Filmes de super-heróis dominaram bilheteria no Brasil em 2016; veja Top 10

Reprodução 85e1c716 f2b2 48ac b63e c67110bece35 Maiores bilheterias no Brasil em 2016

O ano de 2016 foi excelente no quesito de bilheteria, de público e de grandes produções para o cinema mundial. Dessa forma, o Filme B, responsável pelos números de arrecadação e público no Brasil, publicou os dez filmes que mais arrecadaram no país, sendo os três primeiros lugares de produções da Marvel e da DC.

Capitão América: Guerra Civil (Marvel/Disney) ficou em primeiro lugar com quase 10 milhões de pessoas e teve arrecadação de R$ 143 milhões, Batman vs Superman: A Origem da Justiça (Warner/DC) em segundo com público total de 8,5 milhões de pessoas e arrecadação de R$ 132 milhões e, por fim, um filme que caiu no gosto dos brasileiros, Esquadrão Suicida (Warner/DC), com público de 7,8 milhões de pessoas e renda acumulada de R$ 118 milhões.

O top 10 ainda conta com uma produção nacional, Os Dez Mandamentos, que arrecadou R$ 116 milhões em bilheteria e teve um público total de 11 milhões de pessoas, porém o filme não teve exibições em 3D onde poderia facilmente ser o primeiro colocado.

Confira a lista:

  1. Capitão América: Guerra Civil – R$ 143 milhões – público de 9.605,1
  2. Batman vs Superman – A Origem da Justiça – R$ 132 milhões – público de 8.563,4
  3. Esquadrão Suicida – R$ 118 milhões – público de 7.883,6
  4. Os Dez Mandamentos – O Filme – R$ 116 milhões – público de 11.259,0
  5. Procurando Dory – R$ 113 milhões – público de 8.179,1
  6. Deadpool – R$ 81 milhões – público de 6.043,0
  7. Doutor Estranho – R$ 75 milhões – público de 4.804,1
  8. A Era do Gelo – O Big Bang – R$ 71 milhões – público de 5.262,6
  9. X-Men: Apocalipse – R$ 67 milhões – público de 4.288,4
  10. Animais Fantásticos e Onde Habitam – R$ 65 milhões – público de 4.337,0
Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Filme fictício sobre o ano de 2016 ganha trailer de terror feito por fãs

Reprodução 6aeac74c 9896 4286 958b f78b3ca24d00 2016: The Movie

Podemos concordar sem sombra de dúvidas alguma que 2016 foi um ano pesado em todos os aspectos, desde a política até a economia, literatura, segurança e entre outros. Porém, o que mais chamou a atenção das pessoas que amam a cultura pop foi a morte de pessoas importantes para o showbiz como: Carrie Fisher, Debbie Reynolds, Prince, David Bowie, George Michael e outros nos deixaram.

Pensando nisto, fãs resolveram criar um trailer de terror de um filme chamado “2016: The Movie” (2016: O Filme). Sim, isso mesmo. O trailer foca em um sádico criminoso com um capuz e uma máscara com o número 2016 na testa.

As vítimas, que não são tão famosas assim, começam a descobrir um padrão do assassino e, nesse padrão, eles conectam as mortes de David Bowie, Muhammed Ali e Gene Wilder, o Willie Wonka da Fantástica Fábrica de Chocolate de 1971. Outros aparecem na imagem, mas não foi possível visualizar bem.

No Brasil

Mas não foram apenas grandes famosos de Hollywood e do esporte internacional que nos deixaram. No Brasil, o número de mortes de personalidades foi ainda maior. A começar por Shaolin que morreu em janeiro, já dando prévias do que estaria por vir.

Também teve a morte chocante de Domingos Montagner no Rio São Francisco e de outros nomes como Tereza Rachel, Eike Maravilha, Cauby Peixoto, Mário Sérgio, um dos fundadores da banda Fundo de Quintal, César Macedo, o seu Eugênio da "Escolinha do Professor Raimundo", além de Rubén Aguirre, o professor Girafales, que, mesmo não sendo brasileiro, sempre fez parte da vida de quem ama o Chaves.

