Kátia Born aceita convite de Lessa, deixa PSB e arrasta mais de 200 filiados

Tribuna do Sertão Beb63cb5 698a 4ba3 b104 84b8ede6e905 Secretária de Saúde de Palmeira, Kátia Born

A secretária municipal de Saúde de Palmeira dos Índios, Kátia Born, confirmou oficialmente, nesta quarta-feira (4) sua saída do Partido Socialista Brasileiro (PSB) atendendo a um convite do deputado federal Ronaldo Lessa (PDT), aliado político de longa data. Lessa será um dos articuladores da campanha de reeleição do governador Renan Filho (PMDB) no ano que vem. 

Na última semana, o próprio Renan Filho confirmou a aliança com o ex-governador Ronaldo Lessa que passa imediatamente a compor a base governista, estratégia do Palácio República dos Palmares visando às eleições majoritárias de 2018. Lessa deve ocupar cargo de destaque no governo, ainda não revelado. 

Kátia Born vai assinar sua filiação ao PDT de Lessa provavelmente na manhã do próximo sábado (7) na Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE). Já há uma expectativa de que ao menos duzentos ex-filiados do PSB devem acompanhar a solenidade, ao mesmo tempo em que também serão acomodados na nova legenda. 

“Garanto que pelo menos 45 diretórios municipais do PSB, além do deputado estadual Inácio Loiola irão me acompanhar e assinar também a ficha de filiação do PDT”, revelou Kátia.

A secretária foi ‘convidada’ a deixar o PSB após desentendimentos com o presidente João Henrique Caldas (JHC) e, desde então, comandou o tsunami no PSB. Vale lembrar que no ano passado o PSB elegeu os prefeitos de seis municípios alagoanos. Em São José da Tapera elegeu Zé Antônio; em Palmeira dos Índios o eleito foi Júlio Cezar; em Joaquim Gomes elegeu Adriano Barros; já em Pindoba Maxwell Tenório; em Jacaré dos Homens foi José Floriano e em Jaramataia levou Jefferson Barreto à prefeitura. 

A saída de Kátia do PSB já havia sido divulgada neste blog em Agosto deste ano. Confira aqui
 

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Vereador Pablo Fênix homenageia militares da Rocam que atuam em Arapiraca

Cláudio Roberto 97c83b28 f329 4c53 bebe 803bbbf8137e Pablo Fênix presta homenagem a militares

Com o objetivo de render homenagens aos policiais que cumprem a missão de servir e proteger a sociedade, o vereador Pablo Fênix (PRB) apresentou, na sessão desta terça-feira (3), voto de aplauso aos militares do Terceiro Batalhão de Polícia Militar (3º BPM), em Arapiraca, em especial aos policiais que integram a Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas (Rocam), Alexandre, Williams, Helber e Honório.

Segundo Pablo Fênix, a iniciativa visa, sobretudo, demonstrar reconhecimento, gratidão e respeito do Poder Legislativo do município àqueles que cumprem o dever de proteger a sociedade. O vereador destaca que esses heróis, muitas vezes permanecem anônimos e não têm o devido reconhecimento dos cidadãos que protegem.

“Os policiais exercem suas funções perigosas e assumem um compromisso de honra dedicando-se inteiramente ao serviço militar, à manutenção da ordem pública e à segurança da comunidade, colocando em risco sua própria vida todos os dias e, na maioria das vezes, não são reconhecidos”, disse Pablo fênix que teve sua indicação aprovada por unanimidade.

O vereador justifica seu voto de aplauso lembrando que estes profissionais treinados, são extremamente dedicados e trabalham dia e noite para manter a ordem e garantir a segurança da população de Arapiraca. “Nada mais justo que reconhecer o trabalho destes policiais", finalizou.

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Ex-senador Téo Vilela aparece na TV e confronta governo Renan Filho

PSDB De2dca47 914e 4f25 917d 6a27416926dd "Importantes obras em AL foram feitas pelo PSDB", diz Téo

O ex-governador e ex-senador de Alagoas, Teotônio Vilela Filho (PSDB) usou a propaganda partidária, nesta terça-feira (3) para confrontar algumas informações divulgadas pelo governo do Estado. De acordo com a mensagem veiculada nos canais de TV locais, foi o PSDB o responsável por uma série de melhorias como a duplicação do número de leitos no Hospital de Emergência do Agreste (HE) em Arapiraca.

