Aplicativo Mobile Alagoano vai mapear o serviço das Operadoras de Celular no Brasil

13668148611185

 

O Crowd.Mobi é um Aplicativo para Android que pretende medir o nível de experiência do usuário com as Operadoras de Telefonia. Além de monitorar o nível de sinal do aparelho e a qualidade da ligação, a ferramenta também permite o controle dos gastos mensal em ligação, sms e trafego de dados.
 
Com o App é possível ter o controle das ligações, o tempo de duração, a origem, o consumo de tráfego de dados, a qualidade do sinal e fazer uma avaliação da sua operadora e saber qual a melhor por localização. 
 
Como o aplicativo roda em background, é possível saber exatamente quando, como e o mais importante, quanto se gasta por mês usando com fatos e dados, o poder de fiscalizar os serviços das Operadoras.
 
Baseado em uso e consumo colaborativo, por isso o nome CROWD, o App promete ser em muitos casos, tormento das Operadoras, pois vai acumular informações precisas de locais de "sombra", baixa qualidade e intensidade (dados e voz) e isso pode ser usado por exemplo para denúncias ou para escolha através destas exeperiências de consumo e uso, de uma outra Operadora (portabilidade), por exemplo.
 
São as Operadoras que determinam o quê e como recebemos esses serviços de telefonia móvel. Cabe aos usuários, apenas usá-los.  Agora com o Crowd.Mobi é possível fiscalizar, qualificar quando finalizar uma ligação, se houve interrupções, ruídos ou falhas. E o melhor, ainda poderá ganhar pontos ou créditos pela experiência de uso.
 
Não é difícil encontrar clientes insatisfeitos com os serviços ou com o atendimento das operadoras, elas são as campeãs de reclamações nos Procons. E a principal reclamação feita pelos consumidores é a cobrança indevida, por isso o Crowd.Mobi possibilitará um maior controle da conta, registrando o tempo das ligações se foi Local, DDD ou DDI, celular ou fixo, se estava na sua área ou em roaming.  Armazena a quantidade de SMS enviados, o tráfego de dados e quais os app mais usados.
 
O usuário cria um perfil no qual posta as suas avaliações de serviço, se conecta com outros usuários do aplicativo e ainda tem acesso ao ranking de avaliação das operadoras por região através da aba Mapa. Esse ranking contém também quais dos seus amigos utilizam aquela operadora, quais recomendam, quantas reclamações têm e uma nota em escala global.
 
Além disso, a ferramenta monitora o nível de cobertura do aparelho, medindo a qualidade do sinal em uma escala de 0 a 30. Com a feature “Amigo Favorito”, durante uma ligação, a pessoa com quem o usuário conversa é avisada quando a intensidade do sinal está abaixo do ideal.  A partir deste feedback dos clientes, o CrowdMobi gera dados precisos sobre a qualidade do serviço prestado pelas grandes operadoras.
 
As Operadora falam em melhorias futuras, e os idealizadores do aplicativo acreditam que ele pode contribuir nessas mudanças com os recursos de mapear a intensidade do sinal, a velocidade da conexão com a internet, checar quedas das ligações e o ranking da melhor operadora por região. Além do painel de opinião e compartilhamento dessas experiências entre usuários, tudo isso se bem utilizado, possibilitará as Operadoras terem a dimensão exata de sua atuação ajudando também  nas decisões de investimento e melhorias.
 
A StartUp Crowd.Mobi foi fundada pelos Empreendedores Alagoanos Leandro Neves, Daniel Amaral e Bruno Amaral com apoio do Núcleo Alagoas da Anjos do Brasil (Sergio Papine, Evandro Lobo, João Kepler, Bruno Ferreira, João Gustavo, Elisio Andrade e Nuno Abreu).
 
Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Ouça o Conselho de um Empreendedor

13655218060858

É comum no mercado pessoas mais velhas aconselharem os mais novos, profissionais mais experientes serem contratados para compor os conselhos de administração, executivos de carreira assumirem posições de comando em empresas, de grupos familiares ou companhias de sociedades abertas e consultores de gestão sendo contratados para encontrar soluções para diversos problemas dentro das empresas.

