STF: Teori manda arquivar uma das investigações contra Renan

Foto: Agência Brasil 8c1cb8c4 179b 4aaf a6ca 1acc021f46fc Ministro Teori Zavascki

O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou o arquivamento de um dos inquéritos da Operação Lava-Jato abertos para investigar o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).

O próprio procurador-geral da República, Rodrigo Janot, tinha pedido o fim da investigação. Apesar disso, há outros oito inquéritos da Lava-Jato contra Renan no STF.

Além dos inquéritos da Lava-Jato, há outros três no STF contra Renan, tratando de outros assuntos

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

O silêncio da Almagis no afastamento de Washington Luiz

Caio Loureiro C769bea7 be4d 4f33 a63f d900337a0760

Quem esperava alguma manifestação oficial de apoio da Associação dos Magistrados de Alagoas ( Almagis) ao desembargador afastado Washington Luiz que continue sentado.

A instituição não se manifestou sobre o assunto, e deve no máximo dar declarações protocolares, como a de que espera o término do processo no CNJ

Aliás, a única manifestação de solidariedade contundente ao desembargador afastado, partiu do governador Renan Filho, quando este foi provocado por uma pergunta da reportagem do Cadaminuto. As vezes o silêncio surpreende.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Separados em Maceió, Lessa e Kátia estão juntos em Delmiro

61b7e9bb 1874 4486 91c5 e3558b0d78d9 Assessoria

Aliados políticos históricos, que já andaram juntos e separados nas últimas campanhas políticas em Alagoas, Ronaldo Lessa e Kátia Born passam por momentos antagônicos na eleição de 2016.

Em Maceió, Kátia e Lessa estarão em palanques diferentes, A ex-prefeita e seu PSB vão de JHC e Lessa é um importante aliado de Rui Palmeira unindo o PDT e o PSDB.

Mas em Delmiro Gouveia, Kátia e Lessa uniram forças e apoiam Waldo Sandes para a prefeitura contra um ex-aliado dos dois, o deputado federal Givaldo Carimbão. A política alagoana realmente não é feita para amadores.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Renan Filho fica com interina até definição de Temer

Cortesia Marcos Marabá 13989482961456 Rosinha da Adefal conseguiu vitória no TRE

O governador Renan Filho prometeu a Rosinha da Adefal, que ontem foi exonerada da Secretaria de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos para assumir um cargo no governo federal, que não nomeará ninguém em definitivo para a Secretaria enquanto não for votado em definitivo a permanência do presidente Temer.

Com isso, fica no cargo, de forma transitória, a secretária Executiva de Gestão Interna, Cláudia Simões.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Grande a expectativa da confirmação de Marx Beltrão em ministério

Cortesia assessoria 5bc76371 3991 4871 b087 757d0f7a89c3 Max Beltrão

Cresceu nas últimas horas a expectativa do anúncio de Marx Beltrão para assumir o ministério do turismo. Mesmo com a divulgação do processo que o deputado sofre no STF, parece que o presidente Temer está disposto a contemplar mesmo o senador Renan Calheiros ao anunciar um aliado do senador alagoano no ministério.

Especula-se que o anúncio saia ainda esta semana.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Temos um cemitério de obras inacabadas no Brasil, diz Renan

Arquivo/ Agência Brasil Cb13c2e8 a41a 4828 abd0 c51b29b34c22

O presidente do Senado, Renan Calheiros, participou na tarde desta terça-feira (5) de uma reunião com o presidente interino da República, Michel Temer. Segundo Renan, vários senadores também participaram da reunião, que tratou da retomada das obras inacabadas espalhadas pelo país. Muitas dessas obras, destacou Renan, já foram empenhadas e nem sequer iniciadas.

- É um problema que preocupa muito o Brasil. Temos um cemitério de obras inacabadas, que representam 250 bilhões de reais de restos a pagar – declarou Renan, informando que uma nova reunião sobre o assunto foi agendada para o dia 2 de agosto.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Biu de Lira fala que Jogos de Azar podem render 65 bilhões para Governo Federal

Foto: Geraldo Magela/Agência Senado F6da79ac d614 4e0e a7c9 bd557dde047f Senador Benedito de Lira

O senador alagoano Benedito de Lira causou polêmica hoje durante reunião de Comissão no Senado ao dizer que a liberação dos jogos de azar pode trazer uma receita de até R$ 65 bilhões de reais por ano.