A mensagem publicitária também confronta as informações do governo atual quando menciona que quem equipou e inaugurou o Hospital do Sertão, em Santana do Ipanema, foi a gestão do PSDB. E por fim, informa que foi o governo tucano que colocou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência a cada 30 km de distância em Alagoas, além de entregar o SAMU-Aéreo. 

Em seguida, o presidente estadual do PSDB falou em defesa do legado de seu partido e da importância de seu governo para o Estado de Alagoas. A ideia principal da propaganda da TV é confrontar algumas ações que o governo Renan Filho (PMDB) tem divulgado, mas que seriam obras da gestão passada. 

Confronto

Apesar de explicitamente a mensagem ser dirigida ao governo Renan, o próprio Teotônio revelou, nos bastidores, que a ideia é apenas aproveitar algumas inserções que o partido tem direito na mídia para lembrar o que foi feito em sua gestão (2007-2014).  “Não pretendemos confrontar ninguém...”, disse o ex-governador tucano.

Já sobre os boatos sobre sua eventual aliança com o PMDB dos Renans, Teotônio Vilela Filho remete tais informações aos boatos políticos. Téo é virtual candidato ao Senado nas eleições do ano que vem. Seu nome para o governo é muito provavelmente o prefeito de Maceió, Rui Palmeira (PSDB), mas no jeito 'Téo de Ser', oficialmente só será divulgado após o Carnaval de 2018. 

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Ronaldo Lessa é absolvido pelo STF da acusação de peculato e bota fé na campanha de reeleição

TV Câmara 1d71ce04 06b7 4734 8379 2500132e7889 Deputado Ronaldo Lessa é absolvido pelo STF

O caminho para a candidatura a reeleição do deputado federal Ronaldo Lesa (PDT) em 2018 fica menos congestionado; ao menos no que diz respeito ao julgamento que ele respondia pelo crime de peculato - apropriação, por parte de um funcionário público, de um bem a que ele tenha acesso por causa do cargo que ocupa.

Na tarde desta terça-feira (03) a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) absolveu, por unanimidade, o deputado Ronaldo Lessa desta condenação. Ele é tido como peça fundamental na campanha de reeleição do governador Renan Filho (PMDB) e, segundo uma fonte palaciana, já está acertando os ‘detalhes’ dentro da base do governo onde deve indicar nomes de seu grupo político para ocupar cargos importantes, até mesmo no segundo escalão.

Decisão

O colegiado anulou a sentença da Justiça Federal em Alagoas que condenou o parlamentar a mais de 13 anos de reclusão por desvio de R$ 5 milhões (peculato) em obras de macrodrenagem em Maceió, durante o período em que foi governador do Estado (1999-2006). Os fatos envolvem as obras de macrodrenagem do bairro Tabuleiro dos Martins, na capital alagoana.

Além disso, a Segunda Turma do STF entendeu que também não ficou comprovada a participação do então governador nos supostos desvios do erário público. Os ministros Celso de Mello, Ricardo Lewandowksi e Gilmar Mendes acompanharam o relator, ministro Edson Fachin.

Eles entenderam que não existem provas de que o réu tenha incorrido em infração penal. O processo chegou a tramitar em segunda instância (Tribunal Regional Federal da 5ª Região), mas subiu ao Supremo Tribunal Federal (STF) quando Lessa assumiu como deputado federal e adquiriu direito ao foro privilegiado.

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Marx Beltrão vai deixar o PMDB, mas vai subir no palanque dos Renans em Alagoas

ABN Fd485f20 b7f7 4425 a5d5 c74e2f2b9a32 Marx segue focado na campanha para o Senado em 2018

atualizada às 21h09

O ministro do Turismo, Marx Beltrão (PMDB) já está com as malas prontas para deixar o partido e em seguida deve confirmar oficialmente sua candidatura ao Senado por Alagoas, em 2018. Segundo uma fonte peemedebista de Arapiraca, Marx vai migrar para o PSD, partido que é comandado pelo irmão, Maykon Beltrão, ex-prefeito de Feliz Deserto (2009-2016).

