Digital influencer alagoano será garoto-propaganda na Argentina

Ele se encontrou na internet 504a3111 24b0 4990 bb80 701663848fdf Carlinhos Maia

Alagoano, de Penedo, Carlinhos Maia, 24 anos, estourou na internet. Em seis meses, ele conquistou cerca de 600 mil curtidas em sua fanpage no Facebook, além de milhares de seguidores e inscritos no Instagram, Snapchat e Youtube. Da rotina humilde na cidade ribeirinha a Miami, ele conquistou o coração de um público fiel e ávido por compartilhar seus vídeos cheios de sacadas humoradas sobre temas da vida real.

Com experiência de dois anos em uma rádio local, ele conta que a história na internet começou de brincadeira, com os amigos, quando fez dois vídeos para o Youtube. As publicações não atingiram um número expressivo de acessos e ele parou com as gravações até que, meses depois, decidiu colocar vídeos diretamente no Facebook. “No Youtube demora mais para ter uma resposta e eu sou muito avexado. ‘Fiz o primeiro e teve cinco mil visualizações. Fiquei três meses com duas, cinco mil visualizações”, lembra.

A explosão veio com o vídeo “Sobre mulher que usa touca”, publicado em março, com mais de um milhão de visualizações. E, desde então, o número de compartilhamentos e acessos cresceu vertiginosamente. Quando Carlinhos Maia postou sobre as eleições nos Estados Unidos, em 9 de novembro, a audiência foi a quase sete milhões.

Com tanta gente de olho, afinal difícil mesmo é não esbarrar em um vídeo dele na sua timeline, os empresários passaram a entrar em contato para que Carlinhos se tornasse embaixador de diversas marcas. Inclusive, fez publicidade até para loja de brasileiros em Miami (o uso da imagem dele triplicou o número de vendas) e já tem convites para fazer shows para a comunidade brasileira nos Estados Unidos.

Turnê e garoto-propaganda internacional         

Com todo o dinamismo que a internet exige, Carlinhos se prepara para a sua primeira turnê, com início marcado para março de 2017, com organização de uma agência de São Paulo. Ele vai percorrer 150 cidades brasileiras. “Vou me jogar no mundo”, afirma, convicto.

Por enquanto, ele não planeja passar muito tempo fora de casa, mas está de malas prontas para a Argentina onde gravará um comercial. Ele embarca na próxima terça-feira (29) e retorna para o Brasil, no domingo (04).

Família

Os vídeos de Carlinhos Maia são gravados em casa. A mãe, Maria, aparece, constantemente, tendo se tornado uma das marcas do sucesso. “É daquele jeito. Tudo ali é real. Não tenho personagem. Meus vídeos são assim: eu acordo e faço. E só gravo uma vez”, garante.

Adotado com apenas três dias de vida, cresceu com a família adotiva, no interior de Alagoas. Agora, sua meta é poder ajudar ainda mais seus pais, e a mãe biológica, com quem mantém contato.

“Quando eu comecei a assumir a minha mãe (adotiva), a minha casa, quem eu era, as coisas começaram a acontecer. ‘É mais uma lição para aquelas pessoas que acham que se vangloriar com as coisas dos outros é coisa boa”, leciona.

Para quem ainda não conhece, é hora de conhecer o mais novo fenômeno da internet: https://www.facebook.com/carlinhosmaiaof/

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

O menino e o feitiço das imagens: o perfil de um fotógrafo   

A9efa91f d516 42f9 874b 4c322086ce08 Autorretrato

Tarcísio Ferreira era menor de idade quando descobriu a magia de captar imagens. Aos 17 anos, durante um projeto social do qual participava, em Arapiraca, foi solicitado que ele registrasse as atividades desenvolvidas. Este primeiro contato foi apenas a entrada para uma carreira promissora.

Foi com a aprovação, pelo Ministério da Cultura, de um projeto de produção cultural que Tarcísio descobriu que a fotografia poderia ser trabalho e arte. No projeto, ele ensinava crianças e jovens da comunidade quilombola Carrasco, na zona rural de Arapiraca, a fazer fotografia estenopeica, processo analógico que gera imagens por meio de um furo feito em latas e caixas. “A gente utilizou filme fotográfico analógico e lata de leite e revelava as imagens em laboratório”, explica.