Não somente nas empresas, os Empreendedores também tem buscado esse caminho de aconselhamento e da mentoria em busca de uma experiência adicional que possa ensinar métodos, técnicas, gestão e encurtar o tempo das coisas, muitos empreendedores investem na possibilidade de serem acelerados e fazerem parte de uma ambiente de capacitação e conhecimento, inclusive muitos tentam vender parte dos seus negócios a grupo de investidores que possam agregar também know-how e conhecimento diferente do dele.

Pois bem, isso tudo vale a pena e realmente é o caminho para conseguir cooperação, inteligência colaborativa, experiência e encontrar o equilíbrio que muitas empresas precisam na condução de negócios e processos. Eu chamo isso de uma troca saudável!

O que trago de novidade é o que poucos percebem e uma grande oportunidade. Como todo Empreendedor tem uma forma diferente de enxergar a vida, de trabalhar, de perceber o óbvio, de ver a frente do seu tempo, de enfrentar o imprevisível, de garra, de ser arrojado, de abastecer o avião em pleno ar, de viver descontraidamente, de não ter o dinheiro mensal garantido, de encarar fracassos de forma positiva, de ser livre e de ultrapassar barreiras de entrada, o conhecimento dele passa a ser generalista. Isso tudo, apesar de mal interpretado por desconhecimento de muitos na sociedade, tem um valor inestimável e é um estilo de viver e de trabalhar, que só conseguimos encontrar nos Empreendedores.

Uma forma de empresariar arrojada, muitas vezes sem estudo e de forma intuitiva e empirica, faz com que esses Empreendedores conquistem naturalmente três atributos desconhecidos e não encontrados na maioria dos Executivos, Conselheiros e Diretores de médias e grandes empresas, o de enxergar fora da caixada criatividade e do desapego. Até porque quando se está envolvido diretamente no dia a dia da Gestão ou de um problema, não se consegue olhar ou perceber algumas coisas ou oportunidades. "Ahh mas um Consultor ou uma consultoria pode resolver isso na minha empresa", sim claro, mas não estou falando de saídas técnicas, jurídicas, de RH ou administrativas, estou falando de sensibilidade e de visão.

É óbvio também que não quero comparar a capacidade de um Consultor ou de um Gestor experiente, de carreira e formado, pós graduado ou com 5 MBA´s na universidades XPTO com um simples Empreendedor que pode nem ter o terceiro grau escolar completo (até porque são questionadores da maneira "em série" e "antiga" de Educação no Brasil de ensinar a trabalhar para os outros e não para você mesmo ... mas isso é papo para outro artigo!), estou falando de vivência, de ter o pé muitas vezes descolado do chão, de ter passado por todos os perrengues e ter enfrentado tudo e a todos para conquistar seu espaço, muitas vezes sem nenhum centavo no bolso e sem tempo para estudar formalmente.

Esses Empreendedores com criatividade e pensamento muito diferente do ensinamento técnico e tradicional, podem fazer uma grande diferença e ser um contraponto em qualquer organização e empresas, principalmente aquelas que passam por momentos de crise, por problemas de imagem, que atravessam dificuldades financeiras e que precisam tomar decisões urgentes.

SIM, ouça o aconselhamento de um Empreendedor, para te ajudar a encontrar um novo caminho. Mas você pode estar se perguntando, "mas João, a maioria desses garotos não tem formação, não entende de nada de gestão, da minha empresa e do meu negócio!" É verdade em parte, mas não importa neste momento, eles tem o que você precisa: Atitude, Ousadia e a Prática como referência. Faça uma experiência, contrate provisoriamente pelo menos para uma sessão de brainstorming, assine um termo de confidencialidade e bote o Empreendedor na roda para pensar e te ajudar a resolver qualquer problema de qualquer área de sua empresa.

O conhecimento generalista e de vivência diretamente com a relação do dia a dia no cenário de instabilidade em que o Empreendedor está inserido e acostumado, tenho certeza que pode trazer grandes ideias e caminhos ainda nem percebidos e pensados, mesmo que sejam ou pareçam absurdos no ponto de vista técnico ou empresarial.