Claro que tudo isso não passa de uma brincadeira e trata-se de um filme fictício. Claro que se existisse um filme sobre o ano de 2016, este seria o trailer perfeito.

Infelizmente o vídeo não é legendado

Confira:

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Dicas de séries e filmes para quem vai passar o réveillon em casa

Edb6cfe6 9e3c 428b b305 66704f80e331

O réveillon está próximo e muita gente não curte as festas, preferindo ficar em casa, debaixo do ar condicionado dormindo ou, melhor ainda, assistindo. Este post vai exclusivamente para este tipo de pessoa, como também para aqueles tipos de pessoas que não tem planos para a virada do ano.

Pensando assim, fiz uma pequena lista de séries e filmes para maratonar durante a madrugada de ano novo e curtir sozinho, com namorado ou namorada, família ou com o cachorro :)

Confira as séries:

 

1. How I Met Your Mother (HIMYM)

Não, não quero deixar vocês na bad. HIMYM é o tipo de série perfeita para virar o ano novo. Ela é tão boa e tão afetiva, que aquele que assiste não vê o tempo passar. Ah, e são mais de 200 episódios divididos em 9 temporadas, ou seja, dá para curtir tranquilamente sem se preocupar com os fogos.

Gênero: Comédia romântica

Todos os episódios disponíveis na Netflix

 

 

2. Friends

Confesso que não sou muito fã de Friends, mas ela necessita estar nessa lista. Ross, Mônica, Chandler, Joey, Phoebe e Rachel foram responsáveis por uma das melhores séries de todos os tempos. HIMYM tem todas as características de Friends e isso é inegável, afinal ela foi precursora de muitas produções de sucesso desde que foi lançada. Vale a dica.

Gênero: Comédia romântica

Todos os episódios disponíveis na Netflix

 

 

3. Prison Break

Certo, entendi, não é muito fã de comédia romântica, não é? E se eu te der a dica de uma série totalmente viciante como Prison Break? Te peguei, não é? A primeira e segunda temporadas são excelentes e é o tempo necessário para a virada do ano.

Gênero: Série policial

Todos os episódios disponíveis na Netflix

 

 

4. Dexter

Gostou de Prison Break? Beleza! E se eu te disser outra tão viciante e tão boa quanto? Dexter é a série perfeita para passar o réveillon comendo sorvete e pipoca. Ela mostra a vida de um serial killer que trabalha de perito na polícia de Miami, mas um detalhe: Dexter mata apenas bandidos. Interessante não é? São 8 temporadas inteirinhas só para você, querido leitor.

Gênero: Série policial

Todos os episódios disponíveis na Netflix

 

 

Não é muito fã de séries? E que tal eu te passar umas dicas de franquias que são consideradas obras-primas para a madrugada do dia 1º? Confira a lista e diz se não vale à pena:

 

1. Saga Star Wars

Não podia começar sem mencionar Star Wars. A franquia que começou nos anos 70 faz sucesso até hoje rompendo gerações e fazendo o público amar cada vez mais o mundo de Han Solo, Vader, princesa Leia e Luke Skywalker. Recomendo assistir os episódios desta forma: Ep IV, Ep V, Ep II, Ep III, Ep VI e Ep VII.

Desconsidere o Episódio I e extermine Jar Jar Binks da sua vida.

Gênero: Ópera espacial

 

 

2. Trilogia Senhor dos Anéis

Não amar essa trilogia é impossível. Senhor dos Anéis se passa na terra média onde um mal deseja imperar o mundo. Tem anões, hobbits, elfos, feiticeiros, magia e o GANDALF! Diga se não vale à pena maratonar Senhor dos Anéis.

 

 

3. Trilogia Cavaleiro das Trevas

Christopher Nolan fez algo incrível com o Batman. A trilogia é uma obra-prima dos filmes de super-heróis e do cinema em geral, além de render um Oscar de Melhor Ator Coadjuvante para Heath Ledger que interpretou o Coringa.

