sua candidatura será - verdadeiramente - homologada na 'briga' pelo Executivo alagoano. 

Afinal, 2018 está apenas começando. 

Redes Sociais: Kleversonlevy  

Email: kleversonlevy@gmail.com 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Em vídeo, JB agradece e diz que "contará com todos até o fim da vida"

Foto: Reprodução do Vídeo 7c08ac41 0cee 401a 805a e71d003b59c2 Deputado João Beltrão agradece e diz que "contará com todos até o fim da vida"

Após um dia em que completou 63 anos de idade, o deputado estadual João Beltrão (PSD) gravou um vídeo - com exclusividade - para agradecer o carinho recebido e felicitações pela passagem do seu aniversário na quarta-feira, 07. 

Em sua fala, JB retribuiu a saudação para os amigos, familiares, correligionários e, principalmente, os eleitores, devido ao grande número de ligações, palavras de respeito e superação, pelos textos enviados nas redes sociais e mensagens de otimismo em favor de sua recuperação contra o câncer. 

Desde que chegou em Maceió, no início deste ano e depois de passar por tratamentos em São Paulo, o deputado tem recebido o apoio dos amigos para que seu retorno à vida política seja breve. 

"Minha gente! Eu queria agradecer a todos vocês que me deram tantos parabéns. Eu, realmente, passei o dia muito feliz e confesso a vocês que vou fazer tudo aquilo e, tenho fé em Deus, que contarei com vocês até o fim da minha vida. Um abraço. Agradeço a todos!", disse o parlamentar. 

Considerado um dos deputados alagoanos com mais mandatos na Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE), João Beltrão se prepara para disputar sua sétima (7ª) eleição e manter a cadeira da família na Casa de Tavares Bastos.

Por enquanto, JB continua conversando com amigos e aliados que o procuram no intuito de reafirmar o compromisso político de mais uma disputa eleitoral. 

Se for ao pleito de outubro de 2018, Beltrão vai em busca de seu sétimo mandato na Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE). 

Leia mais: João Beltrão: 63 anos e 'disposto' para mais uma disputa pela ALE

Redes Sociais: Kleversonlevy  

Email: kleversonlevy@gmail.com 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.
Comercial (82) 3313.6040 (82) 99812.2189 comercial@cadaminuto.com.br
Redação (82) 3313.2162 (82) 99664.2221 cadaminutoalagoas@hotmail.com