A estratégia dos Renans de convencer Marx a desistir de sua candidatura para não prejudicar (em tese) a tentativa do senador Renan Calheiros (PMDB) de se reeleger, não deu certo. O acordo seria para que Marx fosse ou indicasse o vice do governador Renan Filho (PMDB) na campanha de reeleição, mas tudo não passou de especulação e todos vão acabar no mesmo palanque.

O ministro, que também é deputado federal, quer ir para a disputa ao Senado aliando-se aos Renans, ou seja, vai deixar o PMDB apenas para que o partido tenha poder de barganha com outras legendas na formação do ‘Chapão’, coligação que pode consegui unir aproximadamente vinte legendas. Na prática, Marx passa a ter controle sobre seu próprio partido e ainda vai pedir votos para a família Calheiros, já que para o Senado o eleitor vai votar duas vezes no próximo ano.

Esta negociação também tem o aval do ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, que comanda o PSD Nacional. A situação de Marx Beltrão passaria a ficar mais confortável, já que em cidades onde a rejeição ou o apoio ao senador Renan não for confortável, ele pode fazer a dobradinha com outro candidato ao Senado, como Teotônio Vilela Filho (PSDB) ou mesmo Benedito de Lira (PP). 

Especulação

Em resposta à postagem do blogueiro Paulo Marcelo, o ministro do turismo, Marx Beltrão, declarou ao Cada Minuto, na noite desta terça-feira (3),  que não está de saída do PMDB.

O ministro afirmou que está totalmente voltado para os programas e ações do Ministério do Turismo, no intuito de ajudar o país a gerar emprego e renda por meio do setor. Beltrão negou a saída do partido e disse que as reportagens eventualmente publicadas sobre os supostos movimentos político-partidários, envolvendo seu nome, não passam de especulações sobre as definições para as próximas eleições.

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

"Os problemas em Arapiraca só aumentam e a prefeitura assiste", diz vereador

Cláudio Roberto 7c670082 d5a2 4a28 9bf3 f3db689304e5 Vereador Léo Saturnino, em seu primeiro mandato

O vereador Léo Saturnino (PMDB) diz que não vê a hora da prefeitura de Arapiraca ‘botar a máquina pra funcionar’. Ele questiona a falta de empenho do prefeito de Arapiraca, Rogério Teófilo (PSDB) para minimizar os problemas da cidade, notadamente nas áreas de iluminação, falta de medicamentos e profissionais de saúde, iluminação e limpeza pública. 

Por vezes seguidas, Léo tem encontrado populares que pedem para que o vereador mantenha contato com as secretarias municipais de Serviços Públicos e de Saúde para atender estes pedidos que tem se tornado rotineiros e, em alguns casos, o problema tem causado transtorno à população que fica vários dias sem a coleta de lixo domiciliar em alguns bairros da Cidade. 

Ao falar sobre a iluminação pública, na Tribuna da Câmara, Léo Saturnino disse que em vários bairros a escuridão é grande e até foi informado, por pessoas que trabalham na secretaria de serviços municipais, que o material elétrico vai demorar cerca de 40 dias para chegar e que, por conta disso, braços e lâmpadas não podem ser trocados neste momento. 

“Isso é falta de planejamento. O governo já tem mais de nove meses e não pode reclamar de falta de recursos ou botar a culpa na gestão passada. Os problemas existem e precisam ser resolvidos. A população continua pagando impostos e tem o direito de cobrar. Lixo que se acumula nas ruas por vários dias, por exemplo, isso é inadmissível”, disse Léo.   

O vereador destacou que na Feira Livre da Fumageira a coleta do lixo não é realizada adequadamente, deixando os restos de alimentos comerciados no local e que o mau cheiro é insuportável. Ainda de acordo com o parlamentar, até as bancas são colocadas próximas aos esgotos. 

“Eu não sei como a secretaria de Vigilância Sanitária fiscaliza tanto os restaurantes e não faz o mesmo com essas bancas que colocam em risco a saúde da população”, desabafou o parlamentar.
 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Lista de pré-candidatos a deputado federal vaza e indica ao menos 10 partidos aliados a Renan

G1 063973ad 2378 47d6 bff1 fb4148abb51e Coligação pró Renan terá mais de 10 partidos

Partidos aliados ou teoricamente alinhados com o governador Renan Filho (PMDB) já começam a definir os seus chamados ‘puxadores de voto’ e até uma lista com prováveis candidatos a deputado federal foi parar nas redes sociais, neste fim de semana. São mais de 10 partidos que formarão o Chapão com expectativa de eleger entre 4 e 6 parlamentares.

