Eduardo Canuto deve tentar vaga para deputado federal

Assessoria Ff12b52a 87f4 4eb2 9e01 965f7c7742b2 Vereador Eduardo Canuto é líder do prefeito Rui Palmeira na Câmara

Esta coluna apurou que o vereador Eduardo Canuto (PSDB) já comunicou ao prefeito Rui Palmeira que deve tentar uma vaga na Câmara Federal. Canuto, que já está no quarto mandato como vereador, vem dizendo a amigos e colaboradores, que já atingiu o teto do que pode fazer como representante municipal e que é hora de alçar voos maiores.

Com Eduardo a chapa da oposição para a Câmara Federal pode ter; Arthur Lira (PP), José Thomaz Nonô (DEM), Teresa Nelma e Eduardo. Esta composição deve fazer no mínimo dois deputados.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

TDL e Cada Minuto divulgam nova pesquisa para o Senado nesta quinta

A547321f 6df1 4d43 9748 317b729464ac

A empresa TDL Pesquisa e Marketing em parceria com o   CadaMinuto divulgará nesta quinta-feira, 24, a primeira pesquisa registrada em Alagoas com novo cenário eleitoral para o Senado Federal.

Os números irão mostrar ao eleitor como está a corrida para a câmara alta do Congresso Nacional, assim como nomes para governo e presidente.

A pesquisa será divulgada com exclusividade a partir das 11h.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Justiça determina que prefeito interino devolva documentos retirados de prefeitura

16fc8144 6f45 4e2a 8600 a0cb0a4aa69b

Tinta dias após deixar o cargo de prefeito interino, Franklin Lou não devolveu toda documentação que retirou da prefeitura.  O juiz Vinicius Garcia, da Vara de Direito do Único Oficio de Mata Grande, determinou um prazo de 10 dias para que ele devolva toda documentação, sob pena de sofrer sanções.

Enquanto isso, o prefeito Erivaldo Mandú segue de mãos atadas, sem poder prosseguir com sua gestão e resolver os problemas que o município enfrenta, como adquirir materiais básicos e efetuar pagamentos, tanto de pessoal, como de fornecedores.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Collor defende a introdução da prisão perpétua no Brasil

Foto: DM 8ce95c74 d90c 4c0a bf0d e8f2729f7974 Fernando Collor

Pré-candidato à presidência da república, o senador alagoano Fernando Collor (PTC), defendeu na noite de ontem, durante pronunciamento no Senado, a introdução da prisão perpétua para pessoas que reincidirem no cometimento de crimes de homicídio e latrocínio.

O senador disse que a medida nada tem a ver com o “direito de vingança das vítimas, mas, sim, de não permitir que determinados tipos de criminosos, sabidamente irrecuperáveis, voltem ao convívio do restante da sociedade”

Collor vem aumentando o tom nas críticas a participação do governo federal no combate à criminalidade, o que deixa pistas, que este pode ser o mote de seu discurso com pré-candidato.

O ex-presidente disse ainda que o Estado deve atuar com a “mão pesada” nas medidas relacionadas à segurança pública.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

PDT fará pesquisa para “testar” Lessa como candidato ao governo

Agência Câmara/Arquivo F61255c0 82bd 49c8 ae29 38f890cf1361 Deputado Ronaldo Lessa

O jornalista Manoel Miranda, assessor do PDT em Alagoas, confirmou ao colunista José Elias, da Gazeta de Alagoas, que o partido fará uma pesquisa para testar o nome do deputado federal Ronaldo Lessa em vários cenários, inclusive ao governo.

Esta coluna já adiantou que é desejo do pré-candidato a presidente pela legenda, Ciro Gomes, que Lessa vá ao embate contra Renan Filho. O problema é que o PDT hoje faz parte da base de apoio do governo, inclusive com uma secretaria.

Outro elemento que pode dar um “molho” para esta discussão, foi a decisão do Palácio, de que todos os partidos da base, incluindo o PDT, devem coligar com o PMDB para as eleições de deputado estadual e federal. Esta decisão prejudica muito o partido, e pode ser o catalizador de mudanças. Aguardemos.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Ex-secretário critica “metrô” da Amélia Rosa e defende privatização da Casal

Reprodução 366cfd0b 7c8c 4e2c ba1c 51346034eafb Davi Maia

Pré-candidato a deputado estadual, Davi Maia, ex-superintendente de Limpeza Urbana e ex-secretário de Proteção ao Meio Ambiente de Maceió, divulgou nas redes sociais um vídeo criticando a nova interdição na Avenida Amélia Rosa, na Jatiúca, e defendendo a privatização da Casal.

 

Ele lembrou que a interdição – mais uma! – repete a novela de comerciantes e trânsito prejudicados na região e, citando os constantes bloqueios na via, questionou quantos recursos já foram gastos nessas obras.

 

“Não era melhor fazer obra de boa qualidade, uma vez só?”, perguntou.