Nolan entrega um Batman de Christian Bale mais realista e mais humano, diferentemente das HQs e do último Batman apresentado com Ben Affleck.

 

 

4. Trilogia Matrix

Você não é desse mundo. Este mundo não é real. São esses tipos de afirmações que ocorrem em sua mente quando assiste a trilogia Matrix. Revolucionário, Matrix mostra um mundo paralelo onde humanos e robôs lutam entre si e para acabar a guerra há um escolhido: Neo. Que tal assistir uma ação frenética e cheio de viagem?

 

 

E aí, gostou das dicas? Faltou algum filme ou série de TV para passar o revéillon? Comente e vamos discutir.

Eu, Bruno Levy, desejo a todos um feliz ano novo repleto de esperança, paz, amor e de um Brasil melhor a cada um e obrigado demais pelo feedback de vocês, leitores!

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Após dois anos de espera, Sherlock volta dia 1º com mais mistérios

Divulgação 98523f52 704a 44e0 b45e 80e39dadee30 Martin Freeman e Benedict Cumberbatch

Após dois anos de sofrimento e muita espera dos fãs, a nova temporada de Sherlock chega a TV no dia 1º de janeiro pelo canal britânico BBC. Quarta temporada tem novamente Moriarty na trama.

Considerada uma das melhores séries da atualidade, Sherlock é baseada nas histórias de Sherlock Holmes escritas por Sir Arthur Conan Doyle. Criado por Steven Moffat e Mark Gatiss, é estrelado por Benedict Cumberbatch como Holmes e Martin Freeman como o Doutor John Watson. Sendo exibida desde 25 de julho de 2010, já foram produzidos dez episódios para série, transmitidos em três temporadas de três episódios cada, além de um especial de Natal.

Os episódios duram em média 1h30min e são quase que independentes um do outro com casos bastantes conhecidos do maior detetive do mundo. As três temporadas da série são primorosas, de um roteiro genial e tramas excelentes. Benedict Cumberbatch foi simplesmente a melhor escolha para o papel de Holmes, além de o elenco contar com nada mais, nada menos que Martin Freeman. A dupla tem uma química impecável e, mesmo se tratando de um drama policial, o humor entre os dois é feito sob medida.

 

Moriarty

 

Dos dez episódios exibidos, juntamente com o especial de Natal, o melhor é sem dúvida The Hounds of Baskerville. Ele foi exibido no segundo episódio da segunda temporada e trata-se de uma adaptação de um romance de mesmo nome publicado em 1902, sendo um dos casos mais famosos de Conan Doyle.

Na trama, Holmes e Watson investigam as atividades estranhas numa base militar em que Henry Knight viu o pai ser desfeito por um cão gigante em Dartmoor vinte anos antes. O terror e a tensão presente no episódio são constantes, te deixando preso à frente da TV sem nem piscar os olhos.

 

The Hounds of Baskerville

 

Holmes, cético como sempre foi, nunca acreditou no monstro, até certo momento. Além desta trama, o episódio aprofunda o vício do Sherlock em casos de investigação. Em momentos ele se esquece da vida e quer sempre se manter ocupado, resolvendo mistérios, o que é bastante interessante. O final é surpreendente e deixa o fã satisfeito e totalmente eufórico com a genialidade da série.

O episódio foi escrito por Mark Gatiss que na época chegou a dizer que “sentiu-se mais responsável por incluir elementos familiares da história no episódio do que nas restantes adaptações feitas na série”.

Os episódios estão todos disponíveis na Netflix. Vale à pena conferir cada momento de Sherlock. A série com certeza vai te cativar e te deixar apreensivo para as próximas temporadas.

