Quanto mais candidatos ao Senado, melhor para Renan Calheiros

Reprodução 004e7287 1730 4dc4 9b89 25b6b6ead47a Renan Calheiros

O senador Renan Calheiros sabe como ninguém jogar o “xadrez político”, isto não é nenhuma novidade. Além de fazer pesquisas com frequência e analisar diversas possibilidades, Renan trabalha sempre para que o cenário final seja o mais adequado para suas pretensões.

Ao anunciar Mauricio Quintella como seu segundo nome ao Senado, Renan já previu mais duas ou três candidaturas ao mesmo cargo. Seria Benedito de Lira, Marx e Alfredo Gaspar.

E o que acontece se todos forem candidatos? O título desta nota deixa claro. Quanto mais candidato, melhor para Renan. E ele mais do que ninguém sabe disso.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Marx espera que Renans digam o que querem dele

Foto: Reprodução/Facebook 98790efc be84 4a0d 8b68 ef8e284d7b3e Renan Filho e Marx Beltrão durante a assinatura

 

O ministro Marx Beltrão, que desde sempre assumiu sua candidatura ao Senado, diz a todos os interlocutores que não vai “espernear”, nem reclamar do que ele classifica de “suposta escolha de Mauricio Quintella para ser o segundo candidato ao Senado dos Calheiros”.

Marx quer ouvir do governador Renan Filho e do senador Renan Calheiros o que eles querem dele. O ministro lembra que é um dos cinco ministros mais bem avaliados do Governo Federal, que trouxe cerca de 1 bilhão em investimentos no Estado.

Diz ainda que sua família sempre votou com os Renans, que o próprio senador disse em público que Marx seria o segundo candidato ao Senado da chapa, que tem toda uma trajetória defendendo os Calheiros, e que por fim, quer ouvir dos próprios, qual a intenção dos dois em relação a ele.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Mauricio trabalha para ser senador e juntar Rui e Renan

Agência Brasil/Arquivo D16d6e03 fcf1 4744 8980 45038eae0c5b Maurício Quintella Lessa

 

Mauricio Quintella conseguiu. Como ministro ele se aproximou de todos, conseguiu, de forma jeitosa, o respeito de todos e tem agora o melhor quadro possível para sua eleição. Ele é candidato a senador, como ele e seu partido queria, com o apoio da máquina estadual e municipal.

Melhor ainda, conseguiu ter as secretarias de infraestrutura do Estado e da Prefeitura, coisa que Ronaldo Lessa tentou e não conseguiu. E de quebra, e não menos importante, vai disputar a vaga no Senado na chapa dos Calheiros, onde terá o segundo voto ao Senado da turma.

Depois de conseguir tudo isso Mauricio tem dois objetivos. O primeiro é se eleger Senador, e o segundo é juntar Rui e Renan, para pelo menos voltarem a dialogar. Depois de tudo que Mauricio conseguiu, alguém duvida que ele consiga?

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Ministro alagoano, Humberto Martins, é eleito corregedor nacional de Justiça

Foto: Reprodução / Internet 2aa87b4e c832 47cf b274 d1589b5256b0

O pleno do Supremo Tribunal de Justiça (STJ) elegeu por aclamação, o vice-presidente órgão, o ministro alagoano Humberto Martins, para o cargo de corregedor nacional de Justiça, no Conselho Nacional de Justiça.

O alagoano irá substituir o atual corregedor, João Otávio de Noronha, para um mandato de dois anos, a partir de agosto. A pedido do Congresso, a eleição foi antecipada, em razão do ano eleitoral.

Humberto Martins deverá ser sabatinado pelos parlamentares antes de assumir o cargo.

Como vice-presidente do STJ, Humberto Martisn concedeu liminar liberando a posse de Cristiane Brasil como Ministra do Trabalho e negou o habeas corpus pedido pela defesa do ex-presidente Lula, para tentar impedir sua prisão, ambas as decisões tomadas em janeiro deste ano.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Quintella emplaca secretário no Estado e mantém aliado na prefeitura

Agência Brasil/Arquivo D16d6e03 fcf1 4744 8980 45038eae0c5b Maurício Quintella Lessa

Braço direito do ministro Maurício Quintella, Fernando Fortes será nomeado secretário de Estado da Infraestrutura nos próximos dias.

 

A nomeação do aliado pelo Palácio, no entanto, não interfere na relação de Quintella com a prefeitura de Maceió, onde Ib Breda permanece  no comando da Secretaria Municipal de Infraestrutura.