Durante o projeto, ele desenvolveu novos olhares. Enquanto ministrava as aulas, Tarcísio registrava cenas do cotidiano da comunidade. As imagens captadas se tornaram uma exposição. “As cenas renderam a série Carrasco que, inclusive, está disponível na internet”, afirmou o fotógrafo.  Confira as imagens: https://500px.com/tarcsioferreira/galleries/carrasco-2013

Desde então, Tarcísio, hoje com 23 anos, participa de cursos de fotografia para ampliar o conhecimento na área e trabalha com cobertura de eventos, públicos e particulares, faz ensaios e editoriais. “Futuramente, quero trabalhar com fotografia etnográfica, registrar sociedades, culturas e também com cinema”, revela.

No cinema, Tarcísio foi assistente de câmera do curta-metragem “Flamor” (2012), dirigido pelo cineasta Leandro Alves, e assistente de fotografia dos filmes “Povoado”, de Wagno Godez e do documentário “O Juremeiro de Xangô”, de Arilene de Castro.

Pelo conhecimento

Tarcísio Ferreira também participou de diferentes cursos na área. Em 2011, ele se inscreveu na oficina de arte contemporânea, com ênfase em fotografia, ministrada pelas artistas visuais Karla Melanias e Camila Calvalcante. “Foi a partir dessa oficina que me senti instigado a fotografar”, revela.

Em 2012, ele fez um minicurso de produção audiovisual do SESC, ministrado pelo Leandro Alves. No final do mesmo ano, ele esteve no curso de fotografia analógica como arte contemporânea e fotografia estenopeica (Pinhole), com Karla Melanias.  “Este curso deu origem à exposição fotográfica Caixa Preta. “Fiz um video no qual a proposta era recriar o ambiente sensorial da Praça Luiz Pereira Lima, com fotos feitas com latas de leite (Pinhole - estenopeica) junto com a captura do som ambiente da praça”, lembra. O vídeo está disponível no link: https://vimeo.com/73357711

Ensaio para o Blog da Clau Soares

Com a proposta de criar um clima boêmio e vintage, o ensaio para o blog contou com a diretora de arte, Isadora Magalhães, com assistência de Yuri Rangel. A locação foi no bar do Hotel Ibis, em Arapiraca, com vestidos da loja Veras, acessórios Soraya Farias Arapiraca e sandália Santa Lolla.

Confira o ensaio completo: https://500px.com/tarcsioferreira/galleries/clau-soares-2016-6

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Expo Handmade apresenta trabalho artesanal de dupla de Arapiraca

25ac9ddf 04cc 4d81 89e1 cab9a8ce7f53

As peças feitas à mão ganharam o patamar de luxo, nos últimos anos. Detalhes minuciosos, a exclusividade, o carinho impresso em cada item fazem da tendência “handmade” um dos maiores movimentos da atualidade. Em Arapiraca, as adeptas do estilo Daniely Menezes e Amanda Oliveira realizam a primeira edição da Expo Handmade, no próximo sábado (19), das 13h às 17h, no Carranca's Café, situado no primeiro andar da Casa da Cultura, no Centro de Arapiraca.

Daniely Menezes irá mostrar seu trabalho com costura e feltro, que inclui desde peças decorativas até utilidades, como máscaras para dormir e marca-páginas. Já Amanda Oliveira levará acessórios artesanais, pinturas em camisas e quadros de letterings. “A ideia principal é que as pessoas vejam de perto as peças e que possam ver a dedicação e a qualidade que colocamos em cada uma”, ressalta a jovem artesã Amanda Oliveira.

Além de expor os trabalhos manuais, a dupla promete uma tarde de troca de conhecimento, boas conversas e muita música.  A mostra, cuja entrada é gratuita, “foi pensada para que pudéssemos mostrar a importância do trabalho artesanal e fazer deste, um momento especial tanto para nós quanto para quem irá ao evento”, explica Daniely Menezes. 

A fotógrafa Rosely Lúcio, que vai registrar todo o evento, e os músicos Daniel Tenório e Lucas Calixto estão entre as presenças confirmadas. 

Serviço:

O quê: Expo Handmade

Quando: Sábado (19/11), das 13h às 17h

Onde: Carranca’s Café, na Casa da Cultura, no Centro de Arapiraca

Entrada Gratuita

Informações: (82) 99606-9455 - Daniely Menezes 

                         (82) 99932-3417 - Amanda Oliveira

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Finanças pessoais: como gerenciá-las e evitar o endividamento

Reprodução/Facebook 103f7834 8cd2 45ef 817d 57b9cf981a38 Coach financeiro indica caminhos

Os efeitos da crise no Brasil são reais e se refletem no cotidiano da população. A feira encareceu, o combustível também, bem como os serviços em geral, como saúde e educação. Para não entrar em uma bola de neve de dívidas, é preciso estabelecer prioridades.