Nota 10

 

Confira o trailer da quarta temporada:

 

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Scarlett Johansson lidera lista com os atores que mais arrecadaram no cinema em 2016

Reprodução 4e40e010 ede9 464c 9039 811d5ec606c5 Scarlett Johansson

Após diversas polêmicas em hollywood onde mulheres tem menos participação em grandes filmes do cinema, parece que algo está mudando quanto a isso. A Forbes divulgou a lista dos 10 atores e atrizes que mais arrecadaram durante o ano de 2016 e desta vez o primeiro lugar ficou com Scarlett Johansson.

O resultado da lista se constrói juntando as bilheterias dos filmes que os artistas participaram ao longo dos últimos 12 meses mesmo sendo principal ou não. Além de Johansson, outras três atrizes aparecem no Top 10. Ela lidera a lista por conta da sua participação em “Capitão América: Guerra Civil”, “Mogli: O Menino Lobo” e “Ave, César!”.

Chris Evans e Robert Downey Jr completam o Top 3. Ben Affleck, Henry Cavill e Amy Adams, todos de “Batman vs Superman: A Origem da Justiça”, também estão na lista. Confira:

 

  1. Scarlett Johansson (Ghost in the Shell - 2017)
  2. Chris Evans (Capitão América: Guerra Civil)
  3. Robert Downey Jr. (Homem-Aranha: De Volta ao Lar - 2017)
  4. Margot Robbie (Esquadrão Suicida)
  5. Amy Adams (A Chegada)
  6. Ben Affleck (A Lei da Noite - 2017)
  7. Henry Cavill (Batman vs Superman: A Origem da Justiça)
  8. Ryan Reynolds (Deadpool)
  9. Felicity Jones (Rogue One: Uma História Star Wars)
  10. Will Smith (Beleza Oculta)
Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Carrie Fisher, a princesa Leia Organa de Star Wars, morre aos 60 anos

Reprodução Ca866209 8983 4b77 a117 f29a6c1b5da3 Carrie Fisher em O Despertar da Força

Atualizada às 15:38

A atriz Carrie Fisher, conhecida pelo papel de Princesa Leia Organa na saga Star Wars, morreu aos 60 anos na tarde desta terça-feira, 27, vítima de complicações de um ataque cardíaco durante um voo entre Londres e Los Angeles no dia 23 de dezembro.

No dia 23 de dezembro, a atriz sofreu um ataque cardíaco durante um voo e chegou a ser socorrida para o hospital UCLA Medical Center, na capital do estado da Califórnia, e se manteve internada até hoje. O irmão da atriz, Todd Fisher, desmentiu boatos sobre a condição de saúde de Carrie e falou que seu estado era crítico.

Um porta-voz da família de Carrie confirmou a morte da atriz para o site da revista People.

"É com grande tristeza que Billie Lourd confirma a morte de sua amada mãe Carrie Fisher. Ela morreu nesta manhã às 8h55. Ela era amada pelo mundo, que sentirá sua falta profundamente. Toda nossa família agradece os pensamentos e orações de vocês."

Amada pelos fãs, Carrie nasceu em 21 de outubro de 1956. Foi escritora, atriz e roteirista que começou sua carreira no cinema com a comédia Shampoo (1975). Em 1977, Carrie estreou aquele que a eternizaria no papel da Princesa Leia Organa, em Star Wars, com Mark Hamill e Harrison Ford. Na época, ela acreditava que Star Wars tinha um roteiro fantástico.

Carrie Fisher chegou a sofrer com o diagnóstico de transtorno bipolar e com o vícios em analgésicos e cocaína. A atriz retornou ao papel de Leia em Star Wars – O Despertar da Força (2015) onde foi ovacionada pelo público.

 

Carrie Fisher em Star Wars

 

Eu, como fã fervoroso de Star Wars, me sinto chocado com a notícia e desejo toda a Força poderosa do mundo a família da atriz e aos amantes da saga Star Wars.

 

"Morte parte natural da vida é, feliz fique por aqueles que na Força se transformam." (Mestre Yoda - Episódio III)

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Ricky Harris, o Malvo de "Todo Mundo Odeia o Chris", morre aos 54 anos vítima de infarto

Ilustração 76d8a7f9 92f9 413c 945e 9cebf9ac56cd Ricky Harris

Atualizada às 00:05

O ator, rapper e comediante Ricky Harris, mais conhecido por interpretar o personagem Malvo em "Todo Mundo Odeia o Chris", morreu na noite desta segunda-feira, 26. As primeiras informações são de que Harris morreu vítima de infarto.

O ator tinha 54 anos e começou seus primeiros papéis no cinema em "Poetic Justice" em 1993 e "Murder Was the Case: The Movie em 1995". Ele também teve participações nas séries "CSI: NY" e "CSI: Miami".

O ator Tyler James Williams, que interpretou o Chris, era amigo próximo de Rick e deixou uma mensagem emocionante no perfil pessoal do Instagram.

Na mensagem, Tyler diz que "2016 tem sido um ano duro, e com certeza ele deu outro golpe. Este homem foi um dos homens mais engraçados que eu já trabalhei  e um dos poucos a entrar em um show e respeitar um elenco cheio de crianças talentosas. Subestimado é um eufemismo.

Descanse em paz Ricky Harris"

 

Instagram oficial de Tyler James Williams

 

O também rapper e amigo próximo de Harris, Snoop Dogg deixou uma mensagem no perfil oficial no instagram (@snoopdogg). Tá na hora de 2016 acabar, porque tá difícil.

Confira uma das melhores cenas do ator em "Todo Mundo Odeia o Chris":

 

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Trailer de "Alien: Covenant" é incrível e revela a retomada do terror na franquia

Divulgação Aaf846ba 16b1 4956 a4f6 9b6e7013a449 Pôster de "Alien: Covenant"

Após meses de espera, a Fox finalmente divulgou o primeiro trailer do novo filme “Alien: Covenant”. Baseada na criatura xenomorfa mais conhecida de todos os tempos, a trama deve se passar tanto como prelúdio do longa de 1979 quanto como uma continuação de Prometheus.

Depois de um filme que não agradou totalmente o público em Prometheus, o diretor Ridley Scott (Perdido em Marte) promete um filme com mais terror e mais claustrofóbico que o público tanto gosta. Tomando como base o game “Alien: Isolation” (2014), Covenant promete retomar o fôlego da franquia que estava estagnada.

Talvez seja a última chance de Scott a frente do filme, mesmo com um excelente Prometheus. Em entrevista para a Entertainment Weekly, o diretor afirmou que pretende deixar Covenant ainda mais assustador. “É difícil assustar as pessoas. É muito mais fácil fazer um monte de gente rir. Mas realmente assustar alguém até borrar as calças? Isso é difícil”, disse Ridley Scott.

 

Katherine Watherston (Foto: Etertainment Weekly)

 

Além de uma trama que pode responder muitas dúvidas que ficaram pairadas em Prometheus, Alien: Covenant tem um elenco estrelado com Michael Fassbender (Assassin’s Creed), James Franco (127 Horas), Katherine Watherston (Animais Fantásticos e Onde Habitam), Guy Pearce (Homem de Ferro 3) e Noomi Rapace (Sherlock Holmes: O Jogo das Sombras). O roteiro fica a cargo de Michael Green (Logan).

O filme foi antecipado em três meses e tem estreia prevista para 19 de maio de 2017.

Confira a sinopse e o trailer de Covenant:

“Ridley Scott retorna ao universo que criou com ALIEN: COVENANT, um novo capítulo em sua inovadora franquia ALIEN. A tripulação do navio-colônia Covenant, ligada a um remoto planeta no lado distante da galáxia, descobre o que eles acham que é um paraíso inexplorado, mas na verdade é um mundo escuro e perigoso. Quando descobrem uma ameaça além de sua imaginação, devem tentar uma fuga angustiante.”

 

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Os maiores sucessos e fracassos de bilheterias no cinema em 2016

Ilustração 98bd289d 007b 4d06 a95b a52b4c1748d8 O Homem nas Trevas (2016)

Com a chegada de fim de ano que vem juntamente com o fim da temporadas de blockbusters em 2016, especialistas da revista americana Variey publicou uma lista com os maiores sucessos e fracassos de bliheterias do cinema em 2016.

A lista contempla 10 filmes e se baseia no orçamento da produção e na arrecadação ao redor do mundo:

 

OS FRACASSOS

 

A Longa Caminhada de Billy Lynn

“Billy Lynn é um jovem soldado de 19 anos, que consegue sobreviver, junto de seus colegas de exército, a um tiroteio no Iraque em 2005. Para recompensá-los, o presidente George W. Bush leva toda a tropa de volta aos Estados Unidos, a tempo de receber uma homenagem no intervalo de um jogo de futebol americano, na época do Dia de Ação de Graças. Logo após a festa, no entanto, Billy e os outros militares são enviados de volta ao Iraque.”

O filme do diretor Ang Lee (As Aventuras de Pi) custou US$ 40 milhões aos estúdios Tristar e só arrecadou US$ 26,2 milhões.

 

O Bom Gigante Amigo

“A pequena órfã Sophie (Ruby Barnhill) encontra um gigante amigável que, apesar de sua aparência assustadora, se mostra uma alma bondosa, um ser renegado pelos seus semelhantes por se recusar a comer meninos e meninas. A garotinha, a Rainha da Inglaterra (Penelope Wilton) e o ser de sete metros de altura unem-se em uma aventura para eliminar os gigantes malvados que estão planejando tomar as cidades e aterrorizar os humanos”.

O mestre Steven Spielberg (Jurassic Park) não se deu bem desta vez. O filme custou US$ 140 milhões e “só” conseguiu US$ 178,4 milhões.

 

A série Divergente: Convergente

“Após a mensagem de Edith Prior ser revelada, Tris (Shailene Woodley), Quatro (Theo James), Caleb (Ansel Elgort), Peter (Miles Teller), Christina (Zoë Kravitz) e Tori (Maggie Q) deixam Chicago para descobrir o que há além da cerca. Ao chegarem lá, eles descobrem a existência de uma nova sociedade.”

Do estúdio da Lionsgate, Convergente foi de longe o filme mais fraco da série custando US$ 110 milhões e arrecadando US$ 179 milhões

 

Ben-Hur

“O nobre Judah Ben Hur (Jack Huston), contemporâneo de Jesus Cristo (Rodrigo Santoro), é injustamente acusado de traição e condenado à escravidão. Ele sobrevive ao tempo de servidão e descobre que foi enganado por seu próprio irmão, Messala (Toby Kebbell), partindo, então, em busca de vingança.”

O filme de Rodrigo Santoro e da MGM não foi muito bem no mundo. O orçamento da produção foi de US$ 100 milhões e fez apenas US$ 94 milhões.

 

Alice Através do Espelho

“Alice (Mia Wasikowska) retorna após uma longa viagem pelo mundo, e reencontra a mãe. No casarão de uma grande festa, ela percebe a presença de um espelho mágico. A jovem atravessa o objeto e retorna ao País das Maravilhas, onde descobre que o Chapeleiro Maluco (Johnny Depp) corre risco de morte após fazer uma descoberta sobre seu passado. Para salvar o amigo, Alice deve conversar com o Tempo (Sacha Baron Cohen) para voltar às vésperas de um evento traumático e mudar o destino do Chapeleiro. Nesta aventura, também descobre um trauma que separou as irmãs Rainha Branca (Anne Hathaway) e Rainha Vermelha (Helena Bonham Carter).”

Do diretor James Bonin e que contou mais uma vez com Johnny Depp, custou US$ 170 milhões a Disney e conseguiu arrecadar US$ 299 milhões. Apesar de estar acima do custo da produção, a empresa ainda gasta com marketing, distribuição e outros custos.

 

OS SUCESSOS

 

Pets – A Vida Secreta dos Bichos

“Max é um cachorro que mora em um apartamento de Manhattan. Quando sua querida dona traz para casa um novo cão chamado Duke, Max não gosta nada, já que seus privilégios parecem ter acabado. Mas logo eles vão ter que pôr as divergências de lado quando um incidente coloca os dois na mira da carrocinha. Enquanto tentam fugir, os animais da vizinhança se reúnem para o resgate e uma gangue de bichos que moram nos esgotos se mete no caminho da dupla.”

Da Universal, Pets teve um orçamento estimado de R$ 75 milhões e conseguiu arrecadar impressionantes R$ 875 milhões no mundo.

 

Sully – O Herói do Rio Hudson

“15 de janeiro de 2009. Logo após decolar do aeroporto de LaGuardia, em Nova York, uma revoada de pássaros atinge as turbinas do avião pilotado por Chesley "Sully" Sullenberger (Tom Hanks). Com o avião seriamente danificado, Sully não vê outra alternativa senão fazer um pouso forçado em pleno rio Hudson. A iniciativa é bem sucedida, com todos os 150 passageiros a bordo sendo salvos. Tal situação logo transforma Sully em um grande herói nacional, o que não o isenta de enfrentar um rigoroso julgamento interno coordenado pela agência de regulação aérea nos Estados Unidos.”

A Warner dessa vez acertou em cheio em mais um filme altamente patriótico. Clint Eastwood é o diretor e Tom Hanks é Sully num filme que custou US$ 60 milhões e fez US$ 228 milhões no mundo.

 

O Homem nas Trevas

“Três adolescentes sempre escaparam de seus roubos, todos perfeitamente planejados. No entanto, quando realizam seu último crime, assaltando a casa de um senhor cego, o jogo muda. Encarcerados no local, eles precisam lutar por suas vidas contra um psicopata cheio de segredos e terrivelmente habilidoso.”

A maior surpresa do ano é de um filme de terror para maiores de 18 anos. Sim, considerado um dos maiores sucessos do ano, O Homem nas Trevas teve a produção estimada em US$ 10 milhões e arrecadou impressionantes US$ 153 milhões.

 

Deadpool

“Ex-militar e mercenário, Wade Wilson (Ryan Reynolds) é diagnosticado com câncer em estado terminal, porém encontra uma possibilidade de cura em uma sinistra experiência científica. Recuperado, com poderes e um incomum senso de humor, ele torna-se Deadpool e busca vingança contra o homem que destruiu sua vida.”

Esse sim com certeza foi o maior sucesso do ano. Deadpool, do diretor Tim Miller, e de Ryan Reynolds teve um orçamento de “míseros” US$ 50 milhões a Fox e arrecadou absurdos US$ 782 milhões no mundo. Detalhe: o filme é considerado R-Rated, que no Brasil significa que é proibido para menores de 18 anos. Incrível, não?

 

MENÇÃO HONROSA

 

Rogue One: Uma História Star Wars

“Ainda criança, Jyn Erso (Felicity Jones) foi afastada de seu pai, Galen (Mads Mikkelsen), devido à exigência do diretor Krennic (Ben Mendelsohn) que ele trabalhasse na construção da arma mais poderosa do Império, a Estrela da Morte. Criada por Saw Gerrera (Forest Whitaker), ela teve que aprender a sobreviver por conta própria ao completar 16 anos. Já adulta, Jyn é resgatada da prisão pela Aliança Rebelde, que deseja ter acesso a uma mensagem enviada por seu pai a Gerrera. Com a promessa de liberdade ao término da missão, ela aceita trabalhar ao lado do capitão Cassian Andor (Diego Luna) e do robô K-2SO.”

Recém-lançado e com apenas uma semana em cartaz, Rogue One é sucesso de crítica e público, além de ser finalista do Oscar de Melhores Efeitos Visuais. Do diretor Gareth Edwards e de elenco estrelado que conta com Felicity Smoak, Madds Mikkelsen e Forest Whitaker, o filme teve um orçamento de R$ 200 milhões e já arrecadou R$ 388 milhões no mundo, fazendo com que a Disney fosse o primeiro estúdio de cinema do mundo a chegar a fazer US$ 7 bilhões em um ano.

Para você, querido leitor, faltou algum filme na lista? Ou acha injusto algum longa ter sido considerado um fracasso? Comente.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Confira os favoritos a Melhor Filme no Oscar 2017

Ilustração 2c4df296 8249 488d 926f 23bef86109cf Oscar

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas divulgou a lista com 336 filmes elegíveis para concorrer a Melhor Filme no Oscar 2017. Entre eles estão grandes favoritos como “Fences” e “Silence” e blockbusters como “Batman vs Superman: A Origem da Justiça” e “Capitão América: Guerra Civil”.

Como se trata apenas da fase inicial, um filme precisa estrear comercialmente em um cinema de Los Angeles até a meia-noite de 31 de dezembro, permanecendo em cartaz por mais sete dias. As produções também precisam ter mais de 40 minutos.

Os grandes favoritos

Considerado o melhor filme do ano até o momento pelo público, “A Chegada”, do diretor Denis Villeneuve, trata de seres de outros planetas que deixam marcas na terra onde a Dra. Louise Banks (Amy Adams), uma linguista especialista no assunto, é procurada por militares para traduzir os sinais e desvendar se os alienígenas representam uma ameaça ou não.

 

 

Com um elenco de peso, Denzel Washington e Viola Davis vão atuar juntos em “Fences”, que é baseado na aclamada e premiada peça teatral homônima. A trama gira em torno de um homem, que sonhava em se tornar um grande jogador de beisebol durante sua infância, acaba frustrado na vida como um catador de lixo.

 

 

Martin Scorsese volta com tudo em seu mais novo filme “Silence”. Com um elenco estrelado que conta com Liam Neeson, Andrew Garfield e Adam Driver, o filme vai se passar no século XVII onde dois padres jesuítas portugueses, Sebastião Rodrigues (Garfield) e Francisco Garupe (Adam), viajam até o Japão em uma época onde o catolicismo foi banido. À procura do mentor deles, padre Ferreira (Neeson) os jesuítas enfrentam a violência e perseguição de um governo que deseja expurgar todas as influências externas.

 

 

O musical La La Land também pode ser considerado um dos favoritos na categoria. Com Ryan Gosling e Emma Stone no elenco, além de receber 7 indicações a prêmios no Globo de Ouro, a trama do filme conta a história de um pianista de jazz chamado Sebastian (Gosling) que quando chega a Los Angeles conhece a atriz iniciante Mia (Stone) e os dois se apaixonam perdidamente. Em busca de oportunidades para suas carreiras na competitiva cidade, os jovens tentam fazer o relacionamento amoroso dar certo enquanto perseguem fama e sucesso.

 

 

Blockbusters que merecem prêmios

Para melhor filme, nenhum blockbuster deve chegar ao páreo dos queridinhos de hollywood, porém em questão de prêmios técnicos alguns devem chegar lá. “Esquadrão Suicida” pode concorrer a melhor mixagem de som, enquanto “Doutor Estranho”, “Batman vs Superman”, “Warcraft”, “Star Wars: Uma Hsitória Star Wars” e “Mogli: O Menino Lobo” podem concorrer a Melhor Efeito Visual.

Nas animações, “Zootopia” pode sair na frente ao lado de “Procurando Dory” e “Moana”.  As escolhas dos finalistas serão apresentadas no dia 24 de Janeiro no programa do comediante Jimmy Kimmel e a edição do Oscar 2017 ocorre no dia 26 de fevereiro.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.
Comercial (82) 3313.6040 (82) 99812.2189 comercial@cadaminuto.com.br
Redação (82) 3313.2162 (82) 99664.2221 cadaminutoalagoas@hotmail.com