 

Um dos poucos nomes no cenário político com cacife para manter um pé em cada canoa, o ministro ainda não anunciou se será candidato a reeleição na Câmara dos Deputados ou se disputa uma vaga no Senado.

 

Mas, já mostrou que tem bala na agulha.

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Marcelo Palmeira vai ser candidato com apoio de Rui, Arthur e Biu

Lisa Gabriela 9d33eb1d b6b6 4837 9616 81fce3fb9d4c Prefeito em exercício Marcelo Palmeira

Marcelo Palmeira esperou até o início de março uma definição do prefeito Rui Palmeira sobre a candidatura ao governo, que consequentemente lhe daria a vaga de prefeito.

Com a desistência de Rui, o atual vice-prefeito Marcelo Palmeira decidiu ser candidato a deputado estadual. Para esta candidatura ele vai contar com o apoio de forma ‘contundente” de Rui Palmeira na capital. É um compromisso do prefeito, Biu e Arthur com Marcelo, que o ajudarão em suas bases no interior do Estado.

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Pinto de Luna para o governo, Biu e Alfredo para o Senado e JHC na chapa. O plano da oposição

Arquivo Cadaminuto 4b54fea7 70f4 4e6f a1fd c746e2912dc6 Pinto de Luna

Se vão conseguir é uma incógnita, mas o grupo de oposição, formado, ainda, por PSDB,PP,DEM e PROS, pode ter o acréscimo do PSB e PSL e formar uma chapa completa com Pinto de Luna para o governo, Alfredo Gaspar Mendonça e Benedito de Lira para o Senado e uma chapa para federal com Arthur Lira, JHC, Pedro Vilela, Rodrigo Cunha e muitos outros, com o objetivo de fazer três ou quatro representantes.

Este é o planejamento mais próximo da realidade para que o grupo de oposição exista. Outra opção é o grupo implodir de vez e cada um lutar por si. Ao que parece esta segunda opção é a que está mais próxima. Aguardemos.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

JHC espera “oferta consistente” para definir candidatura ao governo

foto: Cada Minuto A7da1d32 af5d 48fc a2b2 a15434c0e9b7 deputado federal JHC (PSB)

O grupo de oposição formado pelo PSDB, PP, DEM e por enquanto o PROS, procurou o deputado federal JHC para que ele assuma a candidatura ao governo do grupo.

JHC ouviu a sondagem e aguarda até a próxima semana uma “proposta consistente” com todo o pacote oferecido pelo grupo, para ele avaliar se vale a pena ir para a disputa.

Quem conhece JHC, dificilmente aposta neste caminho.

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Três abandonam “grupo de oposição” a Renan

Crédito: Internet 05fd7e7a bff0 40c9 aa57 426a14d13dc7 Prefeito Jarbas Maya de Omena (PSDB)

Em um movimento já esperado, após a desistência de Rui Palmeira, alguns políticos começam a “pular do barco” do chamado grupo da oposição. Só hoje, o vereador Siderlane, o prefeito de Messias, Jarbas Omena e o deputado Gilvav Barros, já deixaram claro que não vão apoiar o candidato do grupo, seja quem for.

Os três repetem o mesmo discurso, ao dizer que sem Rui, estão livres para escolher seus destinos. Quantos mais devem fazer a mesma coisa?

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Petista diz que "pensaria dez vezes" antes de votar por cassação de Collor

Foto: Assessoria/Arquivo Abf99fa5 00e8 4b37 9e65 28fa5c67210e Senador Fernando Collor

Parece que o petista e senador Paulo Paim (RS) mudou sua opinião sobre o senador Fernando Collor. Conforme afirmou Paim, nesta segunda-feira (19), que “pensaria dez vezes antes de votar” pela cassação de Fernando Collor.

Além disto, Paulo disse que votou pelo impeachment, “mas a única coisa que fica na cabeça é a tal caminhonete Elba.” Collor emenda: “Uma carroça”. “Uma carroça”, concorda Paim.

Paim encerrou enaltecendo a “firmeza e coragem” do ex-presidente “em se apresentar como candidato” ao Palácio do Planalto.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.
Comercial (82) 3313.6040 (82) 99812.2189 comercial@cadaminuto.com.br
Redação (82) 3313.2162 (82) 99664.2221 cadaminutoalagoas@hotmail.com