Pai e filho são candidatos em duas cidades do interior de Alagoas

página pessoal 8c2f31d6 c911 4550 8cac 98e91c42a661 Carlos e Alves Correia, candidatos em cidades diferentes

O ex-deputado estadual e radialista Alves Correia (PTdoB) está disputando a eleição para prefeito na cidade de São Sebastião, no Agreste do Estado. Já o filho, Carlos Correia (PR) é candidato a vereador em Arapiraca, onde Alves comanda um programa diário na Rádio Gazeta. 

Cosme Alves Cordeiro, nome de batismo de Alves Correia, de 58 anos, é comunicador renomado em Alagoas e foi eleito vereador de Arapiraca no ano 2.000 com 2.755 votos. Após dois anos de mandato (2.002), candidatou-se a deputado estadual e venceu o pleito com 24.166 votos. Tentou a reeleição em 2.006, mas ficou na suplência. 

Alves Correia, também conhecido por “O Derrubado” também foi candidato a prefeito de Arapiraca no ano de 2.012 concorrendo com a então deputada federal Célia Rocha e com o ex-deputado Rogério Teófilo; ficou em terceiro lugar. 

Por conta da legislação eleitoral, que proíbe que comunicadores estejam no ar neste período eleitoral, Alves Correia está ausente de seu programa, mas garante que retorna ao ar no dia seguinte às eleições, na segunda-feira, 3 de outubro de 2016, independente do resultado do pleito. 

“Sou candidato a prefeito porque em todas as eleições estaduais que participei a população de São Sebastião sempre me acolheu, me consagrando com votações expressivas e por isso sou eternamente grato a esse povo. Esta é a hora de retribuir toda a atenção e carinho por mim dispensados trabalhando com muito amor e dedicação por essa gente”, disse Alves Correia. 

Segundos dados do Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE/AL) São Sebastião tem 24.153 eleitores.

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Nezinho fala sobre a parceria que a prefeitura tem que ter com o governo do Estado

Rádio Pajuçara 881d749f 9486 4881 97bd 41cdcbc325ed radialista Nasário Silva com o candidato Ricardo Nezinho

O candidato a prefeito Ricardo Nezinho (PMDB) fez questão de destacar, em recente entrevista a uma emissora de rádio, que em vinte anos essa será a primeira vez que Arapiraca terá o Governo do Estado ao lado da gestão municipal, caso seja eleito no próximo dia 2 de outubro. O candidato se refere à condição de que a cidade vai contar, sendo eleito, com o governador do mesmo partido. 

“A população deve entender que quando uma cidade conta com o apoio do governo do Estado, a administração deste gestor tem tudo para ser ainda melhor, pois facilita a sintonia entre os dois gestores e o maior beneficiado é a população. Caso sejamos eleitos, Arapiraca vai contar com total apoio do governador Renan Filho e do nosso vice Luciano Barbosa”, destacou. 

Em outro momento, Ricardo Nezinho frisou que o maior legado do ex-prefeito Luciano Barbosa são as escolas em Tempo Integral e que ele pretende manter e ampliar este sistema de ensino, bem como dar as condições para melhorar a estrutura das demais unidades de ensino municipais e valorizar os servidores da Educação, como um todo. 

Nezinho disse ainda que a nova geração da política arapiraquense vem com ritmo diferente, querendo inovar e trazer novos modelos de gestão. “Estou confiante que com o apoio da maioria da população vamos administrar a cidade com novas ideias para crescer ainda mais. Eu tenho fé na voz do povo”, disse Nezinho.

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Ministro Maurício Quintella veta aeroporto em Arapiraca

Folha 61a1fe01 a1cf 4161 ae14 7718f3028b2e Ministro Maurício Quintella

A força inerente de Arapiraca com o Turismo de Negócio e de Eventos fez com que ela despontasse, ao lado de Maragogi, como “queridinha” para a construção de um aeroporto de porte médio na região agrestina. 

Seria o sonho – um município com menos de 100 anos de Emancipação Política – de se tornar, enfim, uma “metrópole do futuro”. Seria mesmo. O ministro de Transportes, Aviação Civil e Portos, Maurício Quintella Lessa (PR), acabou com o sonho da construção do aeroporto na segunda maior cidade do Estado. 

Recentemente, ele esteve em Arapiraca para a convenção do candidato a prefeito Tarcizo Freire (PP), a quem dá apoio. 

Revés histórico 

Até a última terça-feira (23), o município era um dos contemplados com a obra que viabilizaria mais desenvolvimentos para o local e progressos regionais no setor turístico. Os recursos estavam assegurados por meio do Fundo de Aeroportos Regionais, do Ministério de Transportes, Aviação Civil e Portos. Mesmo sendo alagoano, o ministro Maurício Quintella não viu Arapiraca como uma localidade com potencial para receber essa relevante obra, que ajudaria a escoar serviços e pessoas de todo o país e até do exterior. 