Com as pesquisas indicando o bom índice de popularidade de Renan Filho (PMDB), o número de partidos aliados deve crescer ainda mais nos próximos meses. Por outro lado, já que a oposição prefere esperar o início de 2018 para definir quem será o candidato que vai disputar o cargo de governador, o grupo de Rui Palmeira (PSDB) perde importantes lideranças políticas.

Os destaques

A lista dos pré-candidatos a deputado federal inclui nomes como o deputado federal Ronaldo Lessa (PDT) que ainda mantém cargos de confiança na gestão do prefeito de Maceió e Severino Pessoa (PSC) que pretende abrir mão de disputar a reeleição para estadual e concorrer a uma vaga na Câmara dos Deputados. Pessoa deve apoiar a candidatura da esposa, Fabiana Pessoa (PRB), atual vice-prefeita de Arapiraca.

Os pré-candidatos a deputado federal do Chapão são: Ronaldo Lessa (PDT), Sérgio Toledo (PSC), Carimbão (PHS), Paulão (PT), Nivaldo Albuquerque (PTB), Severino Pessoa (PSC), Regis Cavalcante (PPS), Ricardinho Santa Ritta (PMDB), Álvaro Vasconcelos (PTC), Robinho das Grotas (PT), Marcelo Victor (PSD), Rosinha da Adefal (Avante), Claudia Petuba (PCdoB), Sandra Menezes (PV),
Ziane Costa (PMDB).

A tendência é que nos próximos meses também sejam divulgados os nomes dos pré-candidatos a deputado estadual, incluindo os atuais parlamentares que vão tentar renovar o mandato em 2018. Outra expectativa será quanto ao nome do vice de Renan que, pelo ‘andar da carruagem’ não deve manter o secretário de Estado de Educação, Luciano Barbosa, na chapa majoritária puro sangue.

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Cibele Moura conclama os jovens a participar ativamente da política

Cortesia E6cf6a7a 2571 4101 aada 027ac19f19c2 Cibele conclama a juventude para a política

“O que mais o jovem precisa é de oportunidade para mostrar que é capaz, seja na política, seja profissionalmente”. É o que conclama a presidente do PSDB/Jovem da cidade de Barra de Santo Antônio, Cibele Moura, que participou, na última quinta-feira (28) do III Encontro Anual da Juventude Alagoana na sede da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), em Maceió.

Cibele Moura vem se destacando no Litoral Norte do Estado pelo seu empenho, dedicação e postura firme à frente dos eventos políticos e sociais de sua cidade. Não é à toa que recentemente ela vem sendo cogitada para disputar uma vaga na Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE) na eleição de 2018.

Ela tem apenas 20 anos de idade, mas herdou sua conduta política dos pais, o ex-prefeito de Paripueira, Abrahão Moura, e a atual prefeita da Barra de Santo Antônio, Emanuella Moura. Cibele Moura é uma das novidades do tucanato alagoano para o pleito do próximo ano, sendo bem avaliada pelos analistas políticos da região.

Na qualidade de presidente da Juventude do PSDB do município, Cibele defende mais espaço, oportunidades e mais valorização para os jovens. “Essa ainda é uma luta permanente no país e em especial em Alagoas. O que o jovem mais precisa é de oportunidade para mostrar que é capaz, seja na política, seja profissionalmente”, destaca.

Cibele conclama a juventude do Estado para buscar a se inteirar mais pelos assuntos da política do país, apesar do momento em que o Brasil está vivenciando. Para ela, será necessária uma maior participação da juventude nesse processo político para que os representantes eleitos pelo voto popular possam fazer as mudanças necessárias.

“O Brasil precisa se renovar nas urnas para que as discussões políticas nas Assembleias Legislativas, na Câmara Federal e no Senado tenham uma leitura atual do que exige o país, como ética pública, políticas sociais, democracia plena e direitos iguais”, finalizou. 