Fico imaginando, por exemplo, como seria a participação de um Empreendedor sendo convidado como "palpiteiro" para uma reunião de discussão estratégica de um Grupo Empresarial que passa por uma fase de baixa de vendas, fluxo de caixa negativo, alavancagem financeira e de importantes decisões para reestruturação das operações a serem tomadas.  Imagine comigo, como ficaria o ego dos Gerentes?  Seria um susto geral!  uma pessoa completamente desconhecida e desconhecedora dos detalhes das operações, colaborando e dando sugestões de como deveria ser feito, na visão dele, como SE fosse ele, o dono da caneta! Um show!!

Já tenho visto no mercado, Empreendedores sendo contratados para a área comercial das empresas pela sua veia comercial e por ter apreendido sozinho a vender seu peixe, alavancando vendas e resultados, mas o que quero passar neste artigo, é muito mais do que isso, é usar todos os atributos que a vida ensinou ao Empreendedor, a favor da Gestão e da alta gerência de qualquer empresa.

Mas atenção, se você quiser contratar um Empreendedor via CLT para sentar em uma mesa fixa, ele pode aceitar apenas pela necessidade, ou seja, cuidado, pois assim como tem benefícios em contratar um Empreendedor, tem também o outro lado, que é o risco da inquietude, de ser cigano de não ter muito foco, ou seja, não pense que será para sempre, mesmo que ele jure na cruz. Além disso, ele pode se acomodar e perder o "olho de tigre".

É isso, ouça ou contrate um Empreendedor (de preferência sênior) como seu conselheiro, mesmo que provisoriamente e participe de uma maneira diferente de ver as coisas e o mundo, coloque inovação em suas decisões estratégicas e na maneira de gerenciar seu negócio. Ou então se possível e se preferir, invista seu tempo, dinheiro e conhecimento no negócio do Empreendedor, em troca, traga ele para perto para dar palpites no seu negócio. Esse "pitaco" de ambas as partes, pode salvar qualquer negócio.

Pense nisso! @JoaoKepler

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Síndrome do Caranguejo Alagoano

13645711029771

 

Há muito tempo que eu queria escrever sobre isso, mas sempre relutava por conta do momento e do que esse texto poderia influenciar e gerar de polêmica.  Neste momento,  agora mais senior,  passado muito tempo que estou morando em Alagoas, mais de 24 anos e já sendo cidadão Maceioense de fato, de Direito e de coração, acho que tenho propriedade e experiência para falar sobre esse ponto negativo de nossa sociedade.
 
 Começo lembrando o que dizia o intelectual  Josué de Castro, que  mapeou o drama da fome no Brasil e no mundo… Caranguejo é o que sois!, quando fazia analogia ao "Homem sempre na Lama".
 
Pois bem,  uma das características mais conhecidas dos Caranguejos é o "andar para trás" e esse curioso hábito do crustáceo, alguns humanos estão conseguindo imitar.  Pode até ser no sentido de metáfora da palavra, pode até ser numa perspectiva da expressão, mas com certeza isso se aplica ao  dia a dia na nossa convivência como animais “racionais” que somos ou que deveveríamos agir como.
 
Na verdade, a famosa frase popular  “Quem anda para trás é Caranguejo!”  é muito verdadeira e aplicada usualmente quando alguém quer alertar o outro sobre uma ação de retrocesso.  Mas nem sempre pode ser aplicada, quando se pretende reverter alguma coisa ou dar alguns passos para trás para conseguir voltar a seguir em frente. E é isso que é difícil de diferenciar, compreender, aceitar e entender!
 
Além disso, aqui em Alagoas, tem uma piada muito conhecida que conta que um  Cesto com Caranguejos Alagoanos pode ficar sempre aberto,  porque nenhum Caranguejo vai fugir, pois, quando um dos caranguejos tenta subir o outro o puxa para baixo.  "Onde você pensa que vai? Volte para baixo que aqui é o teu lugar, eu tenho que ir primeiro, se eu não vou, você também não vai" e assim quando um caranguejo tenta fugir, aparece sempre outro puxando para baixo. 
 
O coitado do Caranguejo que quer sair do cesto, além de tentar subir andando pra trás, ainda é puxado por outro Caranguejo invejoso, pois Caranguejo é o que sois, no sentido de que, se não for eu, que estejamos todos no buraco ou na  lama juntos.
 