Para quem tem encarado como missão impossível ajustar o salário com os gastos, o professor e coach financeiro, Alandson Araújo, é categórico: é preciso deixar o cartão de crédito de lado – um dos maiores geradores de endividamento, e fazer um mapeamento geral de cada centavo que sai da carteira. Fazer anotações diárias e identificar para onde o dinheiro está indo é indispensável.

As tradicionais planilhas evoluíram e o controle dos gastos pode ser feito por aplicativos no celular, como o Minhas Economias e o Mobills, este indicado pelo coach. Ambos são gratuitos, seguros e muito intuitivos. Basta registrar despesas e receitas, sem vincular a qualquer dado pessoal, como conta bancária ou número do cartão de crédito.

Para parar a bola de neve das dívidas e conseguir se reorganizar, a saída é fazer o planejamento. “Quanto que eu ganho? Quanto que eu gasto? Primeiro, tem que resistir às tentações, como promoções, e criar planos financeiros. ‘Se gasta mais do que ganha, precisa renegociar as dívidas e fazer com que as parcelas se encaixem no orçamento”, orienta Araújo.

Para aqueles que não conseguem manter as finanças em dia, pedir ajuda pode ser o melhor caminho. Entre os serviços ofertados, está o coaching financeiro que utiliza diversas ferramentas para equilibrar as finanças do cliente. “Lidar com o dinheiro é mais uma questão de inteligência emocional do que de conhecimento”, ressalta Alandson Araújo.

Durante as sessões semanais de coaching, o cliente é incentivado a buscar soluções. “São trilhados caminhos que vão contribuir para que o indivíduo saia dessa zona financeira perigosa. ‘No coaching financeiro, são trabalhados o autoconhecimento, a inteligência emociona, é feito o mapeamento das dívidas e sugeridas estratégias para que saia do status de devedor para investidor”, afirma.

Para quem não pode pagar pelo serviço, o jeito é seguir os passos indicados neste texto. Em resumo:

>> Mapear as contas, anotando todas as despesas diárias. Identificar onde estão os maiores gastos e buscar formas de reduzi-los. (Baixe um aplicativo de gerenciamento financeiro no celular);

>> Parar de fazer compras no cartão de crédito;

>> Resistir às tentações, como promoções. Se não tiver dinheiro para pagar à vista, não compre;

>> Caso necessário, renegociar as dívidas e dividi-las em parcelas que caibam no orçamento.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Cachos, ondas e “vibe” natural dão o tom dos cabelos femininos neste verão

E3545b5e d181 4607 b7f8 9fb829643a26

Com a chegada do verão não são apenas os dias que se passam a ter um ar mais descontraído, os cabelos também. Para quem quer ficar alinhada com a estação, o investimento nos fios vale a pena. Afinal, atualizar as madeixas e se sentir ainda mais poderosa costumam também alavancar o visual e também a autoestima.

Para saber o que vai estar em alta nos dias mais quentes do ano, consultamos a especialista em visagismo e terapia capilar, Dayane Mary, do Centro de Beleza e Estética Palazzo. Segundo ela, para este ano, a tendência são os cabelos cacheados e ondulados, com ar natural.

No corte, franja e o long bob atualizado estarão em alta. O cabelo médio, na altura do ombro, foi destaque nas passarelas e deve ser um dos mais pedidos nos salões. “O comprimento médio é a aposta para quem quer ficar na moda durante o verão”, destaca a cabeleireira Dayane Mary.

Os cabelos ganharão ainda tons mais neutros, sem tanta diferença entre a cor da raiz e das pontas. As luzes em degradê conferem o tom natural tão almejado na estação. Para quem não resiste ao loiro, a aposta certeira é o bege platinado.

Nas cores, outra novidade é o cabelo nude, que vai bem com todos os tons de pele. Nele, há uma mistura de tons quentes - dourados e mel, e frios - cinzas e platinados. Juntas, estas cores se anulam e formam uma cor neutra.