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

"Acusações do vice-reitor são caluniosas e covardes" diz Jairo Campos da Costa

Uneal E46dc0fc 8ab5 4daa a483 83e5bb29b201 Reitor rebate críticas e denúncias do seu vice

O reitor da Universidade Estadual de Alagoas (Uneal) professor Jairo Campos da Costa encaminhou a este blog uma nota na qual rebate as denúncias e acusações feitas pelo vice-reitor, professor Clébio Araújo, em matéria postada no Cada Minuto do último dia 26 de Setembro, com o título: “Vice-reitor será candidato na Uneal e revela motivos de rompimento com atual gestão”. 

Na oportunidade, Clébio Araújo também informou que será candidato ao cargo de presidente da instituição na próxima eleição e que rompeu com o atual reitor por entender que os interesses acadêmicos não podem ser atrelados ao campo da política na Universidade. 

Em outro ponto da matéria, Clébio revela que nem mesmo para as colações de grau estaria sendo informado pelo cerimonial da Universidade Estadual de Alagoas. E, conforme sua postagem em sua página do face book, apresentou seu repúdio ao fato de que algumas demissões de cargos comissionados estariam ocorrendo na Uneal por ‘perseguição política’.

Resposta

Em sua defesa, Jairo Campos diz que sua prioridade sempre foi, e continua sendo, o bom encaminhamento das questões da Uneal e sua comunidade acadêmica. O reitor destaca que nunca deixou de priorizar esta instituição em qualquer situação.  

O reitor da Uneal cita ainda que quando o vice diz que ele está usando o espaço acadêmico como “campo para campanha” é, no mínimo, uma fraqueza para não dizer covardia daquele que o acusa. 

 

Leia a nota na íntegra 

Caríssimos leitores, amados cidadãos alagoanos...

Em matéria publicada em 26.09.2017 por este canal, assinada por Paulo Marcelo, fui vítima de orquestrada calúnia. Assim, como pessoa pública e cidadão que sou me senti na obrigação de exercer o meu direito legal não só de responder à matéria como de me defender do que considero uma atitude covarde daqueles que, por divergência ideológica ou simplesmente por interesses pessoais, tentam a todo custo, macular a minha imagem.

Dos fatos. De acordo com a matéria, o nosso Vice-Reitor teria dito que nós decidimos, ainda em 2014, seguir carreira política, uma vez que não poderíamos mais ser conduzidos à reitoria. Primeiro, negar esta afirmativa e dizer que a minha prioridade sempre foi, e continua sendo, o bom encaminhamento das questões da Uneal e sua comunidade acadêmica. Quem me conhece sabe, muito bem, que nunca deixei de priorizar esta instituição em qualquer situação. São, exatamente, 15 anos de doação integral à UNEAL desde que cheguei a Alagoas. Não é o meu perfil abandonar funções ou cargos para o qual fui eleito. Foi assim como diretor do Campus V, no Conselho Estadual de Educação – CEE e como atual reitor da Uneal.

É fato, e me sinto deveras lisonjeado, que tenho sentido na comunidade acadêmica, nas comunidades que visito e que conhecem o meu trabalho em defesa da educação, um anseio que eu confirme o meu nome para uma possível candidatura em 2018. Uma possibilidade real e que, uma vez concretizada, faria o impossível para honrá-la. Entretanto, não cabe a minha vontade, mas à do povo e das nossas lideranças partidárias, a definição. Destaco que a assunção de cargos públicos, não se dá pela nossa vontade pessoal, mas dos outros, princípio básico da coisa pública que alguns não querem entender. Deste modo, reafirmo a nossa negação de que isso foi uma decisão de 2014 como afirmara, caluniosamente, o nosso vice. Dizer que estamos usando o espaço acadêmico como “campo para campanha” é, no mínimo, uma fraqueza para não dizer covardia daquele que nos acusa. O que nos legitima para pleitear um cargo no legislativo é o nosso trabalho frente à Uneal e o compromisso com a população sempre marginalizada como os povos indígenas, os quilombolas, os artistas populares, a comunidade LGBT, os filhos de agricultores e todos aqueles que vivem do trabalho honrado.