Imaginar esta cena do cesto de Caranguejos me traz além de algumas reflexões e constatações, uma analogia de que muitos Alagoanos, principalmente das classes sociais mais privilegiadas, agem desta forma. Existem inclusive aqueles que agem naturalmente, publicamente e sem menor pudor, extamente como esses Caranguejos do Cesto.  Eu mesmo já fui vítima disso!
 
Ter essa constatação incomoda, principalmente quando percebemos no nosso dia a dia pessoas com atitude similar ao do Caranguejo, de puxar pra baixo, pessoas que nem se conhece, nem sabe da procedência ou história completa de vida, da sua intenção, luta, sofrimentos, barreiras, glórias, estrada, vitórias, erros ou desafios. 
 
Não se trata de ter que ficar embaixo ou rebaixado, no fundo do cesto, vendo os demais fugirem, se trata de correr por conta própria com seus próprios esforços para sair, sem precisar derrubar ou puxar ninguém pra trás. Não se trata também de se acomodar no fundo do cesto e não fazer nada, de ser o Caranguejo da sua própria vida e se conformar com que a vida ofereceu. Mas de mudar a forma de ver e enxergar as coisas e as pessoas, neste mundo novo.
 
Se o sucesso dos outros incomoda, procure o seu sucesso. A coisas devem ser assim, até porque as palavras tem força e quando são jogadas sem a menor distinção, tomam corpo popular e terminam, por vezes, criando uma opinião equivocada de massa e isso, é difícil de mudar. É como uma espiral negativa que corta a mão, se tentar parar. 
 
Faça uma autoavaliação e pergunte a si mesmo se não tem sido um "Caranguejo" na vida de outras pessoas. Talvez alguém esteja querendo alçar novos rumos e você muitas vezes por nada, com ou sem motivos, atrapalha e destroi com suas palavras jogadas ao vento, tentando impedir que aquela pessoa cresça, mude ou apareça. 
 
Se você está sofrendo de que eu chamo de "Síndrome do Caranguejo Alagoano", não permita que nenhum "Caranguejo" puxe você para baixo, denuncie e processe, se possível!!  Mas se você se identificou, mesmo que inconscientemente, como o próprio  “… caranguejo é o que sois!”, como sendo um desses malditos Caranguejos do cesto,  aqui vão alguns conselhos de graça: Procure parar de ser do contra; Tente olhar as outras pessoas com outros ohos; Diminua a inveja; Perceba que existe espaço para todos; Procurar pensar e agir coletivamente; Reconheça as diferenças e que o munda dá voltas; Enalteça os feitos alheios; Tenha um bom coração; Pare de falar o que não sabe ou de fazer fofoca; Se tem algum problema com alguém, fale pra ela mesma; Pare de pensar e falar genericamente e negativamente de outras pessoas, da sua cidade e do seu Estado. Até porque cidadão, um dia você poderá ser puxado também para baixo por outro Caranguejo e ai, não vai poder reclamar.  
 
Enquanto os Alagoanos estiverem lutando uns contra os outros, esquecem que os maiores inimigos são os problemas estruturais do Estado que há anos continuam sem solução. Poucos preferem que muitos "vivam na lama" e  continuam agindo e pensando como "Caranguejos Alagoanos". Se continuar desta forma, o Estado não vai conseguir deixar de ser  "achincalhados nacionalmente" e o povo, tachado como tal.
 
Só para exemplificar, veja o que diz um amigo que é uma importante autoridade em Alagoas: "O principal problema de Alagoas é a auto destruição entre as pessoas. Todos que empreendem ou fazem algo diferente em Alagoas são tratados logo como 'bandidos' e os verdadeiros 'bandidos' nada fazem pelo Estado. Eu tenho visto todos os dias empreendedores de fora (que tem muitos negocios fora de Alagoas) chega aqui para tentar fazer algo e logo alguem aparece (imprensa ou sociedade civil) para destrui-lo, o cara sai e nunca mais volta. Com certeza essa é uma das razões para o Estado de Alagoas amargar o baixo desenvolvimento social e economico. Em Alagoas abasolutamente ninguem pode empreender, crescer, quebrar e renascer, porque rapidamente são destruidos. Tenho visto acontecer com varios."    Enfim, reflita:  Será que ele está errado? Precisa dizer mais alguma coisa?
 