“Chegamos à conclusão de que não seriam necessários 270 aeroportos para iniciar um programa realista que atenda aos Estados, à demanda e às empresas”, disse Quintella em reportagem ao jornal Folha de S. Paulo. 

O ministro parece não entender a importância da vinda deste aeroporto para Arapiraca. Mesmo apesar da crise que assolou o Brasil no ano passado, ela se destacou em 2015 como a 4ª cidade que mais gerou empregos, segundo o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), e a 1ª da lista dos últimos 20 anos, de acordo com dados da própria Folha. 

Polo de Alagoas, o município fica centralizado – no meio do Estado, de fato – e recebe semanalmente uma média de 400 mil pessoas.

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Candidatura a prefeito de José Pacheco corre risco de ser impugnada

AlagoasWeb A277974a 8ae8 4853 97b3 b914085ca270

A Justiça Eleitoral pode indeferir a candidatura do ex-prefeito de São Sebastião, no Agreste do Estado de Alagoas, José Pacheco Filho (PP).

Segundo o pedido de indeferimento, protocolado pela oposição, há um questionamento sobre a validade da apresentação do candidato a vice-prefeito, Erivânio Alexandre da Silva (PSD), pelo fato de ter sido indicado por meio de convenção nula já que não atendeu o estatuto do partido que estabelece com clareza em seus artigos 16, 17, 44 e 45, que as convenções partidárias devem ser instaladas com qualquer quórum, bem como, deliberar com quórum qualificado de no mínimo 20% dos convencionais. 

De acordo com os advogados do candidato a prefeito Atla de Lima Santos (PMDB), o pedido de indeferimento à Justiça Eleitoral aponta que a chapa de José Pacheco foi registrada de forma incompleta, uma vez que a indicação do candidato a vice-prefeito coube ao PSD, partido que se coligou na chapa majoritária adversária.

Segundo a peça jurídica, outra convenção que difere da publicada no dia 28 de julho de 2016, informando data, hora e local da convenção do PSD, aconteceu em local incerto e sem a devida publicação. Diz ainda que a ata da convenção teria sido assinada pelo vice-presidente do partido, o que vai de encontro ao estatuto da legenda que determina que apenas o presidente seja o responsável pela convocação. 

Os advogados relatam que no documento é possível identificar que no mesmo dia da publicação do edital de convocação do PSD, foi dado conhecimento da realização da convenção partidária ao presidente do Diretório Estadual. O edital informava a realização da convenção no dia 05 de agosto de 2016. Por fim, os advogados pedem o indeferimento ante a apresentação de chapa majoritária incompleta, sendo nulo o registro de candidaturas do prefeito José Pacheco, seu vice-prefeito Erivânio Alexandre da Silva e de mais três candidatos a vereador do PSD que também integram a coligação ‘‘A Verdadeira Mudança Já Começou’.

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Adalberto Saturnino encerra carreira política após seis mandatos de vereador

Arquivo/Cada Minuto 0e41952f 0a1f 41d8 9c38 eafef7fde49a

Aos 73 anos de idade, o vereador Adalberto Saturnino (PMDB) encerra sua vida política ao final do seu sexto mandato, em 31 de dezembro de 2016. Irmão do ex-vereador João Saturnino de Almeida (falecido), e pai do ex-vereador Alberto Saturnino (atual juiz eleitoral em Arapiraca), Adalberto já foi presidente do Poder Legislativo por três vezes e é um dos raros casos de um parlamentar que desistiu de se candidatar à reeleição e depois voltou a ser eleito pelo voto popular. 

Disposto a manter um representante da família na Casa Herbene Melo, Adalberto está apoiando a candidatura do sobrinho Leandro Barbosa de Almeida, o Léo Saturnino, empresário e filiado ao PMDB, mesmo partido do tio e que tem como candidato a prefeito o deputado estadual Ricardo Nezinho, com o apoio da prefeita Célia Rocha (PSL). 

Adalberto foi eleito pela primeira vez em 1972, pela extinta Arena. Depois foi reeleito em 1976 (mandato de seis anos), 1982, (mandato de seis anos) 1988, sendo assim vereador por quatro legislaturas seguidas. Em 1996 apoiou o próprio filho, Alberto Saturnino, que assumiu a vaga na condição de primeiro suplente. Em 2008 resolveu retornar à vida pública e foi eleito para o seu quinto mandato. Já em 2012 renovou a condição de vereador e este ano não vai concorrer à reeleição. 