Quanto à acusação feita de que teríamos nos tornado, em função da política, inimigos do nosso atual vice, ou que estaríamos boicotando sua participação nas ações da Uneal, gostaríamos de esclarecer aos leitores e a toda comunidade acadêmica que se trata de uma acusação injusta, mentirosa e leviana. Foi por opção pessoal que o vice se afastou do gabinete ainda em 2016. Alegando interesse em privacidade, foi ele quem de um dia para a noite deixou o espaço que dividíamos e mudou-se para um espaço só dele, fato que respeitei e respeito. Mas, ao se afastar do gabinete, ele deixou de estar ligado, diretamente, à minha agenda reitoral, fato que dificulta, muitas vezes a comunicação. Recentemente, o mesmo decidiu que sairia candidato sem nosso apoio e do grupo que representamos por uma inflexibilidade política dele. Nesse sentido, nunca foi essa ruptura por desacordo com nossa filiação político-partidária, afinal, nosso vice-reitor, no exercício do seu mandato, foi presidente do PC do B de Arapiraca, membro do Comitê Estadual do PC do B, cabo eleitoral do candidato a deputado Prof. Edivaldo (PC do B), em 2014, e do vereador de Arapiraca, o Sargento Moisés (PDT), em 2016.

Quanto à informação da mudança de pessoal [diga-se do quadro de confiança – comissionados de livre nomeação e exoneração], gostaríamos de dizer que elas estão ocorrendo por necessidade da própria gestão e para garantir a governabilidade de meu mandato. A acusação de que há, naquele espaço uma perseguição política é, no mínimo, caluniosa. Estamos reestruturando todo o quadro em função de cobranças e reclames da própria comunidade e assim faremos sempre que for necessário. É nossa prerrogativa e dever em nome do bem-estar da comunidade.  Afinal, quando fui eleito duas vezes reitor, a Uneal me deu a prerrogativa de designar as pessoas que irão me assessorar.

Reitero, por fim, meu compromisso ético e profissional com o povo alagoano e não permitirei que pessoas com pouco ou quase nada de capacidade de resiliência e humildade descontruam, com seus discursos odiosos, para um desserviço à comunidade à Universidade Estadual de Alagoas. Minha educação e minha história de vida não me permitem esse tipo de comportamento. No mais, apenas lamento e tenho pena.

Prof. Jairo José Campos da Costa
Reitor da Uneal

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Fabiano Leão sugere implantação de um balneário na Barragem de Bananeiras

Cláudio Roberto A7af5ae4 7287 45f2 b5dd 0d071c460149 Vereador Fabiano Leão (PMDB/Arapiraca)

O vereador Fabiano Leão (PMDB), que também é presidente da União dos vereadores de Alagoas (Uveal), tem demonstrado interesse em viabilizar, junto à prefeitura de Arapiraca, a construção de um balneário no entorno da Barragem da Vila Bananeiras, na zona Rural de Arapiraca. O assunto foi levado, esta semana, à Tribuna da Câmara Municipal.  

De acordo com indicação nº 655/2017, o vereador solicita ao prefeito Rogério Teófilo (PSDB), por meio da secretaria municipal de Agricultura e Meio Ambiente, em parceria com a Eletrobras Distribuição Alagoas, a instalação de um espaço de lazer e outros serviços para a população.  

O pedido de Fabiano Leão contempla ainda a construção de uma pista no entorno da Barragem de Bananeiras e um projeto de alta tensão para pequenos produtores. A ideia é criar um espaço de convívio urbano e ao mesmo tempo garantir que os agricultores da região tenham acesso ao sistema de irrigação.  

“Após a finalização do processo de tratamento da água da barragem, aquele local ficará apto para receber investimentos dos mais variados segmentos. Eu peço para que o prefeito Rogério Teófilo consiga, por meio do ministério do Turismo, recursos para instalação de uma rede elétrica permitindo o funcionamento do sistema de irrigação para a agricultura familiar”, destacou.  

De acordo com o vereador Fabiano Leão, além de garantir o sustento de dezenas de famílias que moram próximas a barragem com a oferta do sistema de irrigação, a criação de um balneário favorecerá a instalação de restaurantes e áreas de lazer para toda a família incrementando o turismo ainda não explorado nesta região do Agreste do Estado. 

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.
Comercial (82) 3313.6040 (82) 99812.2189 comercial@cadaminuto.com.br
Redação (82) 3313.2162 (82) 99664.2221 cadaminutoalagoas@hotmail.com