Agora, ainda temos tempo de reverter isso, por exemplo, Alagoas tem centenas de Empreendedores esperando pelo apoio da sociedade com novas oportunidades de trabalho e de negócio, que pode mudar a cara do tradicional comércio, da cultura da cana de Açucar e do funcionalismos público. Esse pode ser uma alternativa e  um movimento coletivo e criativo em busca do desenvolvimento Social e Econômico e como consequencia, reverter parte da imagem negativa do Estado de Alagoas. Se tiver apoio das entidades, dos governos, dos empresários, enfim, todos juntos, conseguiremos. Só não quer, não consegue enxergar e não prioriza isso, quem age como um "Caranguejo" e/ou prefere o "status quo"
 
Se não gostou do que eu disse e afirmo neste texto,  faça aquela velha cara de paisagem de "isso não é comigo", "Tô nem ai", "não entendi" ou pare de ler meus artigos e me esqueça, até porque cidadão, eu já consegui fugir do seu cesto. Ou ainda, se preferir, dance o música do cantor Latino: " Vai na paz e não volta jamais ... Quem vive de passado é museu ... Caranguejo é quem anda pra trás ...  Se não deu valor;  Então vai, Vai na paz e ..."  
 
Estimo que os Alagoanos da nova geração não sejam contaminados com esta enraizada cultura da "Síndrome do Caranguejo Alagoano" e que com o tempo isso mude. Claro, que eu acredito que um dia, a piada do Cesto do Caranguejo por aqui, poderá ser apenas um conto popular antigo e que o bom Caranguejo continue sendo somente um delicioso prato regional.
 
Pense Nisso! @JoaoKepler
 
Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Como Combater a Venda Perdida no Varejo?

13642970241629

 

Hoje com o elevado número de celulares Smartphones e Tablets nas mãos dos consumidores conectados a internet, a temida "Venda Perdida" é uma das maiores dores de cabeça e preocupação dos Varejistas. Não se trata da Venda Perdida pela falta de m produto no estoque, mas sim porque algumas lojas estão virando apenas Showrooms ou vitrines de produtos para Demonstração onde o cliente experimenta, prova, testa e compra em outro lugar, ou seja, fora do ambiente da loja em outros canais como e-commerce, rede social, catálogo, call-center, porta-a-porta, outra loja física e etc. Isso também é chamado de ShowRooming.

Exatamente por isso que alguns varejistas adotam "estratégias" digamos um pouco desesperadas para proteger seus produtos ou para tentar segurar os consumidores que visitam suas lojas físicas, no sentido de evitar que eles apenas olhem e não comprem dentro do PDV (Ponto de Venda) seja porque preferem comprar online ou em outro canal, seja porque só querem dar uma curiada, seja porque preferem outra loja mais barata, ou por qualquer outro motivo.

Continue lendo e veja algumas experiências, alternativas e soluções para este problema. Clique Aqui!!

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Como sua empresa pode multiplicar as vendas ?

Blog JK 13636992021469

 

Recentemente participei de um evento em Recife e fiquei bastante impressionado com a Palestra do Gerente Web, Fred Melo, do Grupo Parvi que é uma grande Rede de Concessionária de Veículos. Ele mostrou os números de vendas oriundos do canal Internet,  que já fatura cerca de 230 carros por mês, usando somente meios de divulgação, prospecção e vendas via Web. 
 
Bom, para resumir, antes o Grupo de Concessionárias tinha somente uma ação passiva  através do site institucional das empresas e vendiam apenas 19 carros por mês entrando em contato com o cliente que enviavam e-mail o interesse em comprar um carro.  O que foi feito? Basicamente um trabalho dedicado a Web, que envolveu desde a reestruturação dos sites com buscadores de oportunidades, informações, negociações, ofertas, modelos e carros, investimento em treinamento de vendedores e equipe especializada Web, ações ativas, investimento em Marketing Digital, monitoramento de marcas, participação e anúncios em sites de ofertas de carro e no trabalho de Relacionamento para alcançar a Relevância Social e etc. Ou seja, passaram a ter dedicação ao mundo virtual e buscaram a presença Digital efetiva com as marcas, empresas e seus vendedores e claro,  multiplicaram os resultados.  
 