"Entre os anos de 1973 e 1992 exerci o cargo de vereador em Arapiraca e quando deixei a política senti que precisava fazer ainda mais pelo povo e pela minha cidade. Retornei em 2008 para continuar trabalhando em prol da melhoria da qualidade de vida dos moradores", disse Saturnino.

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Representantes de ambulantes e mototaxistas se reúnem com Tarcizo Freire

Assessoria F15206ca 5b6c 4f59 881a 6f84559630d1

O candidato a prefeito de Arapiraca pelo Partido Progressista, (PP) Tarcizo Freire, participou recentemente de duas reuniões com duas categorias importantes na cidade. Os encontros foram com representantes dos vendedores ambulantes e com os mototaxistas. Nas duas oportunidades, o candidato ouviu opiniões e anseios e trocou ideias com estes trabalhadores. 

No encontro com os vendedores, Tarcizo ouviu atentamente as reclamações sobre as dificuldades enfrentadas pelos ambulantes em meio à crise econômica do país, mas também percebeu que muitos trabalhadores reclamam do abuso de alguns fiscais municipais e de relatos de desentendimentos e até briga em via pública. 

Ao final do encontro, o candidato disse que é necessário denunciar eventuais abusos por parte de algum servidor municipal e que cabe ao gestor, se comprovar a denúncia, tomar as medidas administrativas cabíveis. “Participei de uma reunião com os vendedores ambulantes. Ouvimos opiniões e anseios, sem esquecer a troca de ideias com o desejo de mudança. O povo está insatisfeito, por isso vai mudar”, disse. 

Outro encontro do candidato foi com representantes dos mototaxistas. Mais uma vez, os trabalhadores expuseram suas dificuldades e pediram apoio ao candidato que desde a época de vereador sempre ouviu e levantou a bandeira em defesa da categoria.

“Com a classe de moto taxistas do município, participamos de uma reunião muito proveitosa e importante, sem esquecer de ouvir os anseios no que diz respeito aos trabalhos e valorização da classe. Os representantes da categoria expuseram suas ideias, planos e, principalmente dificuldades enfrentadas para desempenhar a profissão na cidade”, frisou o candidato.

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Renan Filho anuncia duplicação da AL 220 da Barra de São Miguel até Arapiraca

Ascom 0a43fdab d140 41d0 a702 89eb32d5d021

O governador Renan Filho (PMDB) anunciou, no último sábado (20) que o edital para a licitação das obras da duplicação da Rodovia AL-220, no trecho entre a Barra de São Miguel e Arapiraca, será lançado nos próximos dias. Renan fez o anúncio durante o lançamento da campanha de prefeito do peemedebista Ricardo Nezinho, em Arapiraca. 

O início das obras não foi informado, mas o governador disse que uma equipe técnica está se debruçando sobre esse projeto e que o trecho será feito em duas etapas. A primeira parte entre a Barra de São Miguel e Campo Alegre e num segundo momento de Campo Alegre até a cidade de Arapiraca. 

Indagado sobre o momento que está sendo feito este anúncio, o governador rebateu as críticas de que se trata de um momento eleitoreiro. “O que estamos fazendo é o anúncio de uma obra de grande importância para toda a Região do Agreste de Alagoas e que se trata de uma ação que todos os Estados do Nordeste estão fazendo, ou seja, interligando sua capital com a cidade mais importante do interior do Estado”, disse Renan. 

Com a duplicação, ligando o Litoral ao Agreste, o governador Renan acredita que será de suma importância para o escoamento de produtos e para o desenvolvimento das cidades que serão beneficiadas, além de Arapiraca, Limoeiro de Anadia, Campo Alegre e São Miguel dos Campos. 

“Alagoas não pode perder a oportunidade de se igualar a outros Estados que já fizeram a sua duplicação entre a capital e a cidade mais importante do interior. Se já foi feito entre Salvador e Feira de Santana e de Recife até Caruaru, por exemplo, o governo do Estado tem a obrigação de fazer, e nós vamos concluir de Maceió até Arapiraca, sobretudo para melhorar a trafegabilidade e a segurança da Rodovia e pra gerar desenvolvimento, emprego e renda para a população alagoana”, destacou Renan.

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Rogério Teófilo diz que Arapiraca precisa de um novo rumo

Assessoria Ba398354 6df7 45dd be9c 2126d3da7c52

Com o tempo resumido para a campanha eleitoral, o candidato a prefeito de Arapiraca, Rogério Teófilo (PSDB) não quer perder um dia sequer sem sair em busca dos votos. Uma segunda-feira, que era um dia para reunião de avaliação, nas eleições passadas, agora é mais um dia para ser aproveitado pelo candidato tucano. 