Os cabelos castanhos continuam em alta, em consonância com o mote da beleza natural que está ganha defensores nas passarelas e também nas ruas. Para quem pretende aderir, aposte nos castanhos em tons mais frios e naturais, tons de loiro escuro, castanho claro e mel.

* Imagens da internet

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Obesidade: para além da estética

25e14c85 8fc4 4d40 ba9c 976e2a706a3e Nutricionista alerta que obeso não pode desistir

Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) apontam que a obesidade é um dos maiores problemas de saúde pública do mundo e, no Brasil, expande-se dia após dia. O preconceito e a falta de informação, entretanto, dificultam a prevenção e o tratamento.

O que o senso comum percebe a questão apenas como estética, para a ciência é fator decisivo de qualidade de vida.  

A nutricionista Mirella Freire explica que a obesidade é uma doença crônica que depende de inúmeras circunstâncias para se desenvolver, desde a genética, maus hábitos alimentares até falta de exercícios físicos.  “A prevenção é aliar atividade física, qualidade de vida e uma boa alimentação”, ressalta.

O que pode parecer uma receita bem simples, na maioria dos casos, esbarra em inúmeras dificuldades de uma rotina agitada, sem horários estabelecidos para alimentação, insegurança para realizar atividades ao ar livre, falta de apoio familiar e, principalmente, preparo psicológico.

Larissa (o nome foi modificado para preservar a personagem) tem 21 anos e, desde a infância, sofre com a obesidade. “Meus pais sempre tentaram me fazer consciente dos problemas de saúde a longo prazo, e a família toda sempre estava em alguma espécie de dieta”, relata. Ela frisa que a adolescência foi a pior fase porque ela se cobrava muito, havia a pressão familiar e a crueldade dos colegas na escola.

A obesidade de Larissa, segundo o diagnóstico médico, está relacionada aos hábitos alimentares e à propensão genética. Apesar de continuar acima do peso, ela afirma que hoje consegue lidar melhor com a doença, mas que, depois de tantas tentativas, “deu um tempo” nos tratamentos.

Para a nutricionista Mirella Freire, o maior erro do obeso é justamente parar o tratamento porque, apesar de estar com taxas normalizadas, o excesso de peso sempre resultará em problemas de saúde.  Entre as doenças decorrentes da obesidade estão, segundo a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, o diabetes, doenças cardiovasculares, asma, gordura no fígado e até alguns tipos de câncer.

Além da ajuda médico-nutricional, as pessoas com obesidade precisam ter acompanhamento psicológico para manter o tratamento que deve ser contínuo, como toda doença crônica,  e adequado às necessidades de cada paciente.

Obesidade em expansão

A Organização Mundial de Saúde estima que cerca de 50% da população adulta brasileira está com sobrepeso e obesidade.

O mais preocupante é o crescimento da obesidade entre as crianças. A previsão é de que 11,3 milhões de crianças no país estarão com excesso de peso em 2015. Para prevenir, os pequenos precisam ter uma hora de atividade física, de moderada a intensa, e consumir, ao menos cinco porções de frutas e verduras, todos os dias. Tablets, TVs e celulares, só a partir dos dois anos de idade, e uso de até duas horas por dia.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Boteco do Empreendedor realiza primeiro encontro em Arapiraca

7009c2c3 c41b 4444 b78b 601eb886f75e Victor e Leandro são idealizadores do projeto

Com a proposta de conversar sobre negócios em um formato descontraído e aproximar interessados no tema, será realizada, em Arapiraca, na próxima quinta-feira (20), a primeira edição do Boteco do Empreendedor. A programação, que terá início às 19h, no Escritório Comedoria, no Centro da cidade, inclui bate-papo com quem tem experiência e conhecimento na área, petiscos e bebidinhas.

De acordo com os organizadores, a ideia surgiu em virtude da carência de eventos deste tipo, no segundo maior município do Estado. “Há cerca de um ano, vínhamos discutindo formas de promover encontros com empresários, profissionais liberais, estudantes, para compartilhar informações, fazer networking e até fechar negócios, com uma pegada mais descontraída”, explica o consultor de empresas, Victor Francklin.

O bate-papo sobre as “Novas Perspectivas da Indústria e Comércio em Alagoas” contará com a contribuição do economista Lucas Sorgato; do superintendente da Indústria, Comércio e Serviços da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo de Alagoas, André Luiz Gomes; do gerente nacional de vendas da Araforros, Heriberto Tromm; e do gerente comercial da Popular Alimentos, Francisco Jose Lira Lieuthier. 