Biu de Lira causou risos na plateia ao dizer que outras atividades, como a cerveja e a cachaça, já eram regularizadas. “Veja só aquela propaganda da Itaipava, com aquela modelo sensual...E ai??” disse o senador. 

 

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Temer dita moda e chefe "interino" do TJ-AL modifica assessores de presidente afastado

Assessoria Ddf8dea7 aae3 4e91 86c8 c8d6e6ec5c43

Não era esperado, e chegou a ser surpreendente, a atitude do presidente “interino” do Tribunal de Justiça, João Luiz de Azevedo Lessa, ao nomear dois novos juízes, Alberto Jorge e Jamil Ferreira, como juízes auxiliares e principalmente, Maurilio Ferraz, no concorridíssimo Funjuris. Modificando quase na totalidade a equipe do presidente afastado Washignton Luiz

Jamil Ferreira e principalmente Alberto Jorge, estão longe de ser da turma Washignton Luiz, muito pelo contrário no caso do segundo. E Maurilio Ferraz, apesar de ter um bom trânsito em todos os “reinos” do TJ, substitui ao juiz Ivan Brito, considerado um discípulo do presidente afastado.

Um funcionário do Tribunal, disse a esta coluna que esta moda, do vice assumir interinamente no lugar do presidente afastado e mudar tudo, acabou vindo mesmo para ficar. Parece que sim.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Barra de Santo Antonio e o padre recebendo do Fundeb

0bb45b12 b6f4 4240 8731 fa7c6fc2b77b

O Cadaminuto traz hoje matéria da jornalista Vanessa Siqueira, na qual o Prefeito Rogério Farias, da Barra de Santo Antonio, acusa o seu vice, Carlos Alexandre, que assumiu a prefeitura enquanto o titular estava afastado pela Justiça, de realizar compras sem licitação e usar Fundeb para beneficiar servidores.

Na matéria, o prefeito diz à repórter que vai entrar no MP-AL com a denúncia. O inusitado é que entre os funcionários que receberam , supostamente de forma indevida, do Fundeb estaria um padre. O Cadaminuto vai acompanhar a denúncia e o encaminhamento do MP-AL.

Leia mais: Prefeito acusa vice de realizar compras sem licitação e usar Fundeb para beneficiar servidores

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Alagoas e uma vergonha que atende pelo nome de IML

Cada Minuto - Reprodução 14010988918369 Obra do novo IML de Maceió

Mais uma vez um grande veículo de comunicação brasileiro traz a luz os absurdos que acontecem no Insituto Médico Legal (IML), em Alagoas. Hoje a Folha de São Paulo mostra uma reportagem que o IML abandonou ossadas inteiras na sua antiga sede, a maioria delas sem identificação.

A matéria fala que os ossos não podem ser retirados antes de serem registrados. O prédio pertence à Universidade Federal de Alagoas (Ufal), que culpa o IML. O Cadaminuto já fez matérias denunciando este e outros absurdos.

O novo prédio do IML é prometido desde a primeira gestão de Ronaldo Lessa, e já foi “inaugurado” incontáveis vezes, sempre com um prazo que não é cumprido.

Nas últimas vezes, o ex-governador Teotônio Vilela Filho, recebeu o então ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, em 27 de março de 2012, prometendo uma cooperação entre Estado e Governo Federal que deixariam o prédio pronto em um ano. E nada!

O atual governador Renan Filho já assumiu sendo cobrado, retomou as obras, visitou o local, denunciou que a obra estava parada por dois anos, por inadimplência do governo estadual com a construtora da obra e que seria finalizada em abril ou maio de 2016. Até agora nada.

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.
Comercial (82) 3313.6040 (82) 99812.2189 comercial@cadaminuto.com.br
Redação (82) 3313.2162 (82) 99664.2221 cadaminutoalagoas@hotmail.com