De acordo com a coordenação da campanha do PSDB, Rogério Teófilo teve uma importante reunião de preparação de sua campanha e os próximos dias serão de agenda cheia entre entrevistas, visitas pontuais, gravação do guia eleitoral, palestras e caminhadas. 

“Tivemos uma maravilhosa reunião de preparação da nossa campanha, que fará Arapiraca mudar de verdade. Agradeço o apoio da minha amiga e vice Fabiana Pessoa e dos amigos (deputados) Rodrigo Cunha e Severino Pessoa”, escreveu Teófilo em sua página no face book. 

Na tarde desta segunda-feira (22) o candidato fará uma caminhada pelo bairro Brasiliana. A agenda do restante da semana ainda não foi informada pela coordenação de campanha. 

“Todo mundo sabe que Arapiraca precisa de um novo rumo, por isso Brasiliana estará hoje pintada de azul, com o 45 para todos os lados”, destacou o candidato. 

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Célia Rocha afirma que Nezinho tem novas ideias para administrar Arapiraca

Assessoria F963d3ad 9b1f 4d7b bcfe 1162498baa9c prefeita Célia Rocha

A prefeita de Arapiraca, Célia Rocha (PSL) disse, no último sábado (20) durante evento que deu início a campanha de seu candidato à sucessão eleitoral, que a cidade precisa de um gestor com o perfil de Ricardo Nezinho que está cheio de novas ideias para dar prosseguimento ao processo de desenvolvimento da capital do Agreste. Célia destacou ainda que Nezinho tem ampla experiência no Poder Legislativo e que isso o credencia para ser o próximo gestor de Arapiraca. 

“O Nezinho já foi vereador por quatro mandatos e foi eleito deputado estadual três vezes e isso conta muito. Nezinho tem livre acesso com o governador Renan Filho (PMDB) e isso é fundamental para ser um prefeito capaz de fazer mais pela cidade”, disse Célia. 

O evento contou com as presenças de todos os candidatos a vereador do 'chapão', do governador Renan Filho e do vice Luciano Barbosa. A prefeita lembrou as dificuldades que um administrador pode ter se não contar com um governador que seja parceiro do município. 

“Muitos prefeitos já passaram por isso; eu mesma tive dificuldade em alguns momentos por não contar com um governo que pudesse atender nossos pedidos de maneira eficiente. O Nezinho não vai encontrar essa barreira e com isso Arapiraca só tem a ganhar”, explicou. 

Antes de participar da abertura da campanha dos candidatos Ricardo Nezinho e Yale Fernandes, a prefeita Célia Rocha esteve na Rádio Novo Nordeste para dar as felicitações, em entrevista, para a emissora pioneira de Arapiraca que completou 40 anos de existência.

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Candidatos atrasam início da campanha por conta da burocracia da lei eleitoral

83ee5b85 3c34 4d99 abce 36e4bcbf0b63 Divulgação

O excesso de burocracia e o número cada vez maior de documentos e certidões causou um atraso no início da campanha eleitoral para alguns candidatos a vereador de Arapiraca. A informação foi confirmada por três postulantes à cadeira do Poder Legislativo em 2016, mas que não quiseram revelar seus nomes para não prejudicar ainda mais as campanhas que deveriam ter iniciado na última terça-feira (16).

“É uma desorganização, burocracia exacerbada dos bancos indicados pela Justiça Eleitoral, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal, que está causando pelo menos 10 dias de atraso para o início da campanha”, disse um vereador de mandato e que também não conseguiu abrir a conta bancária para uso exclusivo da campanha, exigência para a participação de todos os candidatos nas eleições.

“Esse fator prejudica muito os candidatos porque sem conta no banco e talão de cheques, não posso investir em publicidade ou outras despesas decorrentes da campanha”, citou outro candidato que também citou, por exemplo, a demora em registrar o CNPJ para poder solicitar material de divulgação nas gráficas.

Neste ano, a Justiça Eleitoral testa uma nova lei que impõe severas restrições além de o tempo de campanha estar reduzido para 47 dias. Com a demora na documentação esse tempo cai para 37. 

Procedimento 

O candidato precisa levas aos bancos oficiais o requerimento do CNPJ, documento de identidade e comprovante original de endereço. O banco recebe, executa os procedimentos digitais e agenda uma data para o candidato retornar e concluir a abertura da conta. Na Caixa Econômica e no Banco do Brasil o prazo para abrir a conta pode chegar até 10 dias.

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.
Comercial (82) 3313.6040 (82) 99812.2189 comercial@cadaminuto.com.br
Redação (82) 3313.2162 (82) 99664.2221 cadaminutoalagoas@hotmail.com