Mas antes de qualquer coisa, a mudança foi cultural de toda a empresa, desde os empresários, diretores, gerentes, até o vendedor na ponta que passaram a entender como tudo funiciona no mundo virtual, como se comporta o novo consumidor, como participar das Redes Sociais,  e etc..   e focaram na prospecção e geração de leads para fechamento da venda de forma presencial, envolvendo todo um contexto e relacionamento direto de um vendedor com conhecimento do mundo virtual com o cliente, usando ferramentas para se entecipar e conquistar o consumidor que está OnLine. E conseguiram!
 
Exemplos como esse são vários, onde o empresário desperta para o mundo Virtual e investe primeiro em capacitação e treinamento de sua equipe de vendedores para entender e conhecer as ferramentas Digitais, que podem alavancar suas vendas.
 
Tenho dito sempre que qualquer empresa ou negócio hoje em dia está na internet quer queira ou não e isso, é inevitável. Mas do que se preocupar em fazer uma Loja Virtual é primeiro pensar em ter presença On-Line em Redes Sociais, Blogs, Portais e etc..  e vendedores dedicados a este importante e imprescindível Canal. Isso se torna fundamental para quem quer manter a base de clientes e/ou aumentar as vendas.
 
Seja Lojista de Rua, de Shopping, de qualquer segmento do Varejo ou atacado, o empresario deve se preocupar e treinar seu vendedor para se adaptar a evolução tempo, com novas necessidades e novos consumidores. A tecnologia está disponível hoje, muitas delas gratuitas e isso muda tudo e faz toda diferença na hora de VENDER. 
 
Esse mundo novo requer por consequência, um novo tipo de vendedor, um vendedor mais social, antenado e conectado, o que eu chamo de Vendedor Digital. Mesmo que a sua empresa não esteja presente ou operando no mundo virtual, o que é um grande erro, o seu vendedor pode buscar clientes e manter relacionamentos profissionais através das suas Redes Sociais, por exemplo.
 
Enfim, chegou a hora de treinar e capacitar seu profissional de vendas, invista em cursos e seminários focados em Marketing Digital ou em treinamentos de Vendas que mostre como se lançar no mundo virtual.
 
Em Maceió, dia 28 de março, acontecerá um evento chamado de COMO SE TORNAR UM CAMPEÃO DE VENDAS e uma oportunidade única de apreender com 4 grandes palestrantes Nacionais e especialistas em Vendas como: Carlos Hilsdorf, Algusto Lucena, Marcelo Ortega e João Kepler.  Aproveitem: http://www.doity.com.br/campeao-de-vendas
 
Faça como a Rede de Concessionárias do Grupo Parvi de Recife, invista em treinamento de seus vendedores e no mundo virtual. 
 
Pense Nisso!  @JoaoKepler
 
Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

A Tecnologia que vai mudar nossas vidas!

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Quando o Dinheiro encontra o Talento!

1361103677placatalento

Pouca gente sabe do meu trabalho silencioso de "Anjo" em apoiar pequenos negócios, de fazer mentoria, de aconselhamento, de fornecer infra e suporte, de networking e quando é possível, de pequeno investimento financeiro.

É um tipo de atividade intangível pois são negócios inovadores de difícil de compreensão e de medição, que basicamente atuam no mundo Digital. Quando tento explicar para alguns empresários, a maior indagação é no sentido de: "Mas onde está o dinheiro de verdade?"; "Não confio nessa molecada!"; "Só vejo blá, blá blá!".

O que os empresários tradicionais falam, não deixa de fazer sentido, quando perguntam sobre o "dinheiro de verdade" por duas razões: A primeira porque geralmente se investe muito pouco nesses negócios para apoiar o desenvolvimento no estágio inicial e segundo porque muitos demoram a decolar ou a retornar o investimento aplicado. 