 

Davi Maia lembrou que, ao defender a privatização da Casal não estava contra os servidores, mas a favor de uma gestão eficiente.

 

As interdições na avenida já se tornaram piada em Maceió. Quem costuma trafegar nas imediações apelidou os serviços de “obras do metrô”.

 

Elas não têm fim e, o pior, o metrô nunca vai chegar.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

União de Beltrão e Collor pode formar chapa completa

Foto: DM 8ce95c74 d90c 4c0a bf0d e8f2729f7974 Fernando Collor

E como todos estão buscando aliados, uma parte da família Beltrão tem acenado para um acordo com o senador Fernando Collor, que pode resultar em algumas mudanças no processo eleitoral.

Falam até na formação de uma chapa completa, com a base dos Beltrões no litoral sul do estado. A evolução desse acordo pode afetar muita gente!!

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Instituto fará pesquisa nos 102 municípios a pedido de grupo político

A3aceb38 62bc 4831 8ec4 33e0e1a19a2a

Um grupo político alagoano pretende fazer um panorama da intenção de voto nos 102 municípios alagoanos e para isso contratou um instituto de pesquisa para levantar esses dados.

O Ibrape será responsável por levantar esses dados a partir de hoje e revelar como os alagoanos podem votar para Presidente, Governador, Senador e deputado federal e estadual.

Esse resultado pode mudar a estratégia e articulações de muita gente...

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Renan e Collor estão entre os dez senadores que mais utilizaram licença para atividade parlamentar

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil/Arquivo 1ccde78b a9e5 4e86 b43a 0ebd28d966c8 Fernando Collor e Renan Calheiros

 

Levantamento realizado pelo portal G1 mostra que Renan Calheiros (MDB) e Fernando Collor (PTC) estão entre os dez senadores que mais utilizaram a chamada "licença para atividade parlamentar" na atual legislatura, que começou em 2015.

 

A licença permite faltar a uma sessão deliberativa sem apresentar justificativa e sem desconto no salário.

 

Em quinto lugar, Calheiros requisitou a licença em 43 dias (17% das sessões ordinárias). Em nota encaminhada ao G1, a assessoria do senador esclareceu que o artigo 13 não se refere a uma licença. “É o artigo que permite ao senador se ausentar da sessão para desempenho de atividade parlamentar fora das dependências do Senado. No caso do senador Renan, as faltas foram devidamente justificadas justamente pelo desempenho de missão política de interesse parlamentar no Estado de Alagoas”.

 

Em sexta posição, aparece Collor, com 42 dias (16,5% das sessões ordinárias).

 

Fora da lista dos dez, Benedito de Lira (PP) usou o expediente em 24 dias (9,4% das sessões ordinárias).

 

Ainda conforme a reportagem, nesta legislatura, 76 senadores no exercício do mandato e outros 13 que em algum momento exerceram o mandato requisitaram a licença, totalizando 1.320 ausências, pelas quais o Senado pagou R$ 1,48 milhão – considerando que um dia do salário mensal (R$ 33,7 mil) de um senador corresponde a R$ 1.125,43.

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Juiz nega pedido de Galba Netto para receber como vereador e não pelo Procon

Foto: Ascom/CMM/Arquivo 9d50de44 504a 42cf 9865 b2f6b0939559 Vereador Galba Netto

O juiz Geraldo Tenório Silveira Júnior, da 14ª Vara Cível da Capital/Fazenda Municipal, indeferiu o pedido formulado pelo diretor-presidente do Procon Alagoas, Galba Netto, para receber sua remuneração mensal como vereador (ao invés do salário pago pelo Estado), enquanto estiver à frente da autarquia.

 

O magistrado negou o Mandado de Segurança com pedido de liminar impetrado por Galba contra a Presidência da Câmara.

 

Conforme os autos, o vereador informou que, ao se licenciar, comunicou à Câmara a opção por receber a remuneração mensal do cargo de vereador, o que gerou um processo administrativo, no qual seu pleito foi indeferido. Ele procurou então a Justiça para tentar garantir o pagamento, sob pena de fixação de multa diária.

 

Na decisão, o juiz destacou que, conforme a Lei Orgânica do Município de Maceió, a situação onde o vereador não perde o mandato e pode escolher a remuneração que entender mais conveniente é quando assume cargos de secretário municipal, de Estado e do DF; ministro, prefeito, secretário nacional, superintendente de órgão federal de Desenvolvimento Regional; e chefe de missão temporária.

 

“Fixada essa linha de raciocínio, e considerando que o impetrante foi nomeado para o cargo de Diretor Presidente da autarquia estadual PROCON, consoante comprovado às fls. 28 dos autos, entendo que, de plano, este não se enquadra em nenhuma das hipóteses que permitem a escolha da remuneração”, pontuou o magistrado em um trecho do documento.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.
Comercial (82) 3313.6040 (82) 99812.2189 comercial@cadaminuto.com.br
Redação (82) 3313.2162 (82) 99664.2221 cadaminutoalagoas@hotmail.com