Edmilson Teixeira
Edmilson Teixeira

Municípios

Postado em 17/05/2017 às 19:07 por Edmilson Teixeira em Edmilson Teixeira 0

Município deve ter outra eleição porque prefeita não sabe ler nem escrever




Por Edmilson Teixeira

Foto: JH Notícias

É bastante delicada a situação da prefeita de Novo Lino, Lúcia de Vasco (PSDB), perante a Justiça Eleitoral. A gestora vem sendo acusada de não saber ler nem escrever, cujo teste sobre essa situação foi feito na última segunda-feira, no TRE/AL, perante um juiz federal, representantes do Ministério Público de Alagoas e membros do próprio órgão eleitoral. Sabe-se que o resultado do exame pericial foi um verdadeiro desastre para a candidata, que teve a ousadia de registrar seu nome no TRE, quando foi concorrer a eleição, apresentando certificado escolar e até curso de língua espanhola.  

“Não ficou nada legível quanto ao exame que a candidata Lúcia fez no TRE/AL. No nosso entendimento, ela não domina a leitura e nem a escrita; trata-se de uma analfabeta, que a partir de então passa a enfrentar uma situação bastante complicada, sobretudo para quem pensa permanecer no poder”, comentou o advogado Adriano Soares, que trabalha na ação, por meio da candidata Marcela (PSC), derrotada na eleição para Lúcia de Vasco por uma diferença de 552 votos.  

O destino do exame pericial feito com a prefeita Lúcia de Vasco agora, será o Pleno do Tribunal Regional Eleitoral, em data a ser confirmada. Entende o advogado Adriano Soares, que sem sobra de dúvidas uma nova eleição deverá acontecer em Novo Lino, visto que dificilmente a prefeita escapará dessa situação. “Ela por sinal passa a ter outro problema com a Justiça; que é a falsificação de documentos; já que a mesma apresentou certificado escolar e até curso de língua estrangeira”, disse o advogado.  Lúcia foi eleita com 53,72% dos votos válidos; e sua adversária Marcela, obteve 46,28%.    

 

 


Deixe seu comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.