O relações públicas, Leandro Carvalho Souto, também na organização do Boteco do Empreendedor, ressalta que a meta é organizar encontros mensais, com temas e convidados de áreas afins. “O tema do próximo encontro já está definido. Será ‘Gestão da Qualidade’. Também iremos ouvir as demandas dos participantes sobre o que eles querem conversar e vamos pensando nos seguintes. A ideia é juntar gente boa para conversar sobre empreendedorismo”, explicou.

Serviço:

O que: Boteco do Empreendedor

Quando: Quinta-feira, 20 de outubro, às 19h

Onde: Escritório Comedoria, na Rua João Ribeiro Lima, 182 - Centro, Arapiraca/AL

ENTRADA FRANCA

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Inscrições para o Prêmio Estadual da Qualidade vão até 30 de novembro

Texto: Assessoria

Empresários e gestores de instituições privadas ou públicas em Alagoas têm até 30 de novembro para inscrever sua organização no ciclo 2017 do Prêmio Estadual da Qualidade (PEQ-AL), promovido pelo Movimento Alagoas Competitiva (MAC) com o objetivo de reconhecer aqueles que se destacam pela excelência na gestão dos seus negócios, inovação e sustentabilidade das suas ações. Vale destacar que os benefícios do prêmio se aplicam já na fase de inicial do processo.

Isso porque para efetivar sua participação, é preciso responder um diagnóstico de autoavaliação, o qual permite uma visão sistêmica da empresa com seus processos e resultados. A partir deste material é iniciado o processo de avaliação que irá determinar os vencedores do PEQ-AL. Contudo, sua maior vantagem é receber uma devolutiva voltada para o desenvolvimento da maturidade de sua gestão.

“Todos aqueles que participam, independente de vencer ou não o Prêmio Estadual da Qualidade - Alagoas, recebem um relatório com pontos fortes e oportunidades de melhoria que serve como base para implantação de mudanças gerenciais e promoção da cultura para excelência”, explicou Isabella Bezerra Superintendente do MAC.

O relatório de avaliação é elaborado por uma equipe de avaliadores voluntários capacitados no Modelo de Excelência da Gestão, seguindo as normas técnicas da Fundação Nacional de Qualidade (FNQ). O PEQ-AL está alinhado ao cronograma nacional da Rede QPC – Qualidade, Produtividade, Competitividade, e ao seu regulamento.

Os empresários interessados em participar podem receber mais informações e acessar o regulamento do ciclo 2017 do PEQ-AL no site do Movimento Alagoas Competitiva www.alagoascompetitiva.org.br ou pelos telefones (82) 3327-5880 / 98143-9682 / 98187-0842 / 98169-9746.

Para conhecer mais o Modelo de Excelência da Gestão - MEG, o MAC irá realizar os cursos ‘Interpretação dos Critérios Compromisso Com a Excelência’ em Arapiraca (18 e 19 de outubro) e "Interpretação dos Critérios Rumo a Excelência" em Maceió (25 e 26 de outubro). As inscrições para estes cursos também são feitas pelo site do Movimento Alagoas Competitiva.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Da direção de arte à moda: alagoana faz sucesso com peças de couro customizadas

2997e38e 5240 40ea 9452 85717e6a3869

Há seis meses, a designer alagoana Júlia Maria Nogueira viu sua carreira ganhar novas perspectivas. Graduada em designer gráfico, com pós-graduação em direção de arte pela Belas Artes de São Paulo, ela atuava no mercado publicitário, com projetos audiovisuais, e gerenciava o marketing de uma marca nacional. No entanto, foi na moda que ela descobriu que seu talento em artes também passaria a compor o look de muita gente Brasil afora.

O hobby de customizar sandálias e bolsas com mood do sertão nordestino transformou-se em empresa, a Sertão Encantado. “A Sertão surgiu muito espontaneamente. Eu não planejei criar a marca. ‘Tive que deixar as coisas que fazia paralelamente para focar só nisso por conta da demanda de peças”, revela Júlia.

Para se dedicar à empresa, Júlia deixou São Paulo, onde residia há três anos, e passou a viver no povoado litorâneo Barra Nova, em Marechal Deodoro, no interior de Alagoas, onde produz as peças que mais parecem obra de arte.

As peças são exclusivas com seus tons fortes sobre o couro que aparece em rasteirinhas, botas, bolsas e acessórios. Os pedidos e o retorno do público não param e vêm de todo o Brasil. “Tenho recebido um carinho muito grande das pessoas”, afirma. Ela confessa ainda que não esperava esse sucesso e o redirecionamento da carreira. “Estou muito feliz de poder trabalhar com a coisa que mais amo na vida (a arte)”, diz.

Hoje, suas peças chegam a todas as partes do Brasil e são queridinhas entre as famosas, como Anitta,Thaila Ayala, Marcinha Lavini, Endy Mesquita, Ramona Zanon e Simone Bert. 

Inspiração

Júlia Nogueira revela que se inspira em diversos elementos para criar as intervenções. “Gosto muito de simbologias que passem uma leveza de espírito. ‘Sou uma pessoa muito espiritualizada. Então, eu tento passar uma alegria nas minhas coisas. Sempre uma coisa alegre, pra cima”, explica.

Nas redes sociais

No Instagram, o perfil com mais de cinco mil seguidores  da Sertão Encantado é uma vitrine de cores e desejo. Além de toda a beleza das peças, o estilo de Júlia Nogueira é uma inspiração para os fãs que não economizam nos elogios e comentam cada novidade postada. Vale a pena conferir: @sertaoencantado.

 
Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Empresas ofertam espaços de coworking em Arapiraca

718f937d 4c7f 4166 9bce 1dbc694e0df7 Ambiente compartilhado incentiva trocas

Em tempos de lucros cada vez menores, a saída é compartilhar, inclusive, o escritório. Consolidada nos Estados Unidos, onde surgiu em 2005, a cultura do coworking é pouco conhecida em terras alagoanas, mas já há espaços na capital e até no interior. Em Arapiraca, empresários apostam no crescimento deste tipo de ambiente de trabalho que foca na redução dos custos e dinamismo das atividades empresariais.

Em um coworking, é possível alugar uma estação de trabalho por algumas horas, contando com serviços de copa, internet, telefone, armários, sala de reuniões, recepção, entre outras benesses, sem ter que pagar por tudo. A manutenção do espaço, como a limpeza, é executada pelos administradores. Basta pagar, chegar, usar e ir embora,  sem maiores preocupações.

Para o consultor em empreendedorismo e gestão, Victor Francklin, os espaços de coworking representam o futuro dos ambientes de negócios. “O coworking proporciona a otimização de custos e integração. ‘Você vai ter contato com outros profissionais, com outras empresas, aumentar o seu networking. E, através deste relacionamento, pode até conquistar novos clientes ou criar grandes parcerias”, explica.

Para quem quer experimentar este tipo de serviço, duas empresas oferecem ambientes de escritório compartilhado, em Arapiraca: a Nexus Coworking, na Rua Expedicionário Brasileiro, e a Análise Assessoria Contábil, na Rua Rio Branco. Ambas ficam no bairro Centro.

A convite da empresa, visitamos a Nexus cuja gestão é feita pela empresa Orientis – Soluções Empresariais. A fachada discreta esconde um espaço amplo, bem cuidado e com localização estratégica (bem próxima ao Hotel Ibis). Lá, é possível alugar a estação individual de trabalho por dia (R$ 40/8h), por mês ou por semestre.

Segundo a gestora Katiane Xavier, quanto mais tempo de contrato, mais vantagens para o cliente que, além da estação de trabalho, poderá ter acesso à sala de reuniões, endereço contábil, entre outros benefícios. Lá, podem funcionar até 12 empresas concomitantemente. “Na Nexus, basta chegar com o seu computador para trabalhar”, afirma.

Na Análise Contábil, o conforto também é preponderante no escritório compartilhado, e há a opção de alugar o espaço por hora (R$ 25/h), sendo possível acomodar até três pessoas. A empresa disponibiliza ainda sala de reuniões e auditório para aluguel. Os valores ganham desconto à medida que são alugados por mais horas.  

Serviço:

Nexus Coworking

R. Expedicionário Brasileiro, 207 - Centro

Tel.: (82) 3521-1884

Análise Assessoria Contábil

Av. Rio Branco, 680 - Centro

Tel.: (82) 3521-1135

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.
Comercial (82) 3313.6040 (82) 99812.2189 comercial@cadaminuto.com.br
Redação (82) 3313.2162 (82) 99664.2221 cadaminutoalagoas@hotmail.com