Mas quando o Dinheiro encontra o Talento, tudo se completa e faz sentido. Veja como é que as coisas acontecem. Clique Aqui e leia a íntegra deste artigo!!

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

“Eu quero ter um milhão de amigos” – Como conquistar amigos e seguidores nas Redes Sociais?

1359114625redepessoas

O cantor Roberto Carlos em 1974 quando compôs com seu fiel companheiro Erasmo Carlos a música “EU QUERO APENAS”, já profetizava e cantarolava aos quatro cantos que poderíamos ter 1 milhão de amigos. Pois é, na época a poesia era apenas uma analogia a fazer o bem e se sentir bem. A música era um dos veículos para divulgar a vontade que ele tinha de espalhar a mais, mais e mais pessoas seus sentimentos.

"Eu quero apenas olhar os campos, eu quero apenas cantar meu canto ... Eu só não quero cantar sozinho, eu quero um coro de passarinhos ... Quero levar o meu canto amigo a qualquer amigo que precisar ... Eu quero ter um milhão de amigos e bem mais forte poder cantar ..."

Hoje 39 anos depois, se somarmos todos os perfis das Redes Sociais do Rei Roberto Carlos, percebemos que ele conseguiu com ajuda da Internet, até bem mais amigos que os "1 milhão de amigos" que ele tanto queria nos anos setenta.

Enfim, comparações à parte, na verdade essa possibilidade de conquistar muitos amigos rapidamente nas Redes Sociais, não é somente de um cantor como o Roberto Carlos, existem vários perfis com 1, 2, 3, 4, 5 milhões de amigos virtuais no Brasil e no mundo.       

Clique aqui para ler o artigo na íntegra e ver como conquistar amigos e seguidores para as redes Sociais.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Empresa Alagoana em votação mundial

1358173493handtalkwsa

Empresa de Alagoas está disputando um prêmio mundial da ONU em Abu Dhabi.

A Hand Talk é uma StartUp inovadora de três Jovens Alagoanos que foram os responsáveis pela criação e desenvolvimento do sistema: Carlos Wanderlan, Ronaldo Tenório e Thadeu Luz

A Alagoana Hand Talk  tem um sistema único de acessibilidade para surdos através de um aplicativo de conversão simultânea de voz, texto e imagens em Libras (lingua de sinais).

A Hand Talk já foi escolhida pelo evento WSA World como uma das 5 melhores soluções de Inclusão Social do Mundo e agora disputa em Abu Dhabi nos Emirados Árabes Unidos, o prêmio principal entre as 5 selecionadas mundialmente do Japão, Portugal, Equador e Alemanha.

Agora chegou a sua vez de você Alagoano ajudar na votação popular na internet. entre no site do evento na categoria  m-Inclusion & Empowerment (Inclusão Social)  ->  http://www.wsa-mobile.org/winners/vote e clique nas estrelas e vote quantas vezes quiser.  

Vamos lá colocar o nome de Alagoas e do Brasil no topo das empresas e soluções inovadoras no mundo.  Divulgue e ajude também!!

Abraços e boa sorte a HAND TALK (Mãos que Falam!)

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Você divulga seu serviço ou produto por e-mail marketing ?

1357726810emailmarketing

Quem me acompanha sabe o que eu falo e penso do velho e bom e-mail. Na verdade o DESuso do e-mail começou na geração mais conectada que prefere mecanismos mais instantâneos para comunicação, como Skype, Facebook Chat, entre outros. No mundo corporativo já estamos acompanhando a tendência na integração dos e-mails nos chamados Social Business. O Google por exemplo, já trata o Gmail como parte integrada de um sistema completo de serviços, que inclui Rede Social, pesquisa, chat, agenda, armazenamento, tradução, mapas e etc. 

Não sou contra o uso do e-mail para marketing, sou contra a forma generalizada e invasiva que se aplica a ferramenta. Para mim o e-mail deve ser tratado como um marketing mais pessoal e direcionado.  ...   Leia este artigo e veja o que eu penso sobre isso!

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.
Comercial (82) 3313.6040 (82) 99812.2189 comercial@cadaminuto.com.br
Redação (82) 3313.2162 (82) 99664.2221 cadaminutoalagoas